Mastodon: "o que não te mata te faz ficar mais forte"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marco Néo, Fonte: Revolver, Tradução
Enviar Correções  

Brent Hinds, guitarrista e vocalista do MASTODON, recentemente conversou com a revista norte-americana Revolver sobre como foi surpreendido após a performance da banda no MTV Video Music Awards de 2007 e sofreu uma pancada que quase acabou com sua vida.

Lista: a melhor banda de metal de cada estado dos EUA, segundo a Kerrang

Chris Cornell: jornalista foi a último show e percebeu algo errado

Ele havia acabado de chegar em uma festa pós-premiação, na qual ficou circulando e bebendo com membros do MOTÖRHEAD, QUEENS OF THE STONE AGE e FOO FIGHTERS. No momento em que Hinds desceu as escadas na saída do Mandalay Bay Resord e Cassino, acabado e exaltado, o baixista do SYSTEM OF A DOWN, Shavo Odadjian, e o vocalista e compositor William Hudson estavam bem atrás. De acordo com Hinds, quando ele tirou sua camiseta molhada e de forma triunfal começou a girá-la por sobre sua cabeça, ele acidentalmente acertou Hudson que, sem pestanejar, revidou com um soco em Hinds com toda sua força. O nariz do guitarrista explodiu e sua cabeça caiu pesadamente sobre o concreto.

"Shavo disse que o som parecia o de alguém que tinha acertado um homerun" (Nota do editor: rebatida na qual o rebatedor é capaz de circular todas as bases no beisebol), disse Hinds. "Eu comecei a convulsionar e apaguei. Tinha sangue saindo das minhas orelhas e da minha boca. Basicamente eu sofri uma hemorragia cerebral e eu já estava de mãos dadas com a morte".

Disse ainda Hinds: "Cara, aquele desgraçado tinha anéis nas mãos e ele quebrou meu nariz de uma tal maneira que eu tive que esperar oito meses até que as vertigens parassem e eu pudesse voltar ao hospital para, sob o efeito de anestesia, ter o meu nariz quebrado de novo para que eu pudesse respirar".

(O periódico Las Vegas Weekly, baseado em relatórios da polícia colhidos de testemunhas presenciais e câmeras de vídeo do hotel, noticiou em setembro de 2007 que "um inebriado Hinds estava saindo do Mandalay Bay por volta de três da manhã quando encontrou Odadjian e William Hudson no saguão oeste do hotel. Hinds tirou sua camisa e acertou Odadjian com ela, depois acertou Hudson na face e no peito, fazendo Odadjian pedir a Hinds que 'relaxasse' várias vezes." "O relatório da polícia indicou que tanto Odadjian quanto Hudson socaram Hinds no rosto, derrubando-o ao chão. Um amigo não identificado de Hinds, que aparentemente testemunhou o fato, correu para ajudar o músico e se desculpou com Odadjian e Hudson, dizendo que Hinds estava 'bêbado'. Tanto Odadjian quanto Hudson foram questionados pela polícia no local dos fatos.")

"Hoje em dia quando alguém me irrita, tudo o que faço é pensar de novo (em Hudson) e machucar a pessoa duas vezes mais. Toda vez que alguém vem me confrontar, eu fico preocupado. Não vou ser destruído de novo. Eu fico olhando ao meu redor, perguntando: 'cadê o seu amigo? Cadê a porra do seu amigo que vai me acertar do nada?' Eu fiquei realmente paranóico depois disso, o que me tornou um lutador bem melhor".

Em setembro de 2008 Hinds se envolveu em uma discussão com Arish "King" Khan, o guru e guitarrista indiano que por um bom tempo ralou tocando guitarra na banda punk canadense SPACESHITS e hoje em dia tem sua própria banda, chamada KING KHAN & THE SHRINES. O guitarrista havia ido a um evento beneficente em homenagem a BJ Womack, um músico local que havia sido diagnosticado recentemente com câncer no cérebro e já estava em estado terminal. Antes do show de King Khan, Khan pediu a Hinds para subir ao palco na última música, pegar a guitarra de Khan e tocar um solo estraçalhante. Porém, teve uma coisa que Khan não disse.

"Eu estava no meio do solo, e ele se vira e pega um bolo de tiras azuis de cima de seu amplificador e coloca esse bolo bem em cima da minha cabeça", dise Hinds. "Então, depois do final do show, eu atirei a guitarra ao chão, saí do palco, fui ao encontro do cara e disse: 'você me deixou puto. Você me deixou tão puto que eu quero te dar uma porrada na cara.' E ele respondeu: 'que seja cara, faça isso logo de uma vez'. Eu acertei ele tão forte que ele ficou com o lábio rachado para o resto da vida".

A edição de maio de 2009 da revista Revolver está nas bancas nos Estados Unidos.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Lista: a melhor banda de metal de cada estado dos EUA, segundo a KerrangLista
A melhor banda de metal de cada estado dos EUA, segundo a Kerrang

Prog metal: os 25 maiores álbuns da história, segundo o LoudwireProg metal
Os 25 maiores álbuns da história, segundo o Loudwire

Mastodon: ouça curioso mashup entre "Curl of the Burl" e música de Justin Timberlake

Em 24/06/2014: Mastodon lançava Once More 'Round the Sun


Mastodon: polêmica camiseta para celebrar o Dia de Ação de GraçasMastodon
Polêmica camiseta para celebrar o Dia de Ação de Graças

Mastodon: perder Grammy para Tenacious D foi como um chute no sacoMastodon
Perder Grammy para Tenacious D foi como "um chute no saco"


Chris Cornell: jornalista foi a último show e percebeu algo erradoChris Cornell
Jornalista foi a último show e percebeu algo errado

Ave, Satan!: As dez melhores músicas sobre o InfernoAve, Satan!
As dez melhores músicas sobre o Inferno


Sobre Marco Néo

Nascido na primeira metade dos anos 70, teve seu primeiro contato com sons pesados quando o Kiss veio para o Brasil, em 83, mas não compreendeu bem o que era aquilo. A contaminação efetiva ocorreu um ano depois, quando conheceu Motörhead, Judas Priest, AC/DC, Iron Maiden. Desde então, tornou-se um apaixonado colecionador de tudo o que se refere a Metal e Rock'n'Roll, independentemente de subestilos.

Mais matérias de Marco Néo no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin