Cannibal Corpse: Mais um capítulo regado a muito sangue

Resenha - Gore Obsessed - Cannibal Corpse

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Rodrigo Noé de Souza
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Cannibal Corpse tem se tornado uma das bandas mais influentes e polêmicas do Metal, ao lado de Morbid Angel, Deicide, Obituary e Death. Seus álbuns viraram clássicos para os fãs, bomba-relógio para os “moralistas” de todo o globo, por causa das suas CAPAS, sob a batuta do Vincent Locke. Com isso, países como a Alemanha, Nova Zelândia, Coréia do Norte e Austrália proibiram suas vendas e da banda tocar suas músicas dos três primeiros discos. Mesmo assim, não se intimidaram e se tornaram a única banda de Death Metal a figurar-se no Top 200 da Billboard, com mais de um minhão de cópias vendidas, juntando todos os discos da carreira. Além disso, seu maior feito foi a participação do filme Ace Ventura, protagonizado por Jim Carrey, fã confesso dos canibais.
530 acessosCannibal Corpse: e se Yoko Ono fosse a vocalista?5000 acessosDesde cedo: bebês e suas relações emocionais com o Rock

Mantendo sua formação, que contava com George “Corpsegrinder” Fischer (vocal), Alex Webster (baixo), Paul Mazurkiewicz (bateria), Pat O’Brien e Jack Owen (guitarras), o Cannibal se juntou com o produtor Neil Kernon (Queensryche, Nevermore, Dokken) para produzir o Gore Obsessed. Antes, eles iriam chamar Colin Richardson para produzir, mas por falta de espaço na agenda, pegaram o Neil.

Ouvindo o disco, dá para sacar que a banda está mais técnica, com músicas complexas e passagens cadenciadas. Não esperem um clássico como foram o Tomb Of The Mutilated (1992), Eaten Back To Live (1990), The Bleeding (1994) ou Vile (1996).

É impossível destacar a habilidade da banda, Alex continua monstruoso no baixo, Corpsegrinder está mais cavernoso. Paul toca de forma mais lenta e cadenciada, mas não perde a pegada brutal. Já as guitarras estão lá, afiadas e se revezando nos solos.

Faixas de destaque mesmo ficam para a Pit Of Zombies (que poderia ser trilha de qualquer filme de George Romero), Savage Butchery, Drowning In Viscera e Hatchet to the Dead. Como bônus, temos a cover de no Remorse, do Metallica, que fez o Gore Obsessed receber a alcunha de “aquele disco que tem a cover do Metallica”.

Esse disco ficou na 11ª posição da Billboard, aumentando ainda mais a ascensão do Cannibal Corpse. Mesmo não chegando aos pés da fase Chris Barnes, Gore Obsessed foi mais um capítulo, regado a muito sangue.

Formação:

George “Corpesegrinder” Fischer – vocal
Alex Webster – baixo
Paul Mazurkiewicz – bateria
Pat O’Brien – guitarra
Jack Owen – guitarra

Tracklist:

1-Savage Butchery
2-Hatchet To the Dead
3-Pit Of Zombies
4-Dormant Bodies Bursting
5-Compelled to Lacerate
6-Drowning In Viscera
7-Hung And Bled
8-Sanded Faceless
9-Mutation Of The Cadaver
10-When Death Replaces Life
11-Grotesque
12-No Remorse (Metallica cover Bonus track)

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

530 acessosCannibal Corpse: e se Yoko Ono fosse a vocalista?785 acessosSix Feet Under: guitarrista Jack Owen se junta à banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Cannibal Corpse"

Cannibal CorpseCannibal Corpse
O impressionante pescoço gigante de George Fisher

Cannibal CorpseCannibal Corpse
Quem nunca fez sexo ouvindo a banda?

CarnificinaCarnificina
Revista elege as letras mais repulsivas do Heavy Metal

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Cannibal Corpse"

Desde cedoDesde cedo
Bebês e suas relações emocionais com o Rock

Morre DiaboMorre Diabo
Ele aprendeu a tocar guitarra e virou um shredder

ListaLista
As dez melhores músicas para se ouvir na estrada

5000 acessosSlipknot: pornografia inspirou primeiro álbum da banda5000 acessosSexo e Satã: as mensagens subliminares em capas de Rock / Metal5000 acessosChristian Bale: ator aprendeu Pantera na bateria para novo filme5000 acessosMetallica: banda considerou contratar baixista do Megadeth5000 acessosAnnihilator: "A cena está crescendo, mas precisa de um novo Metallica"5000 acessosPra convencer: dez álbuns de metal para quem não gosta de metal

Sobre Rodrigo Noé de Souza

Nasci em 1984. Esse ano não é só o início de uma nova democracia, mas também é o ano em que vários discos foram lançados, como Powerslave (IRON MAIDEN), Stay Hungry (TWISTED SISTER), W.A.S.P., Don´t Break The Oath (Mercyful Fate), Slide It In (WHITESNAKE), 1984 (VAN HALEN), The Last In Line (DIO) e, o meu favorito de todos, Ride the Lightning (METALLICA). Sou um aficcionado por Metal, desde AC/DC e ZZ Top, até Anaal Nathrakh e Krisiun. Sou Jornalista, blogueiro, facebookeiro, o que for. Quem quiser saber o que eu escrevo, acessem meu blog: www.esporropublico.zip.net.

Mais matérias de Rodrigo Noé de Souza no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online