Motorhead: Causando dores nos pescoços dos bangers em SP

Resenha - Motorhead (Via Funchal, São Paulo, 16/04/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

São poucas as bandas que com mais de 30 anos de estrada com moral para mexer com o público como faziam no início de tudo. E sem dúvidas o Motörhead ainda é dessas que causam dores no pescoço de muitos headbangers pelo mundo afora.

1536 acessosMotorhead: Jogo "Through the Ages" será lançado em Maio5000 acessosRock In Rio: relembre cinco momentos marcantes do evento

Mas a noite não começou bem para aqueles que esperavam por Lemmy e seus asseclas, pois tiveram que enfrentar um show de abertura que foi, no mínimo, ruim. O Alarde, de São José dos Campos, foi responsável por um incômodo sonoro que durou longos 45 minutos e irritou o público presente, que vaiou a banda constantemente, jogou algumas coisas no palco e chegou até a ficar de costas enquanto os caras tocavam. Não critico a qualidade dos músicos, pois eles tem qualidade, mas a proposta simplesmente não era para aquela ocasião.

Simples e objetivo. Esse é o Motörhead. Num Via Funchal cheio de gente que se dispôs a gastar uma bela grana por um bem maior, a recompensa foi à altura. É louvável ver o que aqueles 3 “tiozões” fazem pelo Rock and Roll.

Em alto e bom som ("Good and loud" como diz o maior hino da banda), cumpriram com o esperado. O Motörhead é uma banda que não inova, não muda e nunca desagrada. Lemmy Killmister, Mikkey Dee e Phil Campbell estão juntos há tanto tempo (a formação está aí desde 1992) que dá pra considerar essa como uma formação bem interessante, o que traz ao espetáculo um algo mais. Extremamente carismáticos (carisma não quer dizer frescura, ok? São diretos e retos ao se dirigirem ao público, sem bajulações) tocaram o show com uma perícia de poucos. O tempo de estrada faz muito bem a eles.

Com um setlist equilibrado, sem precisar provar nada pra ninguém nem se prender a uma única época, podendo apresentar hits de todas as fases da banda, agradaram a Gregos e Troianos, o que não é difícil para uma banda que errou muito pouco ao longo da carreira de quase 40 anos. Outro fato a favor é que a banda tem vindo regularmente ao Brasil, logo, não precisam ficar se preocupando em fazer um show com um setlist de 1986.

Abriram o show com "Iron Fist", mostrando para o que vieram. A banda que influenciou todas as outras bandas. Ao lado do Kiss, são os maiores nomes do Rock and Roll pôrraloca mundial (tem os Stones, mas eles são mais para o Rock and Roll de terno e gravata). Emendaram "Stay Clean" e tudo ficou claro e limpo: teríamos muito barulho. Daí pra diante, uma mistura de fases, mas um excelente setlist, apesar da curta duração.

. - Iron Fist
. - Stay Clean
. - Get Back In Line
. - Metropolis
. - Over the Top
. - One Night Stand
. - Rock Out
. - Guitar Solo
. - The Thousand Names of God
. - I Got Mine
. - I Know How to Die
. - The Chase Is Better Than the Catch
. - In the Name of Tragedy (solo de bateria)
. - Just ‘Cos You Got the Power
. - Going to Brazil
. - Killed by Death
. - Ace of Spades
. - Overkill

Por: Alexandre Cardoso (alexandre@allfotos.fot.br) e Rafael Kuvasney (http://planetwide-suicide.com/)

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Phil AnselmoPhil Anselmo
Lemmy sentia dor mas não queria deixar o palco

1536 acessosMotorhead: Jogo "Through the Ages" será lançado em Maio1131 acessosMotorhead: Novas estátuas de Lemmy e Warpig pela KnuckleBonz1721 acessosMulheres: por que os feios, porcos e maus do rock as atraem?283 acessosBlend Guitar: em vídeo, Top 10 Heavy Metal Bands1102 acessosStar Wars: cosplay funde Lemmy Kilmister a Stormtrooper0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Motorhead"

LemmyLemmy
Como era passar o dia bebendo com ele?

Sempre a mesma coisaSempre a mesma coisa
12 bandas que nunca mudam

VinilVinil
Os 10 LPs mais raros e valiosos dos anos 1980

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 21 de abril de 2011

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Motorhead"

Rock In RioRock In Rio
Relembre cinco momentos marcantes do evento

GibsonGibson
Escolhendo as 10 melhores bandas da Austrália

MetallicaMetallica
Os fantasticos carros de James Hetfield

5000 acessosRolling Stone: as 10 melhores bandas de Heavy Metal5000 acessosThin Lizzy, Metallica: A história de "Whiskey in the Jar"5000 acessosSepultura: aceite ou não, a maior banda brasileira da história5000 acessosSlipknot: Veja Corey Taylor cantando "Creep" do Radiohead5000 acessosRoger Waters: Caiam na real, ele não está mais no Pink Floyd5000 acessosAlemanha: as dez maiores bandas de Metal do país

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online