Matérias Mais Lidas

imagemO dia que Ivete Sangalo arrasou cantando Slayer com João Gordo na TV aberta

imagemO dia que Digão assistiu ensaio da Legião Urbana sem saber que era a banda

imagemOs curiosos dois significados da expressão "Eu quero ver o oco", segundo Digão

imagemA hilária crítica de Roberto Frejat contra fala cheia de "pretensão" do Bon Jovi

imagemGuitarrista Brian Ray conta como é ter Paul McCartney como patrão

imagemO impagável apelido que Andre Matos deu a Luis Mariutti por sua pontualidade

imagemO malévolo King Diamond registra encontro com Michael Sweet, ícone do rock cristão

imagemOs Raimundos traíram os Titãs? Sérgio Britto comenta e conta a versão dele

imagemAerosmith cancela segundo show após Steven Tyler adoecer

imagemO Metallica não tem mais o que provar, muito menos algo novo para oferecer

imagemRegis Tadeu explica porque Sandy não deve cantar músicas do Metallica

imagemAmazon: Smartphones, notebooks, CDS, Vinil, e livros em promoção e com frete grátis

imagem"Houve muita escuridão em minha vida", afirma James Hetfield

imagemCinco discos de heavy metal para ouvir sem pular nenhuma faixa

imagemTimo Tolkki diz que novo álbum do Stratovarius é o melhor da banda após sua saída


Samael Hypocrisy
Stamp

Megadeth: "Symphony of Destruction" e suas curiosidades

Por Fabrício de Castilho
Fonte: Deja Vu Do Rock
Postado em 25 de março de 2020

Lançado em 1992, o single "Symphony of Destruction" do Megadeth é a segunda faixa do quinto álbum de estúdio da banda o "Countdown to Extinction".

A faixa fala sobre ditaduras, líderes políticos e organizações poderosas que nos controlam, mostrando como várias pessoas são afetadas negativamente por políticos que elas mesmas defendem.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No refrão Mustaine usa o famoso conto do flautista de Hamelin para descrever como somos guiados cegamente por um governos corrupto, porém, ao invés do canto de uma flauta, este governo executa uma verdadeira sinfonia da destruição.

É muito interessante essa simbologia usada por mustaine pois o conto do flautista de Hamelin também discorre sobre corrupção.

Pra quem não conhece, a história se passa na cidade de Hamelin ( Alemanha) e narra o sofrimento de seu povo devido a enorme quantidade de ratos que tomava conta da pequena cidade, invadindo casas, praças e mercados. Até o dia em que um estranho flautista aparece dizendo ser capaz de acabar com todo aquele sofrimento, tudo em troca de um pouco de ouro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Desesperados, os governantes de Hamelin fecham um acordo com o flautista, uma moeda de ouro para cada rato que o músico pegar. O homem aceita o acordo, pega sua flauta e hipnotiza todos os ratos da cidade, afogando-os no Rio Weser. Porém, apesar de obter sucesso, o povo de Hamelin se recusa a pagar o Flautista.

Semanas depois, o musico volta e toca sua flauta novamente, porém desta vez hipnotizando todas as crianças de Hamelin, cento e trinta meninos e meninas foram enfeitiçados e trancados pelo flautista em uma caverna.

A inspiração para a faixa veio depois que Dave Mustaine assistiu ao filme "Sob o domínio do mal" de 1962.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O filme se passa perto do fim da Guerra da Coreia e mostra um pelotão dos EUA sofrendo lavagem cerebral pelos Russos e Chineses.

Uma curiosidade interessante é o som de abertura da música, esse som e a junção de uma orquestra afinando seus instrumentos e um breve trecho de "Offertorium, Domine Jesu Christe" do Réquiem composto por Wolfgang Amadeus Mozart.

Assista o vídeo abaixo e confira mais detalhes desta brilhante faixa:

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Summer Breeze


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ex-guitarrista do Exodus diz que Dave Mustaine é o padrinho do thrash metal

Cinco músicos que nunca voltarão para as bandas que os consagraram

Megadeth: dez curiosidades interessantes sobre a banda de Dave Mustaine

Bandas de heavy metal que lançaram discos em cinco décadas diferentes

Rock And Run: 20 músicas para deixar sua corrida mais animada

Os 25 melhores álbuns de 2022, em lista da Revolver Magazine

A inesperada música que Dave Mustaine considera uma das melhores do Megadeth

Dave Mustaine diz que não ouve Metallica nem sabe os nomes das músicas

Dave Mustaine conta que o número 13 o persegue há muito tempo

Dave Mustaine afirma que tomou calote do Metallica por músicas de "Kill 'Em All"

Dave Mustaine gostaria que Metallica organizasse nova tour do Big Four

O baterista Nick Menza pensou em ser guitarrista do Limp Bizkit

Lista: 10 ótimas músicas lançadas no segundo semestre de 2022

Discussão sobre direitos autorais impediu projeto que reuniria Mustaine e Hetfield

Dave Mustaine cutuca ex-integrantes diz que não é maníaco por controle

Slash: gravadora barrou parceria com Steven Tyler

Dia do Professor: dez discos que são verdadeiras aulas de heavy metal

Megadeth: Ellefson diz que se não tocar músicas antigas, pode ser que ninguém mais as ouça

Bateristas: os dez músicos mais loucos de todos os tempos

Iron Maiden: "pequena falha" em outdoor na Russia em 2011


Sobre Fabrício de Castilho

Nascido em 29 de novembro de 1980 na cidade de Pindamonhangaba, estudou musica durante 2 anos na FASC. Durante a juventude esteve de forma ativa no cenário metálico do vale, fazendo parte do projeto MAD METAL, que dispunha de um programa de radio que também era exibido online, além de um programa de TV chamado VALE METAL exibido pela TV Vivax de Taubaté. Como músico Fabrício tocou no Brasil todo com a banda STEELGODS e gravou a demo "The First Demo Album". Fabrício também participou durante três anos como vocalista das bandas EXCALIBUR e SPACECRAFT. Atualmente Fabrício leciona aulas Particulares de Baixo, violão e canto.

Mais matérias de Fabrício de Castilho.