Imperium Infernale: A brincadeira agora ficou mais séria

Resenha - A.N.U.S. - Imperium Infernale

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Fuganti
Enviar Correções  

9


Enquanto o Demo-CD "Ordo AEon Caos" apresentava dois sons em português com blast beats alucinados e letras satanistas escrachadas, "A.N.U.S." mostra que a brincadeira ficou séria.

São apenas quatro músicas que dão uma prévia de um álbum já gravado chamado Primitivo. Dona de um riff que gruda em nossa mente, a abertura com a faixa título é nada mais que Satyricon atual aos moldes de músicas como K.I.N.G, do álbum "Now Diabolical". "Nossa Senhora dos Prazeres" é apenas uma vinheta que blasfema o hino católico "Ave Maria" e serve de introdução para "Holy Whore", esta já mais agressiva, combinando riffs noruegueses do estilo com pegada old school. Por último vem a cadenciada "Death in Honour". Com um ótimo refrão, a faixa mostra influências do black metal sueco, munida de riffs ríspidos em meio aos mais melódicos. Mesmo com bateria programada, o duo mostra destreza e criatividade ao apresentar músicas com as mais diversas variações vocais, rítmicas e de riffs permitidos ao metal negro. Agora é aguardar pelo álbum e pelo anúncio de uma formação uma formação completa, já prometida pela horda. No que depender deste aperitivo, o Imperium Infernale mostra forças para ser um nome forte de nossa cena black metal.

publicidade

Tracklist:
01. A.N.U.S.
02. Nossa Senhora dos Prazeres
03. Holy Whore
04. Death in Honour

Site:
http://www.myspace.com/imperiuminfernale




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Separados no nascimento: Roger Waters e Richard Gere.Separados no nascimento
Roger Waters e Richard Gere.

Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposRock Progressivo
As 25 melhores músicas de todos os tempos


Sobre Thiago Fuganti

Catarinense, mas vive atualmente em São Paulo 'Chaos City'. Começou no metal com Iron Maiden, que até hoje acha a melhor banda do mundo, porém descobriu o lado extremo (black, death, doom) e não parou mais. Hoje em dia ouve muitos estilos, desde música clássica a death metal - passando pelas clássicas bandas de metal -, mas a ênfase mesmo fica com o Black Metal.

Mais matérias de Thiago Fuganti no Whiplash.Net.

WhiFin