Imperium Infernale: A brincadeira agora ficou mais séria

Resenha - A.N.U.S. - Imperium Infernale

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Fuganti
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Enquanto o Demo-CD "Ordo AEon Caos" apresentava dois sons em português com blast beats alucinados e letras satanistas escrachadas, "A.N.U.S." mostra que a brincadeira ficou séria.

Guns N' Roses: a trágica história do baixista fundadorGastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical

São apenas quatro músicas que dão uma prévia de um álbum já gravado chamado Primitivo. Dona de um riff que gruda em nossa mente, a abertura com a faixa título é nada mais que Satyricon atual aos moldes de músicas como K.I.N.G, do álbum "Now Diabolical". "Nossa Senhora dos Prazeres" é apenas uma vinheta que blasfema o hino católico "Ave Maria" e serve de introdução para "Holy Whore", esta já mais agressiva, combinando riffs noruegueses do estilo com pegada old school. Por último vem a cadenciada "Death in Honour". Com um ótimo refrão, a faixa mostra influências do black metal sueco, munida de riffs ríspidos em meio aos mais melódicos. Mesmo com bateria programada, o duo mostra destreza e criatividade ao apresentar músicas com as mais diversas variações vocais, rítmicas e de riffs permitidos ao metal negro. Agora é aguardar pelo álbum e pelo anúncio de uma formação uma formação completa, já prometida pela horda. No que depender deste aperitivo, o Imperium Infernale mostra forças para ser um nome forte de nossa cena black metal.

Tracklist:
01. A.N.U.S.
02. Nossa Senhora dos Prazeres
03. Holy Whore
04. Death in Honour

Site:
http://www.myspace.com/imperiuminfernale




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Imperium Infernale"


Guns N' Roses: a trágica história do baixista fundadorGuns N' Roses
A trágica história do baixista fundador

Gastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musicalGastão Moreira
A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical


Sobre Thiago Fuganti

Catarinense, mas vive atualmente em São Paulo 'Chaos City'. Começou no metal com Iron Maiden, que até hoje acha a melhor banda do mundo, porém descobriu o lado extremo (black, death, doom) e não parou mais. Hoje em dia ouve muitos estilos, desde música clássica a death metal - passando pelas clássicas bandas de metal -, mas a ênfase mesmo fica com o Black Metal.

Mais matérias de Thiago Fuganti no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336