Scorpions e Megadeth: no Madison Square Garden em Nova Iorque

Resenha - Scorpions, Megadeth (Madison Square Garden, Nova Iorque, 14/09/2017)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por David Araújo, Fonte: Scorpions Brazil, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

No dia 14 de Setembro, em Reading, na Pensilvânia, Scorpions iniciaram sua turnê Crazy World Tour com o Megadeth pela América do Norte. Nós estivemos no segundo show da turnê, realizado em Nova Iorque, na casa de shows mais famosa do mundo: Madison Square Gardem. É desse show que vamos falar!

Megadeth: um passeio de ida e volta pelo Hangar 18Alfabeto do Rock: as 15 melhores músicas de Metal

Há 33 anos, eles pisavam naquele mesmo palco pela Love At First Sting Tour, era previsto para ser um álbum ao vivo, mas em 1985 lançaram o World Wide Live, Com os Deluxe álbuns de 2015, essa gravação viu a luz do dia e saiu como CD Bônus do Love at First Sting.

Nessa Crazy World Tour 2017 pela América do Norte, Megadeth abre os shows, por volta de 40 minutos, mesclando seus clássicos e o ultimo álbum "Dystopia", com o brasileiro Kiko Loureiro na guitarra. A casa não estava ainda cheia, o público não enfrentava longas filas, mas grande parte deixou para entrar na atração principal. Scorpions sobe no palco com Going Out With A Bang e uma nova abertura em vídeo, temática da turnê atual, no imenso telão de led. Segue então com a tradicional Make it Real e a bandeira do país em que o show acontece no fundo. Os norte-americanos vibram quando veem a bandeira dos Estados Unidos - aquele patriotismo que já era esperado. Klaus saúda a plateia dizendo que é ótimo voltar a América e ao Madison Square Garden. Após a apresentação, parte da 42th Street e The Zoo!

O Setlist foi quase idêntico ao tocado no Brasil no ano passado, a saída de Dynamite é a única alteração. Eles tocam Coast To Coast como de costume e, ao finalizar, para passar ao Medley dos anos 70, Klaus relembra as viagens de carro pelas Autobahns em que conversava com Rudolf e diziam que um dia estariam na América, "às vezes sonhos se tornam realidade, certo?" diz ele pouco antes de Top Of The Bill.

Não era possível contar mais do que 20 espaços vazios durante o show, o que já é considerado como Sold-Out (quando o show já está lotado e todos os ingressos foram vendidos). Outra curiosidade é que o formato não contemplava pistas, apenas cadeiras em todo o espaço, mas durante todo o show a casa toda não se sentou nem por um minuto. A parte acústica, mais adiante, conta com um grande globo espelhado, que com canhões apontados para ele, começa a girar e dar um efeito espetacular no Madison Square Garden. Logo depois é a vez de Wind of Change, Klaus diz: "Vivemos em um Crazy World nesses dias, vocês concordam? Vocês concordam que precisamos de outro Wind of Change para já?" Com o apoio quase completo da plateia.

Os fãs vão a loucura com a homenagem a Lemmy em Overkill (tocada pela primeira vez em São Paulo no ano passado) e cantam junto até o fim. Blackout também é um dos pontos altos do show, totalmente enérgica, a plateia balança junto com a banda e acompanha extasiada o grito de "blackout! I really had a blackout!". Big City Nights encerra o show para o inicio do encore com No One Like You, faixa adorada e já certa nos palcos dos Estados Unidos. É possível ouvir esses clássicos ao caminhar pelas ruas de Nova Iorque sempre, comum que você esteja passando e aquele som familiar te surpreender em lojas e saguões de hotel.

Antes de Still Loving You e Rock You Like a Hurricane, Klaus apresenta um modelo de ajuda com doações às vitimas do recente furacão que atingiu a América Central, o Texas e a Florida. Por meio de uma mensagem de texto, doações de 25 dólares são enviadas a organização Hand in Hand. Foi uma noite memorável a volta de Scorpions ao The Garden depois de tantos anos: a banda curtiu o momento junto com os fãs presentes, mostraram força, animo e muita energia! Agora, ficamos na expectativa de vê-los aqui no ano que vem.

David Araújo,
Equipe Scorpions Brazil

Setlist:

1. Going Out With A Bang
2. Make it Real
3. The Zoo
4. Coast to Coast
5. 70's Medley (Top of the Bill / Steamrock Fever / Speedy's Coming / Catch Your Train)
6. We Built This House
7. Delicate Dance
8. Acoustic Medley (Always Somewhere / Eye Of The Storm / Send Me An Angel)
9. Wind Of Change
10. Rock 'n' Roll Band
11. Overkill (Motorhead cover)
12. Mikkey Dee Drum Solo
13. Blackout
14. Big City Nights

-----
Encore
15. No One Like You
16. Still Loving You
17. Rock You Like A Hurricane




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Scorpions"Todas as matérias sobre "Megadeth"


Megadeth: um passeio de ida e volta pelo Hangar 18Megadeth
Um passeio de ida e volta pelo Hangar 18

Em 19/09/1986: Megadeth lançava Peace Sells... But Whos's Buying?

Judas Priest: K.K. Downing, Tim Owens e Les Binks tocarão músicas da banda em concertoJudas Priest
K.K. Downing, Tim Owens e Les Binks tocarão músicas da banda em concerto

Megadeth: Ouça dez ótimas versões para músicas da bandaMegadeth
Ouça dez ótimas versões para músicas da banda

Megadeth: Médicos estão otimistas com o seu progresso, afirma Dave MustaineMegadeth
Médicos estão otimistas com o seu progresso, afirma Dave Mustaine

Megadeth: veja vídeo de Nick Menza tocando In My Darkest Hour em 2014Megadeth
Veja vídeo de Nick Menza tocando "In My Darkest Hour" em 2014

Em 13/09/1961: nascia Dave Mustaine, líder do MegadethMegadeth: David Ellefson sobe ao palco com Chris Poland e John Bush; veja

Megadeth: Dave Mustaine é valente, diz Kiko Loureiro sobre diagnóstico de câncerMegadeth
"Dave Mustaine é valente", diz Kiko Loureiro sobre diagnóstico de câncer

Kiko em Kaza: Gastão Moreira bate um longo papo com Kiko LoureiroKiko em Kaza
Gastão Moreira bate um longo papo com Kiko Loureiro

Megadeth: David Ellefson revela como consegue seguir na banda até hojeMegadeth
David Ellefson revela como consegue seguir na banda até hoje

Megadeth: Sei onde é o meu lugar, diz David EllefsonMegadeth
"Sei onde é o meu lugar", diz David Ellefson

Em 31/08/1999: Megadeth lançava o polêmico Risk

Resenha - Memórias do Heavy Metal - Dave MustaineResenha - Memórias do Heavy Metal - Dave Mustaine

Megadeth: um disco ao vivo de verdade, sem remendosMegadeth
Um disco ao vivo de verdade, sem remendos

Megadeth: Dave Mustaine elege seu top 5 da Austrália e UKMegadeth
Dave Mustaine elege seu top 5 da Austrália e UK

Kiko Loureiro: estou tocando errado um riff do Megadeth?Kiko Loureiro
Estou tocando errado um riff do Megadeth?

Megadeth: Dave Mustaine conta qual o seu riff favoritoMegadeth
Dave Mustaine conta qual o seu riff favorito


Alfabeto do Rock: as 15 melhores músicas de MetalAlfabeto do Rock
As 15 melhores músicas de Metal

Judas Priest: 10 fatos que comprovam que eles são Heavy MetalJudas Priest
10 fatos que comprovam que eles são Heavy Metal

Álbuns ao vivo: 10 grandes registros da história do rockÁlbuns ao vivo
10 grandes registros da história do rock

Chris Cornell: relatório policial descreve últimas horas e morteChris Cornell
Relatório policial descreve últimas horas e morte

Lars Ulrich: jucando no camarim do Guns N' RosesLars Ulrich
Jucando no camarim do Guns N' Roses

Rob Halford: ele foi perguntado por Ozzy quando conheceu Bob DylanRob Halford
Ele foi perguntado por Ozzy quando conheceu Bob Dylan

Iron Maiden: A discografia completa comentada pela bandaIron Maiden
A discografia completa comentada pela banda


Sobre David Araújo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336|adClio336