Resenha - Dissonicos - Dissonicos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

Brasília além de ser a capital do nosso amado país ainda nos presenteou com bandas de expressão no cenário nacional. Legião Urbana e Capital Inicial são alguns exemplos disso. E como a Legião foi formada das cinzas do Aborto Elétrico, banda de essência punk, não é de estranhar que outras bandas sigam o mesmo caminho, trilhando o estilo dos três acordes e muita energia. É o caso do Dissonicos, que lança em 2006 este DEMO enquanto finaliza seu primeiro trabalho de estúdio.

publicidade

A julgar por "Use-Me" a banda bebeu altos goles na fonte que gerou filhos como Rancid e No Use For A Name, com bons coros a lá Clash, com ótimo resultado. "Eu Não Sei Dançar" é o típico punk rock de festa, que põe todo mundo para bater cabeça, enquanto que "Minha Ex" tem alguns flertes com o rock, mas bem discretamente, e "Confusão" lembra muito as bandas punk do movimento "OI!", que trouxe nomes importantes como o Toy Dolls (que nem pertencia ao dito-cujo, mas foi colocado no mesmo).

publicidade

A banda tem futuro, e agora é cair na estrada e lançar o primeiro CD. Parabéns à galera do Dissonicos.

Formação:
Alvaro Dutra – Guitarras/Vocais
César Pirata – Baixo/Vocais
Delton Porto – Bateria/Vocais

Contato:
http://www.myspace.com/dissonicos
Email: [email protected]

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Os Trapalhões: uma homenagem ao Heavy Metal em 1985Os Trapalhões
Uma homenagem ao Heavy Metal em 1985

Cinco contra um?: Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcouCinco contra um?
Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin