Beatles: John Lennon crítica a própria banda e xinga Linda McCartney em carta

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Danilo F. Nascimento, Fonte: Daily Mail, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

É, parece que o clima nos Beatles já não era tão aprazível nos fatídicos dias finais do grupo.

321 acessosGeorge Harrison: rara música dedicada a Ringo Starr é encontrada5000 acessosAs regras do Thrash Metal

Após o fim dos Beatles, John Lennon foi duramente criticado por Linda McCartney, pois a esposa de Paul McCartney não compactuava com a forma como Lennon estava lidando com o fim da banda perante a mídia.

Irritado, John Lennon escreveu uma carta ao casal McCartney. Esta carta vazou na internet e está sendo leiloada por cerca de 20 mil dólares.

Confira o conteúdo da carta:

Caros Linda e Paul,

Eu estava lendo a sua carta e me perguntei qual fã chata e de meia-idade dos Beatles teria a escrito. Eu resisti de olhar a última página para descobrir – continuei pensando quem era – Queenie? A mãe de Stuart? – A esposa de Clive Epstein? – Alan Williams? – que diabos, foi a Linda!

Você realmente acha que a imprensa está abaixo de mim/você? Você acha isso? Quem você acha que nós/você somos? Espero que você perceba a merda que você e o resto dos meus amigos “gentis e desinteressados” jogaram em cima de Yoko e eu desde que nos juntamos. Pode ter sido às vezes um pouco mais sutil, ou devo dizer de “classe média”, – mas não foi por muitas vezes. Nós dois “passamos por cima disso” algumas vezes – e perdoamos vocês dois – por isso é o mínimo que você pode fazer por nós – pessoas nobres. Linda – se você não se importa com o que eu digo – cale a boca! – deixe que Paul escreva – ou tanto faz.

Quando perguntado sobre o que eu pensei de verdade sobre a MBE, etc – eu os contei tudo o que pude lembrar – e eu me lembro de me contorcer um pouco – você não, Paul? – ou você – como eu suspeito – ainda acredita em tudo? Eu perdoarei Paul por encorajar os Beatles – se ele me perdoar por isso também – por ser – “honesto comigo e se importar demais!” Porra, Linda, você não está escrevendo para um livro dos Beatles!

Eu não tenho vergonha dos Beatles – (eu comecei isso tudo) – mas de algumas das merdas que fizemos para tornar [a banda] tão grande – eu pensava que todos nós nos sentimos dessa forma em diferentes graus – obviamente não.

Você realmente acha que a maior parte da arte de hoje surgiu por causa dos Beatles? – Eu não acredito que você é tão louco – Paul – você acredita nisso? Quando você parar de acreditar, você pode acordar! Sempre dissemos que fazíamos parte do movimento – não de todo ele? – Claro, nós mudamos o mundo – mas tente segui-lo também – SAIA DE CIMA DO SEU DISCO DE OURO E VOE!

Não me fale aquela merda de “em cinco anos eu vou olhar para trás como uma pessoa diferente” – você não vê que é isso que está acontecendo AGORA! – Se eu soubesse ANTES o que sei AGORA – você parece ter perdido esse ponto…

Desculpe-me se eu usar o “Espaço dos Beatles” para falar sobre o que eu quiser – obviamente se eles continuarem fazendo perguntas dos Beatles – eu vou responder – e buscar o máximo “Espaço de John e Yoko” que eu puder – eles me perguntam sobre Paul e eu respondo – Sei que alguma coisa parte para o pessoal – mas se você acredita ou não, eu tento responder diretamente – e os pedaços que eles usam são obviamente os pedaços suculentos – eu não me ofendo com seu marido – eu sinto muito por ele. Eu sei que os Beatles são “pessoas muito agradáveis” – eu sou um deles – eles são grandes bastardos como qualquer outra pessoa – então saia do seu pedestal! – a propósito – tivemos um interesse mais inteligente em nossas novas atividades em um ano do que tínhamos durante toda a era dos Beatles.

Finalmente, sobre não dizer a ninguém que eu deixei os Beatles – PAUL e Klein passaram o dia me persuadindo que era melhor não dizer nada – me pedindo para não dizer nada porque iria “machucar os Beatles” e “vamos deixar que isso passe” – lembra? Portanto, coloque isso em sua pequenina e perversa mente, Sra. McCartney – os babacas me pediram para ficar quieto sobre isso. Claro, o ângulo do dinheiro é importante – para todos nós – especialmente depois de toda a merda que veio de sua família insana/agregados – e que DEUS O AJUDE, PAUL – te vejo em dois anos – eu acho que você já vai ter saído dessa.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Paul McCartneyPaul McCartney
O dia em que ele deu um soco na cara de Eddie Vedder

321 acessosGeorge Harrison: rara música dedicada a Ringo Starr é encontrada698 acessosCanal NB: os Beatles e o baseado no castelo da rainha139 acessosAlta Fidelidade: Unboxing "Sgt Pepper's" 50 anos360 acessosCanal Nostalgia: como os Beatles mudaram a história da música565 acessosThe Beatles: 50 anos de uma revolução cultural0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

Capas de álbunsCapas de álbuns
E se os rockstars mortos sumissem das capas?

Johnny CashJohnny Cash
10 músicas de rock que ele regravou

Ultimate Classic RockUltimate Classic Rock
Os 100 maiores clássicos do rock

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"0 acessosTodas as matérias sobre "John Lennon"

HumorHumor
Não basta ouvir Master Of Puppets para ser Thrash

MetalMetal
Por que os metalheads vivem presos no passado?

Melhores do metalMelhores do metal
Experts da MTV elegem Sabbath, Judas e Metallica

5000 acessosMetallica: Ulrich comenta sobre seu maior erro5000 acessosMetal: nomes do gênero que assumiram ser cristãos5000 acessosMetallica: gosto musical impediu que se tornassem um Maiden2447 acessosBruno Sutter: uma versão consagrada de clássico do Led Zeppelin5000 acessosApocalyptica: "Natal na Finlândia é um período negro"5000 acessosKiss: Paul fala sobre ego de Gene e celebridades

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Danilo F. Nascimento

Administrador por casualidade. Músico por instinto. Escritor por devaneio. Fascinado por música, literatura e cinema. Seu primeiro contato com o mundo do rock data de meados dos anos 90, uma época de transição entre o analógico e o digital, e, principalmente, uma época onde a MTV ainda era aprazível e relevante. Idolatra e cultua o legado instituído pela maior banda de todos os tempos, o Queen.

Mais matérias de Danilo F. Nascimento no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online