Matérias Mais Lidas

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagemO álbum do The Who que Roger Daltrey achou "uma m*rda completa

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemPink Floyd: Suas 10 músicas mais subvalorizadas, segundo a What Culture

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemMax Cavalera diz quais foram os dois discos mais difíceis que já gravou

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemAndreas Kisser conta quais os dez álbuns que mudaram a sua vida

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs


Airbourne 2022

Resenha - Hootie and The Blowfish - Hootie and The Blowfish

Por Rodrigo Simas
Em 11/07/03

Nota: 6

Os americanos do "Hootie and Blowfish" conseguiram chegar ao mega estrelato com seus dois primeiros CDs, "Cracked Rear View" e "Fairweather Johnson", que alcançaram mais de 20 milhões de cópias vendidas, só nos EUA. Depois disso a banda deu uma acalmada e lançaram dois CDs que agradaram os fãs, mas não conseguiram obter o sucesso de venda dos anteriores.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com um som calcado no pop-rock com influências de country e folk, e depois de 4 anos sem lançar nada inédito, este auto entitulado "Hootie And The Blowfish" traz o clássico som da banda de volta.

Infelizmente o disco não traz nada que realmente seja melhor do que seus outros lançamentos, e acaba caindo na mesmice. Logicamente há momentos excelentes, sempre auxiliados pelos vocais brilhantes de Darius Rucker (um show à parte), que salva grande parte das composições do CD.

Os destaques ficam com a ótima (a melhor) "Little Brother", a primeira "Deeper Side" (totalmente Hootie!!!), as bonitas "I´ll Come Running" e "Tears Fall Down", e a rock’n’roll "Go And Tell Him".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ahhh... o CD traz uma faixa escondida, chamada "Alright", que se revela uma das melhores e lembra bastante o que a banda fazia na época do maravilhoso "Musical Chairs".

Um bom disco, mas que acaba passando desapercebido no meio de um ano com tantos lançamentos acima da média.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre

Mais matérias de Rodrigo Simas.