Matérias Mais Lidas

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

imagemO que mais impede Kiko Loureiro de voltar ao Angra? (Não tem nada a ver com o Megadeth)

imagemBeatles: Paul McCartney conta a história por trás de "Ob-La-Di, Ob-La-Da"

imagemMarcos Mion conta história de encontro (e manjada) com Bon Jovi no banheiro

imagemAutor de "God Save The Queen", Johnny Rotten diz que sente orgulho da Rainha Elizabeth

imagemHumberto Gessinger faz símbolo do "L" do Lula com a mão em show e fãs vibram

imagemA curiosa opinião de Ozzy sobre cover do Metallica para "Sabbra Cadabra"

imagemOzzy Osbourne revela o único integrante de sua banda que saiu "do jeito certo"

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemO erro geográfico na letra de "All Star", música que Nando Reis fez para Cássia Eller

imagemIan Gillan conta como foi sua primeira saída do Deep Purple, em 1973

imagemQueen e a artimanha infantil de Roger Taylor pra ganhar mais dinheiro que os outros

imagemBruce Dickinson diz o que o surpreendeu quando retornou ao Iron Maiden

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemMark Knopfler e o peso da vida de um artista em turnê, por Regis Tadeu


Stamp

Led Zeppelin: Técnicas de Gravação de Guitarra

Por Filipe Zanella
Fonte: Vamos Falar de Guitarra
Em 18/06/18

Muito se fala sobre gravação de guitarras em linha quando o assunto é simulação de amplificador, e eu resolvi escrever este texto porque esta não é a única forma de se fazer isto.

Sempre vejo por aí muitas discussões quando o assunto é:

1 - Analógico X Digital - O que é melhor? Quando usar um ou outro?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

2 - Simuladores, usar ou não??

São assuntos importantes, mas existem outras formas de fazer uma boa gravação em linha sem entrar nesse território.

Afinal existem gravações que foram feitas sem amp, plugadas direto e SEM TENTAR SIMULAR UM AMP. Quer um exemplo? Black Dog do Led Zep. Ouve aí.

Pois é, se você concorda que aí tem um timbrão saiba que o Jimmy Page plugou a guitarra direto na mesa de som e mandou ver, o drive vem do circuito da própria mesa que NÃO ERA VALVULADA. Ele usou uma mesa clássica, uma NEVE.

Veja o que ele disse em uma entrevista sobre como gravou as guitarras:

"Nos plugamos minha Les Paul em um direct box indo para um canal da mesa. Nós usamos o pré de microfone da mesa de som para obter distorção. Então nos mandamos isso para 2 compressores Urei 1176 Universal compressors ligados em série. Então cada linha foi triplicada. Curiosamente, eu estava ouvindo aquela trilha quando nós estávamos revendo as fitas e as guitarras soam quase como um sintetizador analógico."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Destaco este ponto pois existem muitos mitos no mundo do áudio, e às vezes as pessoas esquecem de quebrar as regras.

Então seguindo a receita do Page você precisa da Guitarra + Pre Amp + Compressores + Gravador. Só lembrando que o som da guitarra plugada direto é bem diferente do som dela passando por um ampli.

Nunca se esqueça de aceitar e respeitar o som que seu equipamento dá, e tentar tirar o melhor dele: aí você estará no caminho certo. Se você estiver tentando igualar o som de outra pessoa, ficará frustrado. Nem mesmo o Page tira o som exatamente igual àquele; chegará perto, mas não será mais idêntico.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Dito isto, vamos à cadeia de sinal da gravação:

Guitarra > Mesa de som > Compressor > Interface > Computador

Ou Ainda:

Guitarra > Interface > Computador > Plugin Mesa de som > Plugin Compressor > Plugin Gravador

O pré amp vai te que ser forçado: quando você aumentar o ganho vai começar a ter distorção.

- Ah mas minha mesa de som é muito ruim, uma mesa barata etc...

Se a mesa não estiver dando um som legal você pode (e deve) tentar usar um Plugin. Hoje em dia eles possuem altíssima qualidade de som, e muitos são gratuitos. Não tem porque não usar.

O importante é experimentar!

P.S. E se quiser também um manual dos equipamentos usados por Page na Whole Lotta Love, com sugestões de set que você pode montar basta se inscrever no nosso Newsletter do wwww.vamosfalardeguitarra.com.br que vamos mandar pra você por e-mail em algumas horas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Led Zeppelin: em quantas músicas Plant não fala "baby"?



Sobre Filipe Zanella

Filipe Zanella é músico. Nasceu e vive em São Paulo e gosta de falar de guitarra, por isso criou o blog Vamos Falar de Guitarra, onde analisa álbuns, comenta sobre equipamentos e fala sobre suas experiências no mundo da música.

Mais matérias de Filipe Zanella.