Inquietação musical: Bowies, Youngs e afins

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fábio Cavalcanti, Fonte: Rock em Análise
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Grandes artistas são aqueles que sempre mudam, certo? Bem, não necessariamente... Mas, é inegável que um artista "mutável" pode trazer surpresas que nos levem a escutar - e analisar - a sua obra de uma forma multidimensional, levando em conta aspectos como criatividade, tato para os negócios, ou mesmo o estado psicológico do compositor durante o trabalho em cima de um conjunto de músicas.

2623 acessosVanilla Ice: rapper diz que "Under Pressure", do Queen, agora é dele5000 acessosPreços: quanto custa para contratar a sua banda favorita

Caras como David Bowie e Neil Young, por exemplo, pareciam mostrar uma constante inquietação musical ao longo dos seus discos, o que sempre resultava em obras inesperadas, que dividiam opiniões até entre os seus fãs mais 'xiitas'. Caso duvide, procure por resenhas de fãs sobre os alguns dos melhores discos dos dois artistas, e verá que todos possuem lá suas críticas negativas...

Young elevou o seu "folk rock" a uma abrangência musical que certamente chocou todos aqueles que começaram a curtir o som do cara pelas suas belas canções "semi-acústicas" iniciais. Ao longo dos anos, o canadense investiu em álbuns puxados para o country, rock 'n' roll, southern rock, hard rock, new wave, grunge, e até noise rock! De músicas virtuosas a canções minimalistas, o velhinho continua "brincando" com vários tipos de sonoridades e produções.

Confira três exemplos de sonoridades distintas de Neil Young:

Heart of Gold:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Touch the Night:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Angry World:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

E se estamos falando de variações absurdas, David Bowie é o principal exemplo das possibilidades de experimentações no rock. Dono de uma identidade melódica e lírica que pode ser facilmente notada até nos seus álbuns mais "peculiares", o cara impressionou do primeiro ao último disco (o ótimo "Reality", de 2003). Por sinal, até os detratores de grandes mudanças sentem falta de um novo trabalho do "camaleão do rock".

Confira três exemplos de sonoridades distintas de David Bowie:

Ziggy Stardust:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Little Wonder:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Thursday's Child:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Não sou daqueles que desvalorizam o rock atual, mas é fato que não temos mais tantos artistas com tamanha vontade de "brincar" com sons diversos ao longo das suas respectivas carreiras. Isso vale tanto para os novatos quanto para aqueles veteranos que já foram mais ousados nos seus tempos áureos. Independente de inovar a música ou não, nada impede um músico de ouvir coisas distintas e incorporá-las ao seu som.

Tudo bem que bandas como AC/DC, Status Quo e Motörhead são perfeitas (ou quase) do jeito que são, mas também precisamos de mais "Bowies" e "Youngs" no nosso querido rock 'n' roll. E que as novas gerações procurem escutar o maior número possível de álbuns desses dois artistas, além dos trabalhos de outros caras "inquietos" como Bob Dylan, Bruce Springsteen, e o saudoso Frank Zappa.

E caso você consiga pensar em mais exemplos - e eu sei que existem vários outros -, pode citá-los na parte de comentários!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 16 de julho de 2012

Vanilla IceVanilla Ice
Rapper diz que "Under Pressure", do Queen, agora é dele

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "David Bowie"

WatchmojoWatchmojo
Os 10 clipes mais ridículos dos 80's

Planet RockPlanet Rock
As quarenta maiores vozes da história do rock

Pré-Guitar HeroPré-Guitar Hero
Os primeiros rockstars em video-games

0 acessosTodas as matérias da seção Opiniões0 acessosTodas as matérias sobre "David Bowie"0 acessosTodas as matérias sobre "Neil Young"

PreçosPreços
Quanto custa para contratar a sua banda favorita

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Os vocalistas que ele respeita e admira

Show de RockShow de Rock
As diferenças entre os anos 80 e 2000

5000 acessosMetal: adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?5000 acessosHeavy Metal: as trinta maiores bandas de países diferentes5000 acessosNinguém é perfeito: os filhos "bastardos" de pais famosos5000 acessosRush: Geddy Lee comenta a morte de Lemmy5000 acessosNirvana: ninguém notava Dave Grohl, ele era apenas o baterista5000 acessosIron Maiden: Pelotão de Fuzileiros presta homenagem à banda

Sobre Fábio Cavalcanti

Baiano, sempre morou em Salvador. Trabalha na área de Informática e ¨brinca¨ na bateria em momentos vagos, sem maiores pretensões. Além disso, procura conhecer novas - e antigas - bandas dos mais variados subgêneros do rock. Por fim, luta para divulgar, sempre que possível, o pouco conhecido cenário rocker da tão sofrida ¨Terra do Axé¨.

Mais matérias de Fábio Cavalcanti no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online