Resenha - Past Lives - Black Sabbath

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

9


É difícil ouvir esse cd e não sentir o cheiro de um bom caça níqueis. Aproveitando que o Sabbath está de molho (se é permanente só o tempo dirá), e que seus integrantes (principalmente OZZY) se dedicam a projetos solo, a gravadora Sanctuary lança um cd duplo contendo gravações feitas entre 1970 e 1972, em sua maioria, a fase de ouro do Sabbath, com Ozzy, Iommi, Butler, Ward, em forma, detonando vários clássicos. Seria apenas uma forma de juntar mais uns cobres? Ou uma boa inciativa de lançar gravações antigas de uma banda fundamental para o heavy metal?

publicidade

Ouvindo o primeiro cd, a impressão de caça níqueis se reforça, pois o mesmo não passa do cd "Live at Last" (lançado no Brasil pela Abril Music a preço camarada) remasterizado. Porém.... que cd. As versões são matadoras e o Sabbath mostra porque com Ozzy os shows eram sempre bombásticos. Clássicos como "Tomorrow’s Dream", "Children of the Grave", "Snowblind", "War Pigs" e a mais matadora versão de "Paranoid" já lançada ao vivo pelo quarteto fazem o "Reunion" ficar no chinelo, além das surpreendentes "Cornucopia" e "Wicked World". É um grande cd, sem dúvida, mas fica aquela dúvida: porque não procurar outro show?

publicidade

Já o segundo cd traz gravações feitas "durante os anos 70" (como reza o encarte), mais precisamente de 1970 a 1972. O grande problema é que a diferença entre as qualidades da gravação de cada música, por serem de shows diferentes, ficou muito evidente. Algumas estão com produção razoável, enquanto que outras ficaram bem aquém do que se espera de um lançamento oficial do Black Sabbath, mas de qualquer maneira é revigorante ouvir "Black Sabbath", "NIB", "Symptom of the Universe", "Iron Man" e as mágicas "Behind the Wall of Sleep" e "Fairies Wear Boots" executadas pelo quarteto em plena forma. Até os erros de Ozzy eram mais legais, assim como sua voz mais afinada. A guitarra de Iommi era perfeita e a cozinha de Geezer e Bill Ward massacrante.

publicidade

O grande problema deste cd, que possui um encarte altamente informativo e cheio de fotos interessantíssimas é que se você possuir o cd "Live at Last" e algum pirata do Sabbath anos 70 pode esbarrar com quase 50% do material aqui apresentado. Mas que ficou tudo muito bem feito não há como negar.

A conclusão: sim... é um caça níqueis.... vai vender bem... afinal é o Sabbath dando show numa época aonde os caras detonavam mais do que podiam (Ozzy até hoje sofre com isso)... mas esse caça níqueis vale umas apostas... pode comprar sem medo.

publicidade

Lançado nos Eua / Europa pela Sanctuary/Divine Records.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Black Sabbath: todos os discos da banda, do pior para o melhor, segundo a KerrangBlack Sabbath
Todos os discos da banda, do pior para o melhor, segundo a Kerrang

Sai, capeta: 10 bandas que foram classificadas como satanistas (porém, não são)Sai, capeta
10 bandas que foram classificadas como satanistas (porém, não são)

Eddie Van Halen: Eu amo sua música, e sempre amarei, disse Brian MayEddie Van Halen
"Eu amo sua música, e sempre amarei", disse Brian May

Black Sabbath e Pink Floyd: Tony Iommi e Nick Mason gravam música juntosBlack Sabbath e Pink Floyd
Tony Iommi e Nick Mason gravam música juntos

Black Sabbath: o solo de Eddie Van Halen que Tony Iommi não conseguiu tocarBlack Sabbath
O solo de Eddie Van Halen que Tony Iommi não conseguiu tocar

Black Sabbath: Iommi revela que odiava solo de Paranoid e explica motivoBlack Sabbath
Iommi revela que odiava solo de "Paranoid" e explica motivo

Black Sabbath: bonequinho da bruxa da capa do disco de estreiaBlack Sabbath
Bonequinho da "bruxa" da capa do disco de estreia

Black Sabbath: Briga sangrenta com skinheads quase cancelou gravação do ParanoidBlack Sabbath
Briga sangrenta com skinheads quase cancelou gravação do Paranoid

Black Sabbath: Ian Gillan diz que estava bêbado quando aceitou entrar para a bandaBlack Sabbath
Ian Gillan diz que estava bêbado quando aceitou entrar para a banda

Black Sabbath: Edição comemorativa luxuosa de Paranoid é lançadaBlack Sabbath
Edição comemorativa luxuosa de Paranoid é lançada


Lista: álbuns de rock e metal lançados em 1980Lista
álbuns de rock e metal lançados em 1980

Zakk Wylde: Black Sabbath com o Dio não é Black SabbathZakk Wylde
"Black Sabbath com o Dio não é Black Sabbath"


G.G. Allin: o extremo dos extremosG.G. Allin
O extremo dos extremos

Rob Halford: Ninguém escolhe ser GayRob Halford
"Ninguém escolhe ser Gay"


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin