Crimson Glory: "mantivemos nossa integridade"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis, Fonte: Roadie Crew
Enviar Correções  

Jon Drenning, guitarrista, membro fundador, e líder do CRIMSON GLORY, concedeu uma entrevista exclusiva à revista Roadie Crew (No. 103, capa: Max Cavalera).

Perguntado sobre o sucesso da banda após o lançamento do álbum "Transcendence" (1988), devido especialmente à repercussão e ao videoclipe da faixa "Lonely" na MTV, Drenning respondeu:

"(...) Sem dúvida aquele foi um momento de exposição do Crimson Glory a um público que não nos ouviria em condições normais e que, provavelmente, jamais escutou a um trabalho nosso depois daquilo. Nossa música é artística, não comercial. Mesmo diante daquele sucesso, mantivemos nossos ideais, e isso gerou inclusive dificuldades com a gravadora, os empresários, a TV, etc. Havia certo movimento para explorar e manter aquela fase de alta popularidade do grupo, porém, preferimos manter nossa integridade."

publicidade

Ao contrário do que fora divulgado sobre a demissão do vocalista Midnight anteriormente, o guitarrista foi revelador ao afirmar que ele poderá participar do próximo álbum do Crimson Glory desde que consiga se ajustar:

"Ele é nosso irmão, e nós o amamos. Sempre pensamos e quisemos que Midnight fizesse parte deste próximo trabalho, e eu não me surpreenderia se ele e Wade Black dividissem os vocais e aparecessem juntos no CD. (...) Ele não está fora da banda. Porém, diante de todos aqueles problemas que tivemos (N. do E.: Midnight foi preso em janeiro deste ano por dirigir sob efeito de álcool e/ou outras drogas), decidimos partir com Wade Black para os shows que havíamos agendado, e deixar Midnight se ajustar, e colocar a cabeça no lugar."

publicidade

Durante a conversa, Jon Drenning falou ainda sobre a bem-sucedida carreira do ex-baterista e percussionista Ravi Jakhotia em Hollywood, das exigências da Atlantic Records por um disco mais comercial da banda após "Transcendence", do retorno do Crimson Glory em 1996, das dificuldades de e com Midnight, e do uso de máscaras no início de carreira do grupo, e a razão pela qual as deixaram de lado.

publicidade

A Roadie Crew #103 já está nas bancas.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Power Metal: 20 bandas para quem é fã do estiloPower Metal
20 bandas para quem é fã do estilo

Power Metal: 10 álbuns essenciais segundo About.comPower Metal
10 álbuns essenciais segundo About.com


Black Sabbath: avó de Iommi era brasileira e pais eram católicosBlack Sabbath
Avó de Iommi era brasileira e pais eram católicos

Sonho de Consumo: os 10 palcos de shows mais desejadosSonho de Consumo
Os 10 palcos de shows mais desejados


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin