Baseado em fatos: 5 músicas que contam histórias reais, tristes e macabras - parte 1

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nem só de fantasia, castelos, dragões e espadas vive o mundo do heavy metal. Muito pelo contrário, afinal de contas, talvez esse seja o gênero da música que mais aborde situações comuns do nosso cotidiano. Por vezes, aliás, as canções falam sobre fatos históricos, crimes e tragédias que marcaram a história da humanidade.

Deep Purple: o riff de "Smoke on the Water" foi criado por Tom Jobim?Rockstars: as filhas mais lindas dos astros do rock

Baseado em fatos: 5 músicas que contam histórias reais - parte 2Baseado em fatos
5 músicas que contam histórias reais - parte 2

Baseado em fatos: 5 músicas que contam histórias reais - parte 3Baseado em fatos
5 músicas que contam histórias reais - parte 3

Confira abaixo 5 músicas que foram escritas com base em histórias reais (todas com um final pra lá de triste).

1 - "The Right To Go Insane" - Megadeth

A música conta a triste história de Shawn Nelson, um encanador e veterano do Exército dos EUA. Um acidente de motocicleta em 1990 começou a arruinar sua vida: após perder um processo contra o hospital, contraiu uma alta dívida. No ano seguinte, sua esposa pediu o divórcio, e em 1992, seus pais morreram, vítimas de câncer.

É óbvio que tanta desgraça iria mexer com a cabeça de Nelson, que de fato,começou a apresentar um comportamento estranho. Seu vício em drogas e a penhora de sua casa colaboraram muito para a situação ficar pior. O estopim de tudo foi a morte de sua então namorada, por conta de uma overdose, em abril de 1995.

No dia 17 de maio, Shawn, consumido pela fúria, roubou um tanque de guerra de um arsenal da Guarda Nacional dos EUA, em San Diego, Califórnia, e saiu atropelando tudo o que via pela frente, até ser baleado por um policial e morrer.

O vídeo da música traz cenas reais da perseguição.

2 - "213" - Slayer

Se você já leu ou assistiu algo sobre assassinos em série, é bem provável que já tenha ouvido falar sobre Jeffrey Dahmer.

Conhecido como o "Canibal de Milwaukee", já aparentava ser estranho quando adolescente: além de alcoólatra, dissecava animais, e tinha até mesmo um pequeno cemitério nos fundos de sua casa. Além disso, chegou a ser preso por atentado ao pudor.

Depois de ser abandonado por sua mãe e por sua avó, começou com uma onda de assassinatos, que durou quase dois anos. Além de matar, Dahmer praticava canibalismo, necrofilia, e não contente, tentava transformar suas vítimas em zumbis (?!?).

Dahmer foi preso depois que uma vítima conseguiu fugir e avisar a polícia, que foi até o apartamento do lunático. Ao entrarem no apartamento (número 213), se depararam com inúmeras fotografias, cabeças e demais partes de cadáveres.

O assassino pegou uma pena minúscula pena de 957 anos, e enquanto estava na prisão, se converteu ao Cristianismo. Porém, a conversão não foi suficiente para o salvar, já que em 1994, morreu espancado por outro detento na cadeia em que estava preso.

3 - "The Ballad Of Leonard And Charles" - Exodus

Se um serial killer já é um perigo para a sociedade, dois significam estado de calamidade.

Leonard Lake e Charles NG eram dois assassinos sádicos, que mantinham um bunker onde torturavam e matavam suas vítimas de maneira cruel. O número de assassinatos varia entre 11 e 25.

A pesada música do Exodus narra a trajetória de Leonard e Charles, com ênfase no forte refrão: "Killers of children, rapists of women, sado-sexual violence".

Enquanto Leonard se suicidou após ser pego pela polícia, Charles foi preso e está no corredor da morte.

4 - "The Ballad Of William Kidd" - Running Wild

O escocês William Kidd foi um dos piratas mais famosos da história.
Inicialmente, sua função como corsário era combater a pirataria, e Kidd tinha permissão para pilhar navios franceses (na época, França e Inglaterra estavam em guerra). Porém, no final das contas, Kidd começou a atacar outros navios, e chegou até mesmo a enterrar alguns de seus tesouros. O Capitão Kidd, que deveria combater piratas, acabou se tornando um.

A banda alemã Running Wild conta um pouco da história do escocês, que foi preso, e enforcado após duas tentativas. Seu corpo foi pendurado à beira do rio Tâmisa, como aviso para outros piratas.

5 - "Todos os Santos" - Moonspell

O disco '1755", da banda portuguesa Moonspell, fala sobre o terremoto que praticamente acabou com Lisboa, no ano que dá o nome ao disco. A música "Todos Os Santos" retrata o drama de uma cidade que foi destruída por fenômenos naturais, enquanto a população estava comemorando o Dia de Todos Os Santos, e mesmo assim, os Santos não foram suficientes para salvar a cidade do desastre.

Em breve, a parte 2!

Qual sua sugestão? Deixe nos comentários!


Baseado em fatos - Músicas que contam histórias reais, tristes e macabras

Baseado em fatos: 5 músicas que contam histórias reais - parte 2Baseado em fatos
5 músicas que contam histórias reais - parte 2

Baseado em fatos: 5 músicas que contam histórias reais - parte 3Baseado em fatos
5 músicas que contam histórias reais - parte 3

Todas as matérias sobre "Baseado em fatos - Músicas que contam histórias reais, tristes e macabras"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Baseado em fatos - Músicas que contam histórias reais, tristes e macabras"


Deep Purple: o riff de Smoke on the Water foi criado por Tom Jobim?Deep Purple
O riff de "Smoke on the Water" foi criado por Tom Jobim?

Rockstars: as filhas mais lindas dos astros do rockRockstars
As filhas mais lindas dos astros do rock

Sasha Grey: sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinilSasha Grey
Sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil

Nightwish: Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãsNightwish
Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãs

Edu Falaschi: o fax com convite de seleção para o Iron MaidenEdu Falaschi
O fax com convite de seleção para o Iron Maiden

Judas Priest: a importância do British Steel para o MetalJudas Priest
A importância do "British Steel" para o Metal

Metallica: Hulk Hogan quase entrou na banda?Metallica
Hulk Hogan quase entrou na banda?


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336