Resenha - MTV ao Vivo - Planet Hemp

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Simas
Enviar correções  |  Ver Acessos


Após sofrer mudanças na banda, o Planet Hemp dá a volta por cima voltando as raízes e lança esse MTV AO VIVO, gravado em Sampa, no Direct TV Music Hall no dia 16/05/2001. Agora contando com uma formação bem simples, com Marcelo D2 (vocais), BNegão (vocais), Formigão (baixo), Rafael (guitarra) e Pedrinho (bateria) o som está bem mais cru, sem frescuras, mais pesado e com muito mais energia.

Sounds Entertainment: as 100 melhores músicas do Heavy MetalContra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay Area

É nesse clima que foi gravado o show que conta com as já clássicas "Legalize Já", "Queimando Tudo" e "Mantenha o Respeito". Logicamente em alguns momentos a porrada come literalmente, com vocais nervosíssimos de BNegão e D2, como em "Phunky Buddha", "Raprockandrollpsicodeliahardcoreragga" e "HC3".

Como sempre suas músicas, em 99% dos casos ligadas à maconha (e algumas outras à violência do Rio de Janeiro, rendendo letras interessantes), fazem com que o Planet Hemp crie muita polêmica, e com certeza absoluta é isso que eles querem. O importante é que sua música, para a proposta, é muito boa e o repertório deste lançamento é excelente.

A platéia participa ativamente durante as 17 faixas e se você gosta da banda nem pense duas vezes em comprar esse CD que além de todas músicas já citadas ainda traz as ótimas "Zerovinteum" e "Dig Dig Dig (hempa)" e uma gravação/ produção impecáveis, mostrando mais uma vez que a iniciativa da MTV em fazer esses "AO VIVO" é muito válida.

Tão dizendo que o Planet Hemp faz apologia as drogas... é mentira, tchu tchu, é mentira...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Planet Hemp"


Sounds Entertainment: as 100 melhores músicas do Heavy MetalSounds Entertainment
As 100 melhores músicas do Heavy Metal

Contra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay AreaContra Costa Times
Os 25 melhores guitarristas da Bay Area

Lars Ulrich: As mulheres da vida do bateristaLars Ulrich
As mulheres da vida do baterista

História do rock: Sexo bizarro, drogas, mortes e outros boatosHistória do rock
Sexo bizarro, drogas, mortes e outros boatos

Excessos: como os rockstars gastam os seus milhõesExcessos
Como os rockstars gastam os seus milhões

Musical Box: A história do órgão Hammond e das caixas LeslieMusical Box
A história do órgão Hammond e das caixas Leslie

Smashing Pumpkins: Corgan revela o que fazer com tempo que lhe restaSmashing Pumpkins
Corgan revela o que fazer com tempo que lhe resta


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre Rodrigo Simas

Mais matérias de Rodrigo Simas no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336