Foghat: nome cultuados entre fãs de hard setentista

Resenha - Foghat - Foghat

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collectors Room
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Foghat é um dos nomes mais cultuados entre os fãs de hard rock setentista. Formado em 1971 em Londres, o grupo surgiu da união de três ex-integrantes do Savoy Brown - o vocalista Lonesome Dave Peverett, o baixista Tony Stevens e o batera Roger Earl - com o ex-Black Cat Bones Rod Price.
960 acessosFoghat: morre o guitarrista Erik Cartwright5000 acessosEurope: toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl Rose

O som do Foghat se diferencia por agregar uma generosa dose de boogie ao hard clássico de suas composições, fator que torna a sua música mais acessível, contagiante e de fácil assimilação a qualquer ouvinte, mesmo os menos inciados. Resumindo: é apertar o play, aumentar o volume e começar a bater o pé e balançar a cabeça.

Essa estréia, batizada apenas como "Foghat", já começa chutando o balde com uma versão matadora de "I Just Want to Make Love to You" de Willie Dixon, aqui transformada em um boogie arrasa-quarteirão. Na sequência temos Rod Price detonando no slide e também sem ele em "Trouble, Trouble", seguida da psicodélica "Leavin´ Again (Again!)", repleta de efeitos.

O disco mantém o alto nível em faixas como o rock de bar "Fool´s Hall of Fame", a ótima "Highway (Killing Me)" (note como essa faixa lembra o que o ZZ Top faria alguns anos mais tarde), a versão para "Maybelline" (clássico de Chuck Berry que ganha generosas doses de peso e energia na releitura do grupo) e a estradeira "A Hole to Hide In", perfeita para pegar o carro e sair sem rumo.

O Foghat alcançaria o seu topo em discos como "Energized" e "Rock and Roll Outlaws" (ambos de 1974), "Fool for the City" (1975) e no clássico "Foghat Live" de 1977, mas sua estréia já dava algumas pistas do que o grupo iria se tornar.

Line-up:
Lonesome Dave Peverett - Vocal
Rod Price - Guitarra
Tony Stevens - Baixo e Backing Vocal
Roger Earl - Bateria

Faixas:
1. I Just Want to Make Love to You - 4:21
2. Trouble, Trouble - 3:20
3. Leavin' Again (Again!) - 3:36
4. Fool's Hall of Fame - 2:58
5. Sarah Lee - 4:36
6. Highway (Killing Me) - 3:51
7. Maybelline - 3:36
8. A Hole to Hide In - 4:06
9. Gotta Get to Know You - 7:43

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

960 acessosFoghat: morre o guitarrista Erik Cartwright0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Foghat"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Foghat"

EuropeEurope
Toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl Rose

PunkPunk
10 músicos que são mais ricos do que você pensa

MetallicaMetallica
Lars é um bom baterista? Mike Portnoy explica

5000 acessosBlack Sabbath: About.com elege os 5 melhores álbuns da banda5000 acessosMetromix: a lista dos vocalistas mais irritantes do rock5000 acessosMegadeth: uma voz escondida em música de 2004 previa a entrada de Kiko na banda?5000 acessosTalento: pra quem tem, a idade é apenas um detalhe5000 acessosCapas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da história3341 acessosNoisecreep: os 10 melhores álbuns duplo do rock

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online