Resenha - Alive'95 - Gamma Ray

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

8


Em 1995 o Gamma Ray lançou aquele que por muitos ainda é considerado um de seus melhores álbuns (na opinião deste que vos escreve o segundo melhor, depois do magnífico "Powerplant"): "Land Of The Free". A banda, que além de Kai Hansen e Dirk Schlachter (nesta época na guitarra), contava com Jan Rubach no baixo e Thomas Nack na bateria, fez uma turnê bem extensa, e registrou partes dessa turnê no que viria a ser este "Alive´95" (que chegou a ser editado no Brasil, como CD duplo, sendo o segundo disco todo gravado de shows anteriores com Ralph Scheepers nos vocais). Era a primeira turnê de Hansen re-assumindo o posto de vocalista/guitarrista, e foi curioso ver como ele se sairia em temas interpretados por um vocalista excepcional como Ralph (o Primal Fear que o diga).

Iniciando com "Land Of The Free", nota-se de cara que Kai tem um vocal limitado, mas inteligente (bem mais seguro do que em seus tempos de Helloween), o que é ratificado por "Man On A Mission" e a excelente "Rebellion In Dreamland" (aonde as guitarras de Kai e Dirk se destacam – aliás... Dirk vem ao longo dos anos se mostrando um músico imprescindível para o Gamma Ray). As derrapadas ficam por conta de "Space Eater" (de "Heading For Tomorrow), que realmente não se encaixou nos vocais de Kai e por "Future World" (do Helloween), aonde Kai bem que tenta, mas não se sai tão bem quanto poderia (hoje ele canta bem melhor, mas se passaram 10 anos e Kai Hansen não é o que é a toa).

publicidade

E o CD, re-lançado pela Century Media em versão simples, ainda reserva algumas surpresas, como "Tribute To The Past" (de "Insanity And Genius") e "Ride The Sky" (imortalizada no "Wallz Of Jericho", e presença obrigatória em vários shows da banda), além das boas "Abyss Of The Void" e "Heal Me". Faltaram músicas? Faltaram... mas este foi o registro de uma banda que se hoje é um dos ícones do heavy metal germânico, há dez anos atrás já era um nome fortíssimo na cena.

publicidade

Obrigatório para fãs, e para admiradores do metal em geral. Talvez você ache "Skeletons In The Closet" um CD mais interessante, mas "Alive´95" não faz feio.

Site Oficial: http://www.gammaray.com

12 faixas – Duração: 64min e 37seg.

Century Media – 2005 (Nacional)




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Covers: alguns dos mais legais feitos por bandas de MetalCovers
Alguns dos mais legais feitos por bandas de Metal

Metal Alemão: as 10 melhores bandas segundo o About.comMetal Alemão
As 10 melhores bandas segundo o About.com


Chris Cornell: ele não dava sinais de que se mataria, diz esposaChris Cornell
Ele não dava sinais de que se mataria, diz esposa

Slipknot: veja a evolução das máscaras de cada integrante da estreia aos dias atuaisSlipknot
Veja a evolução das máscaras de cada integrante da estreia aos dias atuais


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin