Kamelot: Esbanjando competência em São Bernardo do Campo

Resenha - Kamelot (Espaço Lux, São Bernardo do Campo, SP, 09/04/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Renato Rossini
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O KAMELOT veio ao Brasil este ano para 2 shows da turnê "Pandemonium Over South America 2011", um em São Bernardo do Campo/SP e outro na capital gaúcha, Porto Alegre. Com o recente afastamento do frontman ROY KHAN, era inevitável uma certa apreensão de como a banda soaria ao vivo, mesmo com o competente Fabio Lione (RHAPSODY OF FIRE) nos vocais.

Kamelot: Epica é um disco verdadeiramente primorosoRicardo Confessori: "Iron Maiden, aposenta logo!"

Mas qualquer apreensão foi embora logo nos primeiros acordes do show. Com a casa não muito cheia, uma produção interessante, onde o palco continha vários elementos do novo álbum, pontualmente as 21:30h o KAMELOT surge e junto com Lione faz todos pularem muito com a música "Ghost Opera" do álbum homonimo, lançado em 2007.

Esbanjando competência a banda continuou com "The Great Pandemonium" e "Human Stain". A esta hora Fabio Lione já tinha conquistado a todos os presentes com seu carisma e competentes vocais. Por momento nenhum o vocalista deixou a bola cair, e além de tudo, mostrou-se já bem entrosado com toda a banda.

Quem também roubou a cena durante todo o show foi a bela vocalista Elize, da banda AMARANTHE. Com muitas trocas de figurino, a vocalista esbanjou carisma, beleza e competência na participação que fez nas músicas "Ghost Opera", "Nights Of Arabia", "The Great Pandemonium" entre outras.

Outro ponto alto da apresentação foi a presença de Simone Simons do EPICA. Até mais da metade do show a vocalista ainda não tinha aparecido. Mas bastou que os acordes de "The Haunting" tocassem para que Simone surgisse e fizesse o Espaço Lux ir ao delírio. A vocalista ainda ficou a cargo da balada "Don't You Cry" do álbum "Karma". Foi um dos pontos altos do show, onde o público cantou do ínicio ao fim da canção ovacionando a cantora ao final da canção.

Após cerca de 1:50h de show a apresentação se encerrou com a poderosa "March Of Mesphisto". A banda muito contente no palco e todos os fãs na pista mais ainda já que puderem prestigiar este que foi um show inesquecível, seja pelas grandes músicas ou pelas ótimas participações de Fabio Lione, Elize e Simone Simons. O KAMELOT se firma cada vez mais como um dos grandes nomes atuais do Heavy Metal e ao vivo é ainda melhor!

Set List:
1 - Ghost Opera
2 - The Great Pandemoniun
3 - Human Stain
4 - Center of the Universe
5 - Nights Of Arabia
6 - A Sailorman's Hymn
7 - When The Lights Are Down
8 - Soul Society
9 - Solo de Teclado
10 - Hunter's Season
11 - Eden Echo
12 - Necropolis
13 - The Haunting (Somewhere In Time)
14 - Solo de Bateria
15 - Forever
BIS
16 - Solo de Baixo
17 - Karma
18 - Don't You Cry
19 - March Of Mephisto




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Kamelot"


Kamelot: Epica é um disco verdadeiramente primoroso

Kamelot: Roy Khan homenageado por trabalho com jovensKamelot
Roy Khan homenageado por trabalho com jovens

Power Metal: As bandas mais populares segundo o FacebookPower Metal
As bandas mais populares segundo o Facebook

Pra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 2003Pra ouvir e discutir
Os melhores discos lançados em 2003


Ricardo Confessori: Iron Maiden, aposenta logo!Ricardo Confessori
"Iron Maiden, aposenta logo!"

Blender: as letras mais repulsivas do Heavy MetalBlender
As letras mais repulsivas do Heavy Metal

Sílvio Santos: The Number Of The Beast em ritmo de festaSílvio Santos
"The Number Of The Beast" em ritmo de festa

Fotos de Infância: Cliff Burton, do MetallicaMulheres e guitarras: as mais importantes segundo a GibsonMetallica: Lars Ulrich usou calcinha em show de 2015?Judas Priest: banda pode seguir sem Rob Halford, Glenn Tipton e Ian Hill?

Sobre Renato Rossini

Renato Rossini, nascido em 27/09/1984 em São Caetano do Sul. Formado em Relações Internacionais, mas trabalha com informática (?!?!). Ouve heavy metal desde os 8 ou 9 anos. Começou com os clássicos, Metallica, Iron Maiden, Black Sabbath, mas hoje em dia ouve de tudo quando o assunto é metal. Pra variar tem uma banda, onde toca bateria.

Mais matérias de Renato Rossini no Whiplash.Net.