Heavy T.O Festival: Um dia de puro Heavy Metal em Toronto

Resenha - Heavy T.O Festival (Toronto, Canada, 23/07/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Isaac Bayma, Fonte: Toronto Sun
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Em uma tarde quente e um tanto quanto úmida no Downsview Park foi realizado o primeiro dia do Heavy T.O Festival, em Toronto, Canadá. Este ano é o primeiro evento desse porte nessa cidade canadense, criado após o sucesso do formato na cidade de Montreal, trouxe bandas de peso no cenário do heavy Metal e que animaram o bom público que esteve no local para este primeiro dia.

5000 acessosChris Cornell: Megadeth toca música em homenagem ao vocalista5000 acessosSlipknot: não tinha jeito, Joey Jordison precisava cair fora

Por menos de 75 dólares - ou aproximadamente 120 reais -, os bangers puderam conferir bandas promissoras como As i Lay Dying e Times of Grace, mas principalmente as consagradas bandas Motorhead e Megadeth.

Em termos de estrutura, dois mega palcos foram montados para a realização dos shows. Além disso, stands de alguns dos patrocinadores atraiam parte do publico roqueiro a se entreter com jogo de rock usando guitarras reais, mini golfe e beisebol.

Quanto aos shows, talvez seja difícil dizer qual banda foi a mais impactante. No entanto, pelo movimento do público presente Anthrax, Motorhead, Children of Bodom e Megadeth eram as bandas mais esperadas.

Falando em Anthrax, Scott Ian, que se tornou pai recentemente, parece ter voltado reenergizado e fez juntamente com Joey Belladonna um dos espetáculos mais energizantes do dia, com direito a cover do Joe Jackson em Got the time, além de Madhouse, Indians e Only.

Porém a insandade tomou conta do público durante a apresentação do Motorhead. Quando o trio liderado por Lemmy subiu no palco Leste, o pouco mais de uma hora de apresentação da banda britânica fez o público canadense, normalmente tranquilo, se transformar em um verdadeiro caldeirão digno do mais puro símbolo do Heavy Metal nas últimas décadas.

Dentre seu vasto repertório, não podiam ficar de fora músicas como Ace of Spades, Overkill, Stay clean e principalmente, com direito a algumas palavras do Lemmy antes, Going To Brazil. Em resumo, o show pode ser resumido na simples frase "We are Motorhead and we play rock and roll" dita por Lemmy durante a apresentação.

Últma banda da noite, o Megadeth mostrou a mesma qualidade de sempre, e com Dave Mustaine mostrando sua impressionante guitarra gêmea, animou o local durante a chuva que já havia começado no final do show do Motorhead. Envolvidos entre uma muralha de amplificadores Marshall, a banda apresentou, em 2h de espetáculo, musicas como Head Crusher e Public Enemy No.1, do novo álbum de estúdio, entitulado TH1RT3EN, que pode ser adquirido pelo público em pré-venda pela bagatela de 10 dólares, além de ter um poster autografado por membros da banda.

E este só foi o primeiro dia...

Bandas do dia 23

Endast
Devil Driver
Diamond Head
Underoath
Times of Grace
The Sword
As i Lay Dying
Children of Bodom
Anthrax
Opeth
Motorhead
Megadeath

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Chris CornellChris Cornell
Megadeth toca música em homenagem ao vocalista

367 acessosMegadeth: Peace Sells em um minuto por Paschalis Theotokis0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

Dave MustaineDave Mustaine
Ensinando como pegar todas as gatinhas da escola

Kiko LoureiroKiko Loureiro
Filha ajuda o guitarrista a aprender "Holy Wars"

Marty FriedmanMarty Friedman
"Não percam seu tempo com música instrumental"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"0 acessosTodas as matérias sobre "Anthrax"0 acessosTodas as matérias sobre "Motorhead"

SlipknotSlipknot
Não tinha jeito, Joey Jordison precisava cair fora

Blink 182Blink 182
Travis Barker teria sido chamado para o Slayer?

IntrigasIntrigas
Bandas em família que terminaram mal

5000 acessosKiss: sexo, drogas e rock 'n' roll são para "manés"5000 acessosThe Voice: candidato canta Slipknot e passa para a próxima fase5000 acessosCuriosidade: 13 estranhos objetos relacionados à música5000 acessosLobão: afundando vertiginosamente ao trocar música por desrespeito5000 acessosLua de Metal: "Satanás, venha a mim, pelo amor de Deus!"5000 acessosDavid Bowie: A filmografia do camaleão

Sobre Isaac Bayma

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online