Resenha - Paul Di'Anno (Rio de Janeiro, 19/05/2000)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Antonio Pedro
Enviar correções  |  Ver Acessos


A noite começou bem. O novíssimo DOI-CODI mostrou a que veio, animando a galera com seu alternative metal de qualidade, muito melhor que muitas bandas norte americanas. Encerraram a excelente performance com o hit Boomerang. Em seguida foi a vez do Brainstorm, que detonou seu furioso e veloz thash-metal. Realmente bom.

Rob Halford: Uma resposta educada a comentários de DickinsonFilhas de Rockstars: conheça algumas das mais bonitas

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E finalmente, depois das 02:00h de sábado ouvia-se o tema de abertura do CD Nomad nos ouvidos. PAUL IS COMING. Abriram arrebentando Madman in The Attic. O peso era palpável e detonava os tímpanos. A nação heavy-metal ia a loucura. A banda de Di'Anno é extremamente competente e mostrava muita intimidade com o palco, além de ser extremamente pesada e contagiante. Os músicos tem uma ótima movimentação e possuem muito carisma. Em seguida enfiaram P.O.V. 2000. Matadora.


E quanto todos estavam arrepiados com o poder de fogo das novas composições de Di'Anno e banda, ouve-se os riffs de Prowler. Não podia ser verdade. Mas era. A galera era puro delírio. Veio então a ótima Brothers of The Tomb, onde Paul mostra toda a fúria e violência de seus agudos. Novamente, momento nostalgia. Paul detona Remember Tomorrow sobre nós. Em seguia vieram S.A.T.A.N., Nomad e mais agüenta coração. WRATHCHILD!!!! O hino é cantado por todos os presentes. Paul estava sendo bonzinho demais. Três hits dos Maiden!!!!!


Mas algo triste aconteceu. Paul cansou-se da truculência dos seguranças com os fãs que subiam no palco. Eram violentamente jogados de volta, ou arrastados para fora. Um deles inclusive caiu de cabeça bem perto de mim. Paul cansou de tudo aquilo e por pouco não encheu a cara de uma dos seguranças que puxou um fã que estava abraçado a ele. Ele disse "Se quiserem brigar, venham falar comigo", "Sou campeão mundial dos Pesos-Pesados". Pra piorar ainda mais, os seguranças se retiraram e o palco foi tomado pelos fãs. O som foi até desligado. Parecia ser o fim melancólico para uma noite memorável. Animos acalmados, Paul retorna para delírio de todos. E toca uma música perfeita para a ocasião. Running Free. A canção é executada com raiva e muita emoção e é deliciosamente ouvida e cantada por todos. Mais alguns petardos do excelente álbum Nomad e fim de festa. Mas tenham certeza de que o incidente com a segurança não foi suficiente para abalar o brilho da performance de Paul Di'Anno e sua incrível, e brasileira, banda. A presença de Paul no palco não será apagada nunca da memória de todos os metaleiros presentes. Muito menos sua postura de indignação frente a brutalização de seus fãs, que foram lá para se divertir e não para serem agredidos. Nota mil para você, Mr Paul Di'Anno.

Fotos por Antonio Pedro




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Paul D'ianno"Todas as matérias sobre "Iron Maiden"


Iron Maiden: Felipe Dylon toca clássicos da donzelaIron Maiden
Felipe Dylon toca clássicos da donzela

Iron Maiden: os álbuns da banda, do pior para o melhorIron Maiden
Os álbuns da banda, do pior para o melhor


Rob Halford: Uma resposta educada a comentários de DickinsonRob Halford
Uma resposta educada a comentários de Dickinson

Filhas de Rockstars: conheça algumas das mais bonitasFilhas de Rockstars
Conheça algumas das mais bonitas


Sobre Antonio Pedro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL