Whitesnake: Arrebentando com Steve Vai no Donington

Resenha - Live at Donington 1990 - Whitesnake

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por João Paulo Linhares Gonçalves
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Vamos falar sobre um lançamento que ocorreu há alguns meses atrás, o CD duplo com DVD "Live At Donington 1990", do Whitesnake. Trata-se do show que a banda fez no famoso festival Monsters Of Rock, na época em que tinha em sua formação o grande guitarrista Steve Vai. Com ele, a banda lançou "Slip Of The Tongue" e partiu para uma turnê de divulgação - o show no festival foi o grande ápice da excursão.
1094 acessosJohn Sykes: capa e detalhes de novo disco solo do guitarrista5000 acessosAxl Rose: sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley

A história desta formação começa com a saída de Vivian Campbell (ex-Dio, atualmente no Def Leppard) da banda. Adrian Vandenberg já tinha composto o repertório para o próximo disco da banda junto com Coverdale, mas sofreu uma contusão e ficou com sérias dificuldades de tocar guitarra por um tempo. A ideia da banda, inicialmente, era chamar um novo guitarrista somente para a turnê, mas com o problema de Vandenberg, Coverdale não teve outra alternativa senão chamar um novo membro para manejar o instrumento de seis cordas. O escolhido foi o virtuoso Steve Vai. Vai já tinha uma carreira movimentada àquela altura: ele já tinha participado da banda de Frank Zappa, substituído Yngwie Malmsteen no Alcatrazz e tocado ao lado de David Lee Roth - ah, também fez o filme "Crossroads", ao lado de Ry Cooder. Com tamanho currículo, ele só aumentou as expectativas para o lançamento do sucessor do multiplatinado "Whitesnake", de 1987. Apesar da presença de Steve Vai, "Slip Of The Tongue", lançado no final de 1989, traz mais ou menos a mesma fórmula do anterior, com regravação de clássico antigo ("Fool For Your Loving"), uma baladinha romântica ("The Deeper The Love") e grandes doses do hard rock famoso na época. Claro que a guitarra de Vai trouxe certa diferença, mas não a ponto de mudar a característica marcante deste álbum: o hard rock típico que era praticado na época.

Após o lançamento do disco, a banda cai em turnê. Os shows se iniciaram nos EUA e depois partiram para a Europa, culminando com a participação no grande festival Monsters Of Rock, que acontecia anualmente na Inglaterra (posteriormente, o festival acabou acontecendo em outros países, incluindo o nosso Brasil). Naquele ano de 1990, as bandas escaladas para tocar foram Aerosmith, Poison, Quireboys e Thunder, além do Whitesnake, claro (festival bem hard rock, diga-se de passagem - o grunge iria abalar estas estruturas nos anos seguintes...). O festival, sempre realizado no autódromo de Donington Park, na cidade de Leicestershire, aconteceu no dia 18, terceiro sábado do mês de agosto de 1990.

O repertório do show se concentra nos dois últimos álbuns da banda, já citados acima. Temos apenas duas canções do "Slide It In" (a faixa-título e "Slow An' Easy") e a antigaça "Ain't No Love In The Heart Of The City". A performance da banda é inspirada, parecendo se alimentar da energia das mais de setenta mil pessoas presentes. Claro, o visual da época, de roupas de couro, cabelos grandes armados e muito brilho impera. Steve Vai é um destaque à parte: seu solo extravasa tudo, com guitarra "voando", ele se joga no chão, usa os mais variados modelos de guitarra. Ainda temos duas canções do então recém-lançado "Passion And Warfare", clássico disco da carreira solo de Vai. Outro que se destaca é o baterista Tommy Aldridge, com uma performance fantástica (o belo solo dele foi incluído no show, dentro da canção "Crying In The Rain"). Coverdale tem ótima performance, ainda tinha boa voz na época e tinha mais pique também. Rudy Sarzo e Adrian Vandenberg completam o line up com performances muito boas, em especial o segundo, guitarrista de mão cheia que, segundo a Wikipedia, atualmente se dedica à pintura.

Repertório do show:
CD 1:
1 - "Slip Of The Tongue"
2 - "Slide It In"
3 - "Judgement Day"
4 - "Slow An' Easy"
5 - "Kittens Got Claws"
6 - "Adagio For Strato"
7 - "Flying Dutchman Boogie"
8 - "Is This Love"
9 - "Cheap An' Nasty"
10 - "Crying In The Rain"

CD 2:
1 - "Fool For Your Loving"
2 - "For The Love Of God"
3 - "The Audience Is Listening"
4 - "Here I Go Again"
5 - "Bad Boys"
6 - "Ain't No Love In The Heart Of The City"
7 - "Still Of The Night"

O DVD contém todas as músicas dos dois CDs e também conta com um pequeno documentário (quase 30 minutos) com os bastidores e making of do disco "Slip Of The Tongue", com narração do próprio David Coverdale. Neste documentário podemos ver a banda ensaiando o repertório, no estúdio de gravação com o produtor Mike Clink (produziu Guns N' Roses e Megadeth, dentre outros) e algumas cenas de shows da turnê. A qualidade das filmagens não é boa, e este fato está evidenciado nos créditos. Mas o áudio, tanto nos CDs quanto no DVD, está com boa qualidade.

Formação da banda que se apresentou no show (bandaça!):
David Coverdale - vocais
Steve Vai - guitarra
Adrian Vandenberg - guitarra
Rudy Sarzo - baixo
Tommy Aldridge - bateria
Rick Serate - teclados

Após o show em Donington, a banda fez mais alguns shows e se separou. Coverdale veio com a conversa de que ia dar um tempo do mundo musical, mas foi balela. Já no ano seguinte, ele iniciou as gravações do projeto com Jimmy Page. Mas esta é uma outra história... (quem sabe para outro post...).

Alguns vídeos do show:

"Fool For Your Loving":

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

"Here I Go Again":

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

"Still Of The Night":

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Fique ligado no blog Ripando a História do Rock (http://ripandohistoriarock.blogspot.com). Faremos dois posts de retrospectiva: um dos lançamentos e outro dos shows que rolaram em 2011. Rock and Roll!!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MudançasMudanças
10 bandas que não soam mais como em seus primeiros discos

1094 acessosJohn Sykes: capa e detalhes de novo disco solo do guitarrista0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Whitesnake"

David CoverdaleDavid Coverdale
Como ele soava antes da fama?

WhitesnakeWhitesnake
10 músicas da banda que não trazem "love" na letra

WhitesnakeWhitesnake
As músicas da vida de David Coverdale

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Whitesnake"

Axl RoseAxl Rose
Sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley

Metal ProgressivoMetal Progressivo
Os melhores álbuns do estilo segundo o About.com

ListaLista
As dez melhores músicas para se ouvir na estrada

5000 acessosSkank: banda foi enganada ao participar de programa da Xuxa5000 acessosMarilyn Manson: "perdi tudo por causa de Columbine"5000 acessosDuff sobre Axl: "Ele é só um cara preso a acontecimentos!"5000 acessosLinkin Park: "Perdemos fãs ao longo do caminho intencionalmente"2280 acessosCompact Disc: como e por qual motivo nasceu o revolucionário formato4173 acessosPower Ballads: as 10 maiores de todos os tempos

Sobre João Paulo Linhares Gonçalves

Roqueiro convicto, de carteirinha, desde os treze anos de idade. Já tive diversas bandas preferidas: de Iron Maiden, Metallica e Black Sabbath a The Who, Pink Floyd e Rolling Stones. O heavy metal sempre me atraiu muito, mas o rock praticado nos anos 60 e 70 é fascinante e estou sempre escutando. De vez em quando, dou chance ao punk, rock alternativo, blues, até ao jazz e MPB, pra variar.

Mais matérias de João Paulo Linhares Gonçalves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online