Doro Pesch: Uma apresentação fantástica em São Luís

Resenha - Doro Pesch (Let It Beer, São Luís, 23/04/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Pedro Lucas Sousa
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Fazer uma resenha sobre um show fantástico como o de Doro Pesch em São Luis não é uma tarefa das mais fáceis. O show foi realizado na recém inaugurada casa de shows, Let it Beer, que está se tornando um dos grande pontos do Heavy Metal no Nordeste.

438 acessosWarlock: Doro se reune a Tommy Bolan para tocar Triumph And Agony5000 acessosAs histórias por trás de 11 capas clássicas

O show estava marcado para as 21 horas, com abertura da banda Fúria Louca, mas, devido a alguns problemas ocorreu um atraso, por isso a banda acabou tocando apenas depois de Doro, mas, graças ao público fiel conquistado na região, a banda não teve sua apresentação prejudicada.

O público não era muito grande, mas estava muito animado. Apesar do fato de o público ser menor do que a maioria dos shows de Doro, ela demonstrou a mesma empolgação e dedicação aos fãs que podem ser vistas em vários lugares do mundo, uma prova de que ela não é a Rainha do Metal à toa.

Acompanhada dos gritos fervorosos de “Doro!Doro!Doro!” a banda subiu ao palco tocando os riffs iniciais de “Earthshaker Rock”, logo seguida por “I Rule the Ruins”. Doro foi extremamente simpática interagindo com o público, apertando a mão dos fãs que iam à loucura com esse pequeno contato, mas muito especial.

Apesar de, como já dito, o público ser menor do que a maioria dos shows de Doro, ela demonstrou a mesma empolgação e dedicação aos fãs que podem ser vistas em vários lugares do mundo, uma prova de que ela não é a Rainha do Metal à toa. Algumas vezes ela permitiu que alguns fãs cantassem trechos das músicas com ela (como aconteceu comigo, e inclusive ela usou o colar que dei para ela e me deu uma pulseira de presente, para minha felicidade!)

A cada música tocada, a energia da banda aumentava. A banda de apoio de Doro, formada por Nick Douglas (baixo), Bas Maas (guitarra, ex-After Forever), Luca Princiotta (guitarras e teclado) e Johnny Dee na bateria também se mostrou bastante empolgada com o público maranhense, sempre brincando e interagindo com os fãs mais próximos do palco.

O público tinha desde fãs antigos a quem ouvia Doro pela primeira vez e não decepcionou. Sempre enérgico e cantando as músicas em uníssono. Alguns mais exaltados pularam a grade de proteção e invadiram o palco para tentar um contato com Doro, que os tratou muito bem, mas educadamente pediu que voltassem para a platéia.

No set list, um pouco diferente do tocado em outras cidades, estavam os grandes clássicos da carreira da musa como “Burning The Wiches”, “Hellbound”, “Night Of The Warlock”, como não poderiam faltar, “All We Are” que deixou todos em estado de euforia e a muito bem feita versão de “Breaking The Law” do Judas Priest.

Após o show, encontrei a banda na saída do hotel que era logo atrás da casa onde tocaram. Além de tirar uma foto com Doro, que me tratou super bem, fazendo questão de se arrumar para sair bonita na foto (e ela ainda se lembrou de mim!), conversei rapidamente com Nick Douglas, muito simpático também, que disse que eles estão acostumados a fazer shows grandes, mas shows em pequenos clubes como no de São Luís são sempre especiais pela proximidade que eles tem com os fãs.

Fora os atrasos, tudo correu bem e todos saíram satisfeitos depois de um belíssimo show de um grande ícone do Heavy Metal, com um grande desejo de que um dia a Rainha do Metal pise novamente (e em breve) em terras maranhenses.

SET LIST:
Earthshaker Rock
I Rule The Ruins
East Meets West
Running From The Devil
Nigth Of The Warlock
Burning The Witches
Egypt
Für Immer
Metal Racer
We Are The Metalheads
True As Steel
Haunted Heart
Breaking The Law
All We Are

You’re My Family
Love In In Black
Above The Ashed
Metal Tango
Herzblut
Unholy Love
Fight For Rock

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

438 acessosWarlock: Doro se reune a Tommy Bolan para tocar Triumph And Agony0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Doro Pesch"

Corey TaylorCorey Taylor
Sonhando com sexo grupal com Lita Ford e Doro Pesch

Doro PeschDoro Pesch
Valorizando a vida por ter morrido na cadeia

Doro PeschDoro Pesch
"Para mim, o Heavy Metal sempre significou liberdade!"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Doro Pesch"

CuriosidadesCuriosidades
As histórias por trás de 11 capas clássicas

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
"O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!"

RockRock
As dez lendas mais macabras do gênero

5000 acessosRolling Stone: As 500 melhores músicas segundo a revista5000 acessosCâncer na língua: Os músicos que sofreram deste mal5000 acessosMr Catra: Uma lista das suas maiores influências no rock (vídeo)5000 acessosPaul Stanley: não é peruca, é Implante Capilar4388 acessosGuitarra: Palhetada alternada - Afinal, qual o mistério?5000 acessosConfissões de uma groupie - a autobiografia de Pamela Miller

Sobre Pedro Lucas Sousa

Pedro Lucas é maranhense, vocalista, e viu no jornalismo uma chance de poder trabalhar com o que mais gosta. Adorador fiel do heavy metal, hard rock, folk/viking metal entre outros, mas possui um amor incondiconal pelo hard rock. Começou a colaborar com o Whiplash! recentemente enviando reviews e notícias.

Mais matérias de Pedro Lucas Sousa no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online