Priester: livro e elogios de Portnoy e Barone

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Sarkis, Fonte: Aquiles Priester
Enviar correções  |  Comentários  | 

Press-release


De DREAM THEATER a PARALAMAS DO SUCESSO, TORTURE SQUAD a WINGER, ROUPA NOVA a GAMMA RAY; seja Metal ou Pop, Rock ou Jazz; o talento de Aquiles Priester (ANGRA, HANGAR, FREAKEYS) está mais do que reconhecido.
729 acessosAngra: Rafael comenta nova fase, novo álbum e legado (vídeo)5000 acessosBon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de fora

Lançando seu primeiro livro, intitulado "Inside My PsychoBook: 100 Double Bass Patterns", o baterista recebeu a aprovação e os aplausos de todas as bandas acima citadas, e muitos outros artistas.

O tema do trabalho? A técnica de dois bumbos, talvez aquela que o tenha consagrado em definitivo no mundo da música. "Desde que comecei a fazer workshops, sempre escuto a mesma pergunta em todos os eventos: 'qual o exercício ideal para aumentar minha habilidade nos dois bumbos?'", explica Aquiles ao falar da razão que o levou a uma publicação extensa e abrangente sobre o assunto.

"A técnica de dois bumbos hoje faz parte da linguagem musical do baterista moderno e deixou de ser uma ferramenta exclusiva do músico que toca Heavy Metal," afirma ele, ressaltando que "a evolução das idéias e das técnicas desse estilo está sempre à frente e, a cada dia, percebo que o estudo dos dois bumbos é interminável, pois até as novidades estão sempre sendo recicladas."


Lançado oficialmente na Expomusic 2007, "Inside My PsychoBook: 100 Double Bass Patterns" mostra o método único desenvolvido pelo aclamado baterista de ANGRA, HANGAR e FREAKEYS para uma das mais instigantes técnicas de bateria, e traz 100 exercícios de dois bumbos acompanhados por um CD gravado pelo próprio.

Confira alguns dos depoimentos sobre Aquiles Priester e o livro, o qual pode ser adquirido no site da Free Note por meio deste link:

"Tive o prazer de ver o Aquiles tocando toda noite quando o Angra abriu os shows do Dream Theater em 2005. Sua potência, suas levadas e sua destreza foram uma inspiração. Ele tem todas as ferramentas certas e sabe como usá-las." Mike Portnoy (DREAM THEATER)

"Depois que ouvi e vi Aquiles Priester em ação com seus dois bumbos, encontrei um novo sentido para o termo ARMAS DE DESTRUIÇÃO EM MASSA!" João Barone (OS PARALAMAS DO SUCESSO)

"O que falar de um baterista que é um dos mestres quando se trata de tocar dois bumbos das mais variadas formas? Esse método só vem a confirmar isso. (...) Para compor um método contendo 100 exercícios direcionados exclusivamente a dois bumbos, dá pra perceber que ele não é apenas um batera extremamente rápido, eficiente e preciso – mais que isso, ele é criativo, qualidade que, em minha opinião, é essencial para um baterista." Amilcar Christófaro (TORTURE SQUAD)

"Aquiles Priester tocando bateria é como uma explosão que mistura potência, técnica e musicalidade. Tive o prazer de conhecê-lo e ouvi-lo tocando quando o The Rudess Morgenstein Project tocou com o Angra em Caracas na Venezuela. O Aquiles tocando dois bumbos é parte fundamental de seu estilo de tocar bateria, sempre empolgante e repleto de uma imensa variedade de padrões interessantes e intensos." Rod Morgenstein (WINGER, DIXIE DREGS)

"Quando eu assisti ao DVD Inside My Drums, fiquei impressionado com a precisão e a velocidade com a qual Aquiles domina os dois bumbos. (...) Sou fã incondicional." Serginho Herval (ROUPA NOVA)

"Quando ouvi a bateria do álbum 'Rebirth' pela primeira vez, pensei: 'esse é um dos poucos verdadeiros mestres dos dois bumbos do mundo!'. Aquiles mostrava ali uma grande noção de tempo, muito bom gosto musical, precisão, criatividade e uma excelente técnica. O modo como toca sempre foi inspirador para mim. Para mim, o Aquiles Priester é um dos dez grandes mestres dos dois bumbos do mundo." Dan Zimmermann (GAMMA RAY)

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

AngraAngra
Rafael comenta nova fase, novo álbum e legado da banda (vídeo)

790 acessosAngra: Fabio Lione tem poderes! (making of do novo álbum)1909 acessosLione: "Nos últimos anos não vi novas bandas com ideias legais"597 acessosAngra: Fabio Lione queria ser Médico? Zoólogo?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

AngraAngra
Influências que a banda carrega em seus álbuns

MegadethMegadeth
Adler diz que Mustaine é o cara que criou isto tudo

Aquiles PriesterAquiles Priester
Livro é leitura obrigatória para quem curte música

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"0 acessosTodas as matérias sobre "Hangar"

Bon JoviBon Jovi
Larissa Riquelme dança música com os seios de fora

Heavy MetalHeavy Metal
As trinta maiores bandas de países diferentes

GuitarristasGuitarristas
Jornal elege os 25 melhores guitarristas da Bay Area

5000 acessosCharles Manson: casamento era plano para expor seu cadáver5000 acessosDave Mustaine: 10 coisas que você não sabia sobre ele5000 acessosAerosmith: As 20 frases mais ultrajantes de Steven Tyler5000 acessosMorre Diabo: ele aprendeu a tocar guitarra e virou um shredder5000 acessosRock e Metal: dez vocalistas cujas vozes nunca envelheceram5000 acessosSlayer: Gary Holt se nega a imitar solos de Jeff Hanneman

Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online