Da impaciência às guerras internas: segredos para banda fracassar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Moraes
Enviar correções  |  Ver Acessos

Na semana passada, escrevi o artigo "Do amadorismo à falta de foco: segredos para uma banda fracassar". A contribuição da galera foi tão grande, com várias situações que não considerei no primeiro texto, que decidi escrever uma continuação com outros pontos. Falta de paciência, persistência, falta de amizade entre os membros da banda, falta de valorização da própria banda estão entre eles.

Angra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de DominóCinco contra um?: Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Não se valorizar

Esse é um erro que cometi muito. Lembro uma vez, em uma conversa com o guitarrista, amigo e ex-companheiro de banda, Luis Nasche, ao sair de um ensaio de um estúdio na Teodoro, ter falado a ele sobre um evento no qual iríamos tocar. "Vamos, não custa nada", disse eu. Ele, de pronto me respondeu: "Custa, sim! E o custo de todos os instrumentos, e as horas que passamos estudando e ensaiando? Tudo isso é investimento!". Hoje compreendo muito melhor suas palavras. Se você, que se dedica, investe seu tempo e dinheiro não se valoriza, você corre o risco de ser usado por pessoas que apenas se aproveitam de sua boa vontade para fazer o nome delas em cima do seu trabalho.

Tocar em qualquer evento ou lugar

Geralmente, o erro acima tem como consequência este aqui. Também, por experiência própria, falo sobre algo que quase levou a nossa banda ao fim. É legal quando a banda tem um planejamento e envolve quais os eventos são legais e quais os que irão apenas queimar a banda. Já estivemos em evento que teríamos de levar um determinado número de pessoas pagantes para podermos tocar, sem ganhar um puto, longe pra caramba de onde morávamos. E o dono do bar disse na lata, já no local do show: ou paga o valor restante referente ao público que viria com vocês ou não toca. Claro que não tocamos, óbvio. E ouvi de várias bandas situação semelhante. Então, pessoal: CUIDADO COM OS PICARETAS!

Falta de paciência e persistência

Quem tem uma banda, sabe quantas e quantas vezes temos vontade de desistir de tudo, seja por falta de tempo, por algum desacordo entre os músicos, ou até por não conseguir encaixar aquela música, aquele solo. Mas, jogar tudo fora por falta de paciência, como diz o amigo e leitor Diógenes Moraes, não é a melhor solução. Afinal, é com o tempo que se vê a evolução. Nada acontece da noite para o dia. É preciso trabalhar e passar pelas adversidades para conquistar o espaço almejado.

Falta de tesão

Para ter uma banda, é necessário que todos estejam com a mesma empolgação. Afinal, basta um dos membros estar sem tesão para rolar aquele show que o negócio não flui como deveria.

Falta de Amizade

Por último, deixo algo que é essencial para uma banda: a amizade. Pois, se sua banda já chegou ao estágio de apenas estarem alguns caras em cima de um palco apenas para fazer aquele show burocrático para honrar compromissos, já era. Vocês já não existem como banda!

Uma das maiores falhas de uma banda, como em qualquer área, é a falta da comunicação entre os membros da banda. Na era do smartphone, das redes sociais, da comunicação inteligente, dizer que não conseguiu abrir aquele e-mail ou ver a mensagem no face ou no whatsapp é inaceitável. Se você não se importa com o dia-a-dia da banda a ponto de não assimilar as mensagens importantes, é sinal de que falta comprometimento.

Curtas

Mais sobre André Matos em Piedade-SP
Na semana passada, falei sobre o show do André Matos de graça em Piedade-SP. Para quem não sabe, o município fica a 1h30 de São Paulo, capital, na região de Sorocaba. Segue link do evento na agenda do whiplash.net.

18/05/15 - Noite do Rock com Andre Matos (Piedade - SP)

Coletânea Mimosa Rock

A cena do Rio de Janeiro me surpreendeu com grandes iniciativas como o Mimosa Rock, que envolve eventos e uma coletânea disponibilizada online. O material traz bandas como a T-Remoto, Rock'D La Rua e outras tantas. Confira!
Soundcloud.com/festivalmimosarock

Mais sugestões?
Entre em contato:
[email protected]
twitter: @fermoraes
Acompanhem o trabalho da minha banda no twitter
@rotaventurarock




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Opiniões

Angra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de DominóAngra
Kiko Loureiro relembrando o tempo de Dominó

Cinco contra um?: Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcouCinco contra um?
Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou


Sobre Fernando Moraes

Jornalista e Relações Públicas, Fernando Moraes é também músico independente, vocalista e guitarrista da banda paulista Rota Ventura. Amante de Rock, de música de qualidade e entusiasta dos artistas autorais, seus artigos falam sobre o cenário do novo Rock Nacional e os desafios daqueles que fazem de tudo para que grandes bandas continuem surgindo e mantendo vivo o estilo de som mais amado de todos os tempos.

Mais matérias de Fernando Moraes no Whiplash.Net.

Goo336x280