Especial 8 de março: mulheres no Rock and Roll e no Heavy Metal - Parte 1

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

O Dia Internacional da Mulher é comemorado todo dia 8 de março. A data simboliza a luta da mulher pela igualdade de direitos, e foi instituída em 1975. Porém, desde o início do Século XX, manifestações organizadas por mulheres foram o embrião da data, comemorada em mais de uma centena de países.

Planno D: 10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)As novas caras do metal: + 40 bandas que você deve conhecer

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Por mais que a luta continue, é inegável que a desigualdade ainda é muito grande em inúmeras esferas da sociedade. No mundo da arte, as coisas não são muito diferentes, com ênfase na música pesada, já que a maioria esmagadora das bandas conta com homens em sua formação, cortesia de um universo onde predomina o machismo, o conservadorismo e diversas outras formas de preconceito e intolerância.

Para a nossa sorte, de tempos pra cá, o cenário vem mudando, e já não é mais nenhuma surpresa ver bandas com mulheres em suas formações. Antes de tudo, é bom deixar claro que elas sempre estiveram presentes nas bandas (e na plateia dos shows), mas nas últimas duas décadas, principalmente, o número de bandas com mulheres cresceu muito, o que é muito bom, já que uma das funções do metal é unir, e jamais segregar.

Confira abaixo algumas das mulheres que fazem parte do universo do rock and roll e heavy metal!

Joan Jett: seja ao lado da banda Runaways, seja em sua carreira com a banda Joan Jett & the Blackhearts, a guitarrista e vocalista é uma das mulheres mais importantes e emblemáticas da historia do rock, por conta de suas músicas e de sua atitude.

Janis Joplin: conhecida como a "Rainha do Rock and Roll", assombrou o mundo com sua voz única e suas canções, carregadas de emoção. Infelizmente, a sua maravilhosa carreira foi interrompida de forma abrupta, quando ainda tinha 27 anos.

Mesmo com uma carreira relativamente curta, conseguiu gravar seu nome como uma das maiores e mais influentes mulheres da historia da música.

Tina Turner: uma lenda viva, Tina Turner é uma das intérpretes mais famosas a surgir no mundo do rock. Além de um vozeirão, Tina sempre fez apresentações memoráveis ao vivo, além de ter emplacado inúmeros sucessos nos anos 1980.

Dolores O'Riordan: uma das vozes mais doces do rock, Dolores O'Riordan foi a "capitã" do Cranberries, banda irlandesa que fez muito sucesso desde os anos 1980, com os hits "Linger", "Zombie", "Ode To My Family", "Animal Instinct", e "Promises".

No dia 15 de janeiro de 2018, morreu aos 46 anos, ao se afogar em uma banheira após intoxicação alcoólica.

Doro Pesch: a Rainha do Metal não poderia faltar nesta lista. Doro foi uma das primeiras mulheres a desbravar o universo das guitarras distorcidas. Tanto com o Warlock quanto em sua carreira solo, se firmou como uma das mulheres mais importantes do metal

Lita Ford: a grande Lita também foi integrante da banda Runaways,e após a dissolução do grupo, partiu para a carreira solo. Apesar dos altos e baixos e de alguns períodos de hiato, se consolidou como uma lenda da música pesada.

Anneke van Giersbergen: durante os anos 1990, o metal foi presentado com um "boom" de bandas com vocal feminino. Uma dessas bandas foi a holandesa "The Gathering", que contou com a excelente Anneke van Giersbergen, que além de vocalista, também toca guitarra e piano.

Com sua voz versátil, Anneke ajudou a abrir muitas portas para a mulher no universo heavy metal. Anneke, além de ser uma excelente compositora, é extremamente carismática e produtiva, colecionando inúmeras participações em trabalhos de artistas renomados.

Nervosa: contando atualmente com Fernanda Lira (baixo/vocal), Prika Amaral (guitarra) e Luana Dametto (bateria), a banda brasileira de thrash/death metal é um dos maiores orgulhos da cena nacional.

Além de ter feito um show inesquecível no Rock In Rio 2019, a banda vai participar do Wacken 2020, o que prova como o trabalho árduo da banda vem sendo reconhecido.

Para quem está pronto para falar que faltou essa ou aquela banda, fique tranquilo, afinal, em breve você poderá ler a parte 2.


Especial 8 de março: mulheres no Rock and Roll e no Heavy Metal - Parte 2Especial 8 de março
Mulheres no Rock and Roll e no Heavy Metal - Parte 2




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Matérias


Planno D: 10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)Planno D
10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)

As novas caras do metal: + 40 bandas que você deve conhecerAs novas caras do metal
+ 40 bandas que você deve conhecer


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor