Metallica: As três belas faces da clássica "The Unforgiven"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

Se você vive no Planeta Terra, a chance de você já ter ouvido Metallica é grande. Caso você tenha ouvido apenas uma música, é bem provável que tenha sido "The Unforgiven", que divide com "Nothing Else Matters" e "Enter Sandman" o título de cancão mais conhecida da banda, tanto dentro quanto fora do círculo do metal. O texto vai falar sobre a primeira dessas músicas, que não tem uma, nem duas, mas três partes.

Saúde: bater cabeça pode causar danos ao cérebroÁlbuns ao vivo: 10 grandes registros da história do rock

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"The Unforgiven"

Lançada em 1991, a quarta faixa do magnífico álbum que leva o nome da banda. Uma balada pesada e muito triste. O início com o barulho quase ensurdecedor que lembra o de um trem chegando, a introdução no violão e o riff que dá um clima de faroeste/drama tornam os primeiros segundos da música em algo épico.

A voz de James, carregada de ódio e emoção, cai como uma luva em uma música que conta a batalha de alguém que vive em conflito interno por não conseguir ser quem é e vive para agradar quem vive o julgando. O refrão da música é um dos mais cantados e executados em rádios nos anos 1990.

O solo, que mistura feeling com instrumentos de orquestra, é maravilhoso, e seu final é um dos momentos mais emocionantes da carreira da banda.

"The Unforgiven II"

A segunda parte da música é uma das poucas coisas que se salva no pavoroso "Reload", de 1997. O clima épico da primeira parte passa longe de sua sequência, que mais se parece com um hit radiofônico de alguma banda metida a malvada do final daquela década.

Existe um clima melancólico por trás da música, que fala de sentimentos como medo, amor, cumplicidade e solidão, causada por um coração que não consegue confiar em ninguém. Apesar de ser uma ótima canção, nem de longe lembra o impacto causado pela primeira.

"The Unforgiven III"

A mais longa das três partes, "The Unforgiven III" foi lançada no "Death Magnetic" (2008), que ajudou a banda a se redimir com os fãs.

A introdução tensa e os instrumentos de orquestra lembram UM POUCO a pompa da primeira parte da música. Liricamente falando, trata de alguém com muitos medos e conflitos internos que decidiu embarcar na pesada jornada de descobrir a si mesmo, mas que ainda tem muitos questionamentos e precisa de uma direção.

Qual a sua versão preferida? Opine nos comentários.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Metallica"


Metallica: e se Hardwired e Moth Into Flame fossem do ... And Justice For All?Metallica
E se "Hardwired" e "Moth Into Flame" fossem do "... And Justice For All"?

Metallica e Lady Gaga: veja a performance conjunta no GrammyMetallica e Lady Gaga
Veja a performance conjunta no Grammy


Saúde: bater cabeça pode causar danos ao cérebroSaúde
Bater cabeça pode causar danos ao cérebro

Álbuns ao vivo: 10 grandes registros da história do rockÁlbuns ao vivo
10 grandes registros da história do rock


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor