RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemFatboy Slim confessa ter se arrependido de conhecer David Bowie pessoalmente

imagemA influente banda que acabou causando a "separação" do Guns N' Roses

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemO megahit dos Beatles inspirado em desenho de amiguinha do filho de John Lennon

imagemOzzy Osbourne é contemplado com dois Grammy na edição de 2023 do evento

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemAs polêmicas escolhas do Nirvana para o "MTV Unplugged in New York"

imagemAs 5 bandas confirmadas no Summer Breeze Brasil que não tocarão em outras cidades

imagemO hit da Legião Urbana que Renato Russo considerava "pretensioso e babaca"

imagemA única música tocada no Festival de Woodstock que atingiu o primeiro lugar nas paradas

imagemQuando o Lynyrd Skynyrd irritou Mick Jagger ao abrir o show dos Rolling Stones

imagemNovo álbum do Angra será o melhor da era Fabio Lione, segundo Felipe Andreoli

imagemLendário empresário do Kiss se manifesta sobre acusações de playback de Paul Stanley

imagemKiss: Segundo Gene Simmons, Ace Frehley votou pela demissão de Peter Criss, em 1980

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos


Def Leppard Motley Crue 2

Doro Pesch: Uma apresentação fantástica em São Luís

Resenha - Doro Pesch (Let It Beer, São Luís, 23/04/2011)

Por Pedro Lucas Sousa
Postado em 25 de abril de 2011

Fazer uma resenha sobre um show fantástico como o de Doro Pesch em São Luis não é uma tarefa das mais fáceis. O show foi realizado na recém inaugurada casa de shows, Let it Beer, que está se tornando um dos grande pontos do Heavy Metal no Nordeste.

O show estava marcado para as 21 horas, com abertura da banda Fúria Louca, mas, devido a alguns problemas ocorreu um atraso, por isso a banda acabou tocando apenas depois de Doro, mas, graças ao público fiel conquistado na região, a banda não teve sua apresentação prejudicada.

O público não era muito grande, mas estava muito animado. Apesar do fato de o público ser menor do que a maioria dos shows de Doro, ela demonstrou a mesma empolgação e dedicação aos fãs que podem ser vistas em vários lugares do mundo, uma prova de que ela não é a Rainha do Metal à toa.

Acompanhada dos gritos fervorosos de "Doro!Doro!Doro!" a banda subiu ao palco tocando os riffs iniciais de "Earthshaker Rock", logo seguida por "I Rule the Ruins". Doro foi extremamente simpática interagindo com o público, apertando a mão dos fãs que iam à loucura com esse pequeno contato, mas muito especial.

Apesar de, como já dito, o público ser menor do que a maioria dos shows de Doro, ela demonstrou a mesma empolgação e dedicação aos fãs que podem ser vistas em vários lugares do mundo, uma prova de que ela não é a Rainha do Metal à toa. Algumas vezes ela permitiu que alguns fãs cantassem trechos das músicas com ela (como aconteceu comigo, e inclusive ela usou o colar que dei para ela e me deu uma pulseira de presente, para minha felicidade!)

A cada música tocada, a energia da banda aumentava. A banda de apoio de Doro, formada por Nick Douglas (baixo), Bas Maas (guitarra, ex-After Forever), Luca Princiotta (guitarras e teclado) e Johnny Dee na bateria também se mostrou bastante empolgada com o público maranhense, sempre brincando e interagindo com os fãs mais próximos do palco.

O público tinha desde fãs antigos a quem ouvia Doro pela primeira vez e não decepcionou. Sempre enérgico e cantando as músicas em uníssono. Alguns mais exaltados pularam a grade de proteção e invadiram o palco para tentar um contato com Doro, que os tratou muito bem, mas educadamente pediu que voltassem para a platéia.

No set list, um pouco diferente do tocado em outras cidades, estavam os grandes clássicos da carreira da musa como "Burning The Wiches", "Hellbound", "Night Of The Warlock", como não poderiam faltar, "All We Are" que deixou todos em estado de euforia e a muito bem feita versão de "Breaking The Law" do Judas Priest.

Após o show, encontrei a banda na saída do hotel que era logo atrás da casa onde tocaram. Além de tirar uma foto com Doro, que me tratou super bem, fazendo questão de se arrumar para sair bonita na foto (e ela ainda se lembrou de mim!), conversei rapidamente com Nick Douglas, muito simpático também, que disse que eles estão acostumados a fazer shows grandes, mas shows em pequenos clubes como no de São Luís são sempre especiais pela proximidade que eles tem com os fãs.

Fora os atrasos, tudo correu bem e todos saíram satisfeitos depois de um belíssimo show de um grande ícone do Heavy Metal, com um grande desejo de que um dia a Rainha do Metal pise novamente (e em breve) em terras maranhenses.

SET LIST:
Earthshaker Rock
I Rule The Ruins
East Meets West
Running From The Devil
Nigth Of The Warlock
Burning The Witches
Egypt
Für Immer
Metal Racer
We Are The Metalheads
True As Steel
Haunted Heart
Breaking The Law
All We Are

You’re My Family
Love In In Black
Above The Ashed
Metal Tango
Herzblut
Unholy Love
Fight For Rock

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Dio: Doro Pesch escolhe 11 melhores músicas do lendário frontman


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Pedro Lucas Sousa

Pedro Lucas é maranhense, vocalista, e viu no jornalismo uma chance de poder trabalhar com o que mais gosta. Adorador fiel do heavy metal, hard rock, folk/viking metal entre outros, mas possui um amor incondiconal pelo hard rock. Começou a colaborar com o Whiplash! recentemente enviando reviews e notícias.
Mais matérias de Pedro Lucas Sousa.