Judas Priest: A fase 1, ou "The Gull Years"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Carlos Garcia, Fonte: site Road to Metal
Enviar correções  |  Comentários  | 

Neudi Neuderth (Andreas "Neudi" Neuderth) é fã e colecionador de Classic Rock e Metal, é baterista do Manilla Road, Roxxcalibur e Trance, engenheiro de som, colaborador de revistas e veículos dedicados ao Metal, como Street Clip TV e Deaf Forever na Alemanha, além de ter o seu blog no FB - Neudi's Metal & Rock Blog, em recente colaboração com o site Road to Metal, Neudi falou sobre um dos seus assuntos favoritos, que é discorrer sobre fases e álbuns, digamos, menos "badaladas" de gigantes do Metal e do Rock Pesado, e comentou sobre os primeiros álbuns do JUDAS PRIEST, que foram lançados pelo selo independente Gull Records nos anos 70, "Rocka Rolla", "Sad Wings of Destiny", e as coletâneas "Hero Hero" e "Best Of". Confira abaixo:

5000 acessosBlend Guitar: os dez solos de guitarra mais fáceis da história5000 acessosSlipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

"Agora eu tenho todos os quatro álbuns do Judas Priest lançados pelo selo Gull (selo independente inglês, dos anos 70) em versões K2HD-Mastering (tecnologia de alta definição, desenvolvida pela JVC) lançado no Japão em novembro de 2016. Os dois álbuns de estúdio e as duas compilações. Você pode perceber que eu adoro o Gull-Records-years (estes quatro itens + singles etc) mais, juntamente com "Fase 2", que começou com "Sin After Sin" e com "Unleashed In the East" como o último. Mas esses produtos Gull sempre tiveram um fascínio especial para mim e é difícil para mim entender por que tantos fãs adoram "Sad Wings of Destiny (1976)", mas não gostam de "Rocka Rolla (1974)" (que tem a capa original com a a tampa e a fonte no título estilo Coca Cola, e relançado depois com outra capa, devido a problemas legais).

Quando você escuta as compilações "Hero Hero" e "Best Of", as músicas de ambos álbuns se encaixam perfeitamente. Foi simplesmente um período de tempo do Judas, que mudou seu som depois ("Sin After Sin"). "Victim Of Changes" era inicialmente chamada "Whiskey Woman", e por algumas razões não entrou em "Rocka Rolla", mas era uma música antiga. Apenas um exemplo por que ambos os álbuns são praticamente "um" para mim. A maior tragédia é que a versão completa de "Caviar and Meths" se perdeu. Nenhum do muitos relançamentos tem a canção completa. Eu sei que Al Atkins (cantor antes de Rob Halford) gravou essa canção muitos anos mais tarde (este CD é muito bom e tem Dave Holland na bateria), mas ainda assim eu adoraria ouvir a coisa toda daquela sessão de gravação um dia.

Também é realmente interessante comparar as ligeiras diferenças entre as músicas de ambos os álbuns de estúdio e as duas compilações. Em "Best Of" a música "Rocka Rolla" começa com o segundo verso (em comparação com a versão do álbum) e "One For The Road" tem harmônica que você quase não consegue ouvir no álbum original. "Hero Hero" foi parcialmente remixada por Chris Tsangarides (que também era o engenheiro de "Sad Wings ..."). Se você verificar esta versão da canção "Rocka Rolla", o bumbo é alto pra caramba! (Disco??) e a caixa é realmente baixa. Ambas as compilações têm o single "Diamonds And Rust", que é diferente da versão em "Sin After Sin".

Em geral, há um monte de influências de Sabbath em "Rocka Rolla", realmente "Proto-Metal" pesado. Desnecessário dizer que ele contém a melhor canção do Priest: "Run Of The Mill". Esta música já vale o investimento. Ele também mostra todas as facetas do jovem Rob Halford, vocais incríveis. Todos os quatro itens têm uma coisa em comum: Bateria realmente básica por "bateristas OK". Por alguma razão eu gosto dessa maneira, e esqueço um pouco Les Binks (ou Simon Phillips) em tudo de "British Steel"em diante. O Priest tinha voltado a "bateria básica por um ok-baterista" com Dave Holland, realmente um passo atrás em qualidade. Mas nos álbuns da era da gravadora Gull eu acho que esse tipo de bateria se encaixa muito bem.

Vamos fechar isso com o fato de que os quatro álbuns têm capas legais. Eu diria que ambos os álbuns de estúdio têm capas que são obras-primas. "Rocka Rolla" é uma peça de arte, até onde sei.. Claro, os álbuns da "Era Gull" não têm absolutamente nada a ver com "British Steel" ou mesmo "Painkiller", mas todas essas coisas foram gravadas antes da NWOBHM ou US-Metal ou o que quer que tivemos a partir de 79/80. A partir dessa visão, ainda podemos chamar esses álbuns de Material de Peso!!!"

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 11 de fevereiro de 2017

Blend GuitarBlend Guitar
Os dez solos de guitarra mais fáceis da história

1473 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's454 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta1368 acessosPhil Campbell: solo terá Dee Snider e Matt Sorum, além de Halford1026 acessosVocalistas: 5 famosas falhas ao vivo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Judas Priest"

Crianças ProdígioCrianças Prodígio
"Molek" de 7 anos detonando YYZ, do Rush

Rob HalfordRob Halford
"Não creio que um heterossexual possa fazer o que faço!"

Judas PriestJudas Priest
Foto de Rob Halford no camarim de Lady Gaga

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Judas Priest"0 acessosTodas as matérias sobre "Rob Halford"

SlipknotSlipknot
Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

AC/DCAC/DC
A origem do nome da banda

Em vídeoEm vídeo
A diferença entre ser músico e ser rockstar

5000 acessosMais Alto!: A diferença entre headbangers e humanos comuns5000 acessosFoo Fighters: Pelo Twitter, banda responde ao vídeo viral5000 acessosCapas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da história5000 acessosMegadeth: Mustaine abre o jogo sobre convite a Pepeu Gomes5000 acessosPhil Anselmo: Corey Taylor comenta a polêmica racista5000 acessosMegadeth: novo álbum fez Slash ser multado

Sobre Carlos Garcia

Antes de tudo sou um colecionador, que começou a cair de cabeça no Metal e Classic Rock quando o Kiss esteve no Brasil em 1983, a partir daí não parei mais. Criei fanzines, como o Zine Barulho, além de colaborar com outros zines e depois web zines e sites, como os saudosos Metal Attack e All the Bangers. Atualmente sou um dos editores e redator do Road to Metal. O melhor de tudo são as amizades que fazemos, além do contato e até amizade com alguns de nossos heróis.

Mais matérias de Carlos Garcia no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online