Matérias Mais Lidas

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemAs 10 músicas mais estranhas do Guns N' Roses, em lista do Ultimate Classic Rock

imagemAs obscuras músicas favoritas do Red Hot Chili Peppers de John Frusciante

imagemMaranhão Open Air anuncia line-up com 24 bandas em dois dias

imagemA opinião de Dave Mustaine sobre a clássica "The Unforgiven", do Metallica

imagemGene Simmons sobre o Ramones: "Punk nos EUA não significava nada"

imagemCinco músicas lançadas após o ano 2000 que se tornaram clássicos do rock - Parte II

imagemAudioslave: Tom Morello recorda seu sinistro primeiro encontro com Chris Cornell

imagemKiss: Fã de comédia romântica, Paul Stanley lista seus filmes preferidos

imagemBatera do Polyphia perde click e técnico salva marcando o tempo em sua perna

imagemDez clássicos do thrash metal que não foram gravados pelo "Big Four" - Parte I

imagemO hit do Engenheiros do Hawaii frequentemente confundido com confissão de aborto

imagemBlaze Bayley diz que um dos menores shows da carreira do Maiden foi o seu melhor

imagemIggor Cavalera relembra quando Max foi para delegacia e delegado palmeirense o salvou

imagemBruce Dickinson: curiosidades sobre a voz por trás do Iron Maiden


Stamp

Public Enemy toca no Brasil e redireciona seu discurso

Fonte: Folha Online
Em 29/10/03

THIAGO NEY
da Folha de S.Paulo

Se nos anos 80/90 a luta do Public Enemy limitava-se a seus shows e discos, hoje ela é travada maciçamente pela internet. O objetivo anterior, de derrubar toda e qualquer barreira social --seja de cor, seja de religião--, ainda está de pé, mas quem está na mira dos discursos do grupo hoje são as grandes corporações de música.

Formado há mais de 20 anos pelo vocalista Chuck D, o Public Enemy continua na ponta da produção mundial de hip hop muito por culpa da internet. Além dos serviços comuns de um website normal, a banda utiliza a rede como uma nova forma de comercialização de seus produtos --principalmente músicas.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

O Public Enemy disponibilizou as canções de seus dois últimos álbuns ("There's a Poison Going On", 1999, "Revolverlution", 2002) em MP3 bem antes do que no formato usual, em CD.

O grupo veio ao Brasil em 1991, em show histórico no ginásio do Ibirapuera (SP). Chuck D e turma estavam no auge, após os lançamentos dos essenciais "It Takes a Nation of Millions to Hold us Back" (88) e "Fear of a Black Planet" (90). Eles retornam para o Tim Festival (tocam no dia 1º/11), no Rio, e no Via Funchal (7/11), em São Paulo.

Para falar sobre os shows no Brasil e os planos do Public Enemy para a internet, a Folha conversou por telefone com o líder do grupo, Chuck D.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Folha - Esta é a segunda vez que vocês vêm ao Brasil. O que você achou do show de 1991?

Chuck D - Gostei muito da apresentação e do clima das pessoas daí. O público realmente conhece e aprecia hip hop. E a luta dos negros no Brasil é parecida com a dos negros nos EUA, embora praticada de formas diferentes. Mas aí ainda há mais mistura do que nos Estados Unidos.

Folha - Quando você começaram, Ronald Reagan era o presidente dos EUA. Hoje, é George W. Bush quem está no poder. As coisas avançaram ou regrediram?

Chuck D - George W. Bush não tem medo de afirmar ao mundo que é ele quem está no comando de todo o mundo. Nesse ponto até mesmo Reagan tinha um certo cuidado. Nós do Public Enemy sempre dissemos que a América precisava olhar mais para o planeta, deixar a arrogância de lado. Não é isso o que acontece hoje.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Folha - O Public Enemy é um dos artistas mais envolvidos com as possibilidades da internet. Como você avalia essa disputa entre as grandes gravadoras e as pessoas que baixam músicas na rede?

Chuck D - As corporações têm de entender que o público descobriu e começou a usar essa tecnologia antes deles. Agora eles têm de fazer ajustes. Hoje em dia as pessoas vão às lojas e compram apenas o que acham bom. Então o downnload só vai afetar aqueles que não são realmente artistas. Porque os fãs querem ajudar e dar um suporte para seus ídolos. Por exemplo, quando você vê um show do Public Enemy, você assiste a um dos maiores shows do mundo. A indústria não se dá conta disso. Eles estão interessados apenas em vender discos, não se importam como são as apresentações de seus artistas.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Folha - Dá para saber como será a indústria da música em dez anos?

Chuck D - Acho que em três anos a indústria se dará conta de que essa nova forma de distribuição chegou para ficar. Você terá artistas "da internet", gravadoras independentes e artistas das majors, e eles participarão de forma diferente na distribuição. Não acho que a forma convencional de venda de discos será extinta, mas acho que a internet veio para somar. E terá resultados bem realísticos. Acho que estamos entrando num tempo em que o artista voltará a ser mais importante do que o CD que ele está lançando.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Folha - Você diz não acreditar mais no formato de álbum que nós conhecemos hoje. Por quê?

Chuck D - Eu acredito em álbuns feitos a partir de um conceito; e não acredito que muitos artistas estejam fazendo isso. Eles estão fazendo singles e preenchendo discos com músicas que estão ali só para preencher espaço. E isso faz com que as pessoas passem a colecionar, pela internet, apenas os singles. As pessoas estão ficando acostumadas a singles.

Folha - A tecnologia ajuda os artistas a terem mais controle?

Chuck D - Sim, ela permite fazer música, a conseguir um contrato, o marketing, a distribuição...

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Folha - Você acha que as gravadoras, e os artistas, conseguirão lucrar com a internet?

Chuck D - Acho que eles podem expor seu material e vendê-lo através de pedidos por e-mail, por exemplo. As gravadoras podem lucrar até com a imagem do artista, negociando merchandising pelos sites.

Folha - O Public Enemy, e o hip hop, sempre foram vistos como música com forte conteúdo político e social, como uma batalha contra o sistema. Você acha que essa luta pode ser ganha algum dia?

Chuck D - Acho que a batalha de fazer as pessoas serem menos influenciadas pela TV e pelo rádio pode ser ganha; ou de o público ter acesso a informações de outros modos.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Folha - O Public Enemy ajudou a moldar o hip hop como o conhecemos hoje. Você está gostando do que ajudou a criar?

Chuck D - No começo, os rappers cantavam pela arte do hip hop, pelas pessoas. Hoje eles cantam por "business".

TIM FESTIVAL
Onde: MAM-RJ (av. Infante Dom Henrique, 85, Rio)
Quando: de 30/10 a 1º/11
Quanto: de R$ 30 a R$ 80
Como comprar: tel. 0300-789-3350

PUBLIC ENEMY
Onde: Via Funchal (r. Funchal, 65, SP, tel. 0/xx/11/3846-2300)
Quando: 7/11
Quanto: a definir

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Dream Theater: o clássico da banda que tem pequeno trecho de música do Public Enemy

Axl Rose ouvia rap para ficar por dentro do que acontecia e pelas questões sociais

The Simpsons: 10 melhores aparições de roqueiros no desenho

Fotos de Infância: Red Hot Chili Peppers