Resenha - Prefácio - Holy Fire

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr
Enviar Correções  

8


Mesmo sendo formada no não tão longínquo ano de 2000, a banda de Americana (SP) Holy Fire, já tem no mercado um single lançado, e agora, este ‘debut’ intitulado "Prefácio". Para quem não conhece esta banda, o Holy Fire é praticante de um hard rock com diversas influências do rock básico, mas também do heavy metal. As letras em português e ainda a temática "white" fazem o diferencial no som do grupo formado por Lucão (vocal), David Cruz (guitarra), Arilson Cunha (baixo), Tuto (teclado) e Will (bateria). Já com um certo reconhecimento na cena underground local, a banda não perdeu tempo e investiu toda a sua vontade no lançamento deste seu primeiro álbum, que mesmo sendo lançado de forma totalmente independente, foi prensado e lançado de forma profissional, como qualquer CD que você encontra por aí, nas lojas.

publicidade

Não tem como deixar de citar a perfeita produção presente em "Prefácio", pelo fato da boa gravação; mixagem e masterização elaboradas em pouco mais de um mês – de julho a agosto de 2002. Mas de nada adiantaria termos em mãos um material tão bem produzido se não houvesse uma boa banda em ação, em músicas tão boas quanto. Pena que o CD não possui apenas ótimas músicas, mas a banda realmente merece destaque. O vocalista Lucão possui um timbre realmente interessante ao hard rock da banda, pela sua voz grave, que caiu perfeitamente em contraponto às linhas de teclado. Mesmo possuindo músicas mais rock, os guitarristas conseguem exprimir muito bem todo o peso característico do heavy metal.

publicidade

Falando das músicas, "Prefácio" possui algumas realmente cativantes e pesadas, como o caso de "Mar de Vidro", a faixa título, e ainda a última música do álbum, "Dois Sentidos". Até aí tudo bem, e até é aceitável, por exemplo, as músicas "Decisão" e "Liberdade", que unem o peso do rock a algumas melodias mais pop nos respectivos refrões. Há até neste trabalho uma música que começa investindo em melodias mais blues e passa ao seu final com algumas linhas mais rap – a música "Cantor 3". Das baladas presentes no álbum, "Golgota" é a melhor, por misturar climas bem leves de piano com algumas passagens pesadas de guitarra... Está nesta música uma das melhores letras do álbum!

publicidade

Para que o próximo álbum tivesse um impacto maior, acho importantíssimo a banda definir apenas um estilo entre o pop rock e metal, e investir as suas músicas por completo nesta escolha. Um álbum como "Prefácio", que varia entre estes estilos citados, pode não cair ao agrado de um fã não tão eclético – seja ele de metal, hard rock ou do rock mais simples. Ah, também seria legal a banda dar uma revisada quanto ao seu nome, já que o Rio Grande do Sul possui uma banda homônima, já de certo reconhecimento a nível "metálico" nacional...

publicidade

Formação:
Lucão (vocal);
David Cruz (guitarra);
Arilson Cunha (baixo);
Tuto (teclado);
Will (bateria).

Site oficial: www.holyfire.com.br

Track-list:
01. "Intro" (1:15)
02. "Mar de Vidro" (4:51)
03. "Prefácio" (5:07)
04. "Decisão" (3:48)
05. "Cantor 3" (4:19)
06. "Liberdade" (3:12)
07. "Golgota" (5:24)
08. "Grito de Verdade" (4:03)
09. "Nação" (3:43)
10. "Tudo Fez por Nós" (3:52)
11. "Ide" (2:04)
12. "Dois Sentidos" (4:08)

publicidade

Tempo total: 45:48




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Lista: 50 discos de rock e metal sem uma única música fracaLista
50 discos de rock e metal sem uma única música fraca

Jethro Tull: a fúria de Ian Anderson pra cima do Led ZeppelinJethro Tull
A fúria de Ian Anderson pra cima do Led Zeppelin


Sobre Paulo Finatto Jr

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin