Resenha - Alive'95 - Gamma Ray

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Em 1995 o Gamma Ray lançou aquele que por muitos ainda é considerado um de seus melhores álbuns (na opinião deste que vos escreve o segundo melhor, depois do magnífico "Powerplant"): "Land Of The Free". A banda, que além de Kai Hansen e Dirk Schlachter (nesta época na guitarra), contava com Jan Rubach no baixo e Thomas Nack na bateria, fez uma turnê bem extensa, e registrou partes dessa turnê no que viria a ser este "Alive'95" (que chegou a ser editado no Brasil, como CD duplo, sendo o segundo disco todo gravado de shows anteriores com Ralph Scheepers nos vocais). Era a primeira turnê de Hansen re-assumindo o posto de vocalista/guitarrista, e foi curioso ver como ele se sairia em temas interpretados por um vocalista excepcional como Ralph (o Primal Fear que o diga).

Separados no nascimento: Paul Stanley e Ioná MagalhãesSlayer: fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda

Iniciando com "Land Of The Free", nota-se de cara que Kai tem um vocal limitado, mas inteligente (bem mais seguro do que em seus tempos de Helloween), o que é ratificado por "Man On A Mission" e a excelente "Rebellion In Dreamland" (aonde as guitarras de Kai e Dirk se destacam - aliás... Dirk vem ao longo dos anos se mostrando um músico imprescindível para o Gamma Ray). As derrapadas ficam por conta de "Space Eater" (de "Heading For Tomorrow), que realmente não se encaixou nos vocais de Kai e por "Future World" (do Helloween), aonde Kai bem que tenta, mas não se sai tão bem quanto poderia (hoje ele canta bem melhor, mas se passaram 10 anos e Kai Hansen não é o que é a toa).

E o CD, re-lançado pela Century Media em versão simples, ainda reserva algumas surpresas, como "Tribute To The Past" (de "Insanity And Genius") e "Ride The Sky" (imortalizada no "Wallz Of Jericho", e presença obrigatória em vários shows da banda), além das boas "Abyss Of The Void" e "Heal Me". Faltaram músicas? Faltaram... mas este foi o registro de uma banda que se hoje é um dos ícones do heavy metal germânico, há dez anos atrás já era um nome fortíssimo na cena.

Obrigatório para fãs, e para admiradores do metal em geral. Talvez você ache "Skeletons In The Closet" um CD mais interessante, mas "Alive'95" não faz feio.

Site Oficial: http://www.gammaray.com

12 faixas - Duração: 64min e 37seg.

Century Media - 2005 (Nacional)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Gamma Ray"


Anos 90: 10 shows pouco comentadosAnos 90
10 shows pouco comentados

Derek Riggs: Top 10 das capas mais bonitas longe do Iron MaidenDerek Riggs
Top 10 das capas mais bonitas longe do Iron Maiden

Kai Hansen: escolhendo as dez maiores bandas de metal da AlemanhaKai Hansen
Escolhendo as dez maiores bandas de metal da Alemanha


Separados no nascimento: Paul Stanley e Ioná MagalhãesSeparados no nascimento
Paul Stanley e Ioná Magalhães

Slayer: fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela bandaSlayer
Fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda

Joey Ramone: em 1989 falando de Metallica, AC/DC e GN'RJoey Ramone
Em 1989 falando de Metallica, AC/DC e GN'R

Phil Anselmo: mandou um White Power mas nega ser racistaPhil Anselmo
Mandou um "White Power" mas nega ser racista

Capas de álbuns: 30 das piores artes da históriaCapas de álbuns
30 das piores artes da história

Slipknot: Corey Taylor revela qual o pior emprego que ele teveSlipknot
Corey Taylor revela qual o pior emprego que ele teve

Dane-se Bruce Dickinson: Simone Simons no metrô é muito melhorDane-se Bruce Dickinson
Simone Simons no metrô é muito melhor


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adGooILQ