Matérias Mais Lidas

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemRob Halford compartilha a foto mais metal da semana; "O Rei e Eu"

imagemO clássico dos Paralamas do Sucesso que Lobão acusou de plágio

imagemPrika Amaral diz que fica feliz com o sucesso alcançado banda Crypta

imagemGordo diz que atualizou termos politicamente incorretos após puxão de orelha de filha

imagemFãs de Stranger Things do Tik Tok querem cancelar o Metallica

imagemDavid Ellefson diz que você conhece seus amigos quando a m*rda bate no ventilador

imagemA opinião de Marcelo Barbosa sobre cancelamento de Metallica e Pantera por racismo

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemGuitarrista do Skid Row diz que não fala com Sebastian Bach e não pensa em fazer pazes

imagemArtigo na Far Out Magazine aponta James Hetfield como pior letrista da história do metal

imagemFloor Jansen diz que achou que não fosse conseguir cantar nova música do Avantasia

imagemResenha - Max e Iggor Cavalera (Audio, São Paulo, 07/08/2022)

imagemAnthrax cancela mais um show que seria realizado no Texas


Dream Theater 2022

Heresia 666: Ferocidade do D-Beat HC e elementos Death

Resenha - Ad Vindictam - Heresia 666

Por Marcos Garcia
Em 16/02/12

Nota: 8

Muitos questionam a valia da fusão do Metal com elementos do Punk/Hardcore, especialmente no tocante à velocidade e adrenalina do segundo, sejam fãs das vertentes mais melodiosas quanto das mais extremadas, o que chega a ser um ato de suma ignorância histórica, já que a fusão é irreversível e tem seus valores reconhecidos amplamente, ou algum espertinho nega que a existência de todas as vertentes do Metal extremo surgiram dessa fusão, feita ainda lá nos anos 70 pelo MOTORHEAD, ou que a maioria das bandas da NWOBHM, que recolocou o Metal em destaque após anos de hiato, possuíam aglutinados valores da onda Punk? Se o visual e pensamento de Paul Di’Anno e Lemmy não representam o supra-sumo do Punk, seria melhor rever seus conceitos...

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O HERESIA 666, banda composta por membros do ÓDIO SOCIAL, PURO LENTO, ERVA SECA e SICK TERROR, é mais um que segue este mix, pois unem a ferocidade do D-Beat HC, mais elementos do Death Metal mais tradicional para criar um som forte, caótico, com letras explicitamente fortes, capazes de deixar muitos de queixo caído, pois é isso que vemos no ótimo EP de estréia da banda ‘Ad Vindictam’, lançado em 2011.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

A apresentação visual do trabalho é muito boa, com a gravura Barroca ‘Salomé com a cabeça de João Batista’, de Michelangelo Caravaggio como capa, bem antenado com a proposta do que se lê nas letras. Sonoramente, a produção, feita pelos irmãos Caio e Marcus D’Angelo, ambos do CLAUSTROFOBIA (o último toca guitarras na faixa ‘Thanx God for the Bomb’), em conjunto com a banda nos Viabiliza Music Studios, é muito boa, mas sem deixar o som da banda limpo demais, pois a alma deste é justamente uma gravação um pouco mais suja e crua.

O EP é composto de sete faixas, sendo ‘Ad Vindictam’ uma intro, precedendo a pancada trinca-coturnos de ‘Terrorismo nas Ruas’, cuja levada é bem HC, bem como os vocais, mas o peso das guitarras dá a conotação metálica, assim como em ‘Não Há Mais’, onde o baixo e a bateria se destacam bastante, pois há uma técnica bem evidente em ambos. Já ‘Cadê o Messias’, temos uma faixa mais intensa e brutal, um pouco mais puxada para a raiz Death Metal, mesmos elementos vistos em ‘Heresia’, embora esta volte a ter uma levada HC bem empolgante, capaz de levar o ouvinte ao meio de uma roda de pogo sem dificuldades ou hesitação por parte deste. ‘Human Error’ tem fortes doses de HC, e ‘Thanx God for the Bomb’ é uma música mais refreada, como as boas músicas de Hardcore.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Um bom lançamento, sem sombra de dúvidas, e que merece ainda mais atenção por ser disponível para download gratuito pela banda em seu MySpace, ou seja, caro leitor: dê um clique, baixe, ouça e tenha uma boa viagem!

Tracklist:
01. Ad Vindictam
02. Terrorismo nas Ruas
03. Não Há Mais
04. Cadê o Messias
05. Heresia
06. Human Error
07. Thanx God for the Bomb

Formação:
JP – Vocais
Panda Reis – Bateria
Germano – Guitarras
Anão – Baixo

Contatos:
http://www.myspace.com/heresia666oficial
[email protected]
[email protected]

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Gibson: os 50 melhores covers da história do rock

Nirvana: Dave Grohl comenta sobre o funeral de Kurt Cobain


Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia.