Coheed And Cambria: simples e hipnotizante

Resenha - Afterman; Ascension - Coheed And Cambria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Guilherme Fernandes
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Depois do último Rock In Rio, o Coheed And Cambria ficou mais conhecido do público brasileiro, que, familiarizado, começou a acompanhar mais de perto seus lançamentos.
5000 acessosCristina Scabbia: cantora fala sobre seus seios e Playboy5000 acessosOzzy Osbourne: comendo oferenda de macumba no Rock in Rio

A primeira parte de um registro duplo prometido pela banda foi liberada. De melhor "digestão" que o seu antecessor, o ótimo "Year Of the Black Rainbow", mas sem o brilho de seu melhor registro, o excelente "No World For Tomorrow", The Afterman: Ascencion é um ótimo registro, e faz jus a toda espera e curiosidade que, tanto seus fãs quando a critica especializada, estavam para esse lançamento.

O registro já começa em grande estilo com um belíssimo tema de introdução. O petardo "Domino the Destitute", primeira parte da história "Key Entity Extraction", foi escolhido como single oficial, com direito à um ótimo videoclipe – link abaixo – apresenta um pouco do que está por vir: passagens intrincadas, refrões épicos e a voz marcante do mastermind Claudio Sanchez, que, queiram ou não, é a alma da banda.

Seguindo com a faixa título: mais calma e reflexiva, ela só evidencia o cuidado impar da banda na construção das músicas, sejam elas mais complexas e pesadas ou mais simples e limpas. Já "Mothers of Man" é mais direta, sem muitas experimentações, com um ótimo refrão e um belíssimo trabalho do baterista Josh Eppard. "Goodnight, Fair Lady" é a música bonitinha do registro. Com forte apelo comercial, agradará em cheio os fãs do The Prize Fighter Inferno, projeto paralelo de Sanchez, uma vez que, dentro do contexto de "The Afterman", é a que mais se parece com os temas do The Prize.

Um detalhe importante merece ser ressaltado aqui: não só em "The Afterman", mas em toda obra do Coheed And Cambria, a construção dos refrões de suas músicas é um capítulo a parte. É difícil encontrar, no atual cenário, bandas relativamente novas que tenham uma boa quantidade de refrões marcantes em suas obras.

Enfim, opiniões parciais emitidas, é chegado à hora das coisas ficarem mais pesadas em "The Afterman". Na continuação da história "Key Entity Extraction", sua segunda parte, "Holly Wood the Cracked", começa bem soturna. Seu ótimo refrão, bem colocado, definitivamente é para ser cantado a plenos pulmões. Isso sem contar as várias nuances dentro da música, que, junto com já citado momento, abre caminho para a terceira parte, "Vic the Butcher". Com uma introdução avassaladora, segue o mesmo ritmo da anterior, talvez com um pouco mais de sobriedade e menos soturna.

Dispensando a fraca "Subtraction", eis que é chegado o momento final do disco. Em minha sincera opinião, junto com "Domino The Destitute", o ponto mais alto do lançamento está em "Evagria the Faithful", a última parte da história. Sua composição mescla com muito cuidado passagens mais obscuras com momentos mais limpos e suaves. Seu ritmo mais cadenciado prepara os ouvintes para o melhor refrão de todo o registro. Belíssima.

O Coheed and Cambria, com seu novo lançamento, nos apresenta um trabalho mais palatável, se comparado ao seu antecessor. Simples mas não simplório, e com todas as suas características marcantes e belos refrões, "The Afterman: Ascension" mostra um Coheed and Cambria evoluindo musicalmente, dominando a simplicidade e a complexidade de acordo com o momento necessário dentro de sua proposta.

E que venha o "The Afterman: Descension"!

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Artista: Coheed And Cambria
Album: The Afterman: Ascension

Tracklist
01. The Hollow
02. Key Entity Extraction I: Domino The Destitute
03. The Afterman
04. Mothers Of Men
05. Goodnight, Fair Lady
06. Key Entity Extraction II: Hollywood The Cracked
07. Key Entity Extraction III: Vic The Butcher
08. Key Entity Extraction IV: Evagria The Faithful
09. Subtraction

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Coheed And Cambria"

FeelingFeeling
Existe no rock/metal moderno? 7 músicas que comprovam

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Coheed And Cambria"

Cristina ScabbiaCristina Scabbia
Cantora fala sobre seus seios e Playboy

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Comendo oferenda de macumba no Rock in Rio I

Black MetalBlack Metal
O cotidiano fascinante dos fãs adolescentes

5000 acessosPhotoshop: Luan Morrison, Ivete Osbourne, Axl Teló e mais5000 acessosHelter Skelter: a música que Charles Manson "roubou" dos Beatles5000 acessosBullet For My Valentine: vocal detonou Guns em turnê5000 acessosCorey Taylor: HQs, "The Walking Dead", shows marcantes5000 acessosPantera: "fomos roubados por um diabo dum lunático"5000 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 1991

Sobre Guilherme Fernandes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online