Resenha - Killbox 13 - OverKill

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


O OverKill segue na mesma... linha destruidora de sempre!!! Vinte anos de carreira, e "Killbox 13" soa como o trabalho de uma banda madura que reestréia a cada álbum. Poucas mudanças e, vale lembrar, não apenas no estilo, como igualmente na incrível intensidade passada e nas patadas faixa-a-faixa.

Top 5 Metallica: About.com elege os cinco melhores álbunsIron Maiden: quinze canções que definem a banda

A voz de Bobby 'Blitz' Ellsworth é clássica. Ele está no 'hall' daqueles únicos, dos quais você pode até duvidar da técnica, porém nunca irá se perguntar: "será que é ele mesmo cantando?". É e ponto final. Assim como seu mais antigo companheiro, D. D. Verni, encapetado, mesmo posando de "sacristão da catedral milanesa" no encarte.

"Damned" é uma porretada de qualidade que o OverKill não proporcionava há tempos. De levantar da cadeira os travados em "Taking Over" (1987). As últimas três músicas do disco também não ficam pra trás. Tim Mallare golpeia a bateria incessantemente e Dave Linsk e Derek Tailer acompanham-no com simples e ótimos riffs, solos, pontes, etc. Excelente dupla!

"Until I Die" é mais um caso a ser considerado aparte. Levadas acima daquilo esperado por qualquer fã, clima tenebroso, e, adivinhem... pancada de novo, como o OverKill fez, faz, e sempre fará!

Cadências e refrões como o de "No Lights" e "The One", levemente variadas do tradicional do conjunto, podem irritar os radicais seguidores. Agora, sinceramente, se alguém reclamar de "Killbox 13", com este som maravilhoso e estas composições soberbas, então adote os dizeres da própria banda, e mande um sonoro "Fuck You" ... ... ... "...And Then Some".

Site Oficial: http://www.wreckingcrew.com

Formação:
Bobby Blitz Ellsworth (Vocais)
Dave Linsk (Guitarras)
Derek Tailer (Guitarras)
D. D. Verni (Baixo)
Tim Mallare (Bateria)

Lançado pela Spitfire Records - 2003




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Overkill"


Anitta: será que a cantora é fã do Overkill?Anitta
Será que a cantora é fã do Overkill?

Guitar World: 11 Álbuns Essenciais do Thrash MetalGuitar World
11 Álbuns Essenciais do Thrash Metal

Notas altas: as dez mais impressionantes do Heavy MetalNotas altas
As dez mais impressionantes do Heavy Metal


Top 5 Metallica: About.com elege os cinco melhores álbunsTop 5 Metallica
About.com elege os cinco melhores álbuns

Iron Maiden: quinze canções que definem a bandaIron Maiden
Quinze canções que definem a banda

Whiplash.Net: Por que o site republica matérias antigas?Whiplash.Net
Por que o site republica matérias antigas?

Rolling Stone: as 10 melhores bandas de Heavy MetalRolling Stone
As 10 melhores bandas de Heavy Metal

Humor: o que os fãs de rock pedem para beber em um bar?Humor
O que os fãs de rock pedem para beber em um bar?

Slipknot: como a banda roubou o seu primeiro álbum do estúdioSlipknot
Como a banda roubou o seu primeiro álbum do estúdio

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1991Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1991


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336