Bill Ward: diferenças musicais o afastaram do Heaven & Hell

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Daniel Nusa, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Bill Ward, baterista do BLACK SABBATH, foi entrevistado em 7 de agosto de 2009 por Eddie Trunk. A seguir, alguns trechos da conversa.

1113 acessosBlack Sabbath: Assista trailer de The End Of The End5000 acessosGuitarristas: os sete mais influentes de todos os tempos

Sobre o porquê de ter desistido de se envolver com o HEAVEN AND HELL, quando da gravção de três músicas inéditas para a compilação “Black Sabbath: The Dio Years”:

“Deixe-me ver se eu consigo falar da maneira correta, pois este é um assunto delicado e eu não fiz nenhuma declaração pública sobre isso...

Houve uma diferença musical. Já faz algum tempo que eu só me sinto confortável tocando com os membros originais. E eu tentei tocar no BLACK SABBATH com o Dio, com Ian (Gillan) e com outros vocalistas. E por mais que eu goste ou não destes caras, para mim nunca foi a mesma coisa. E eu nunca consegui fazer esta transição para estar com Tony (Iommi), Geezer (Butler) e outro vocalista. De qualquer forma, eu pensei que, originalmente, nós estávamos falando sobre o Ronnie (James Dio) – quando nós começamos a tentar fazer isso acontecer – eu pensei que poderia manter a cabeça aberta. Mas, na época, parecia que eu estava sempre com um pé atrás. Algumas coisas aconteceram, que eu prefiro não tornar públicas, que me deixaram com muita raiva. Inicialmente, ocorreram algumas coisas referente aos negócios que realmente me desanimaram. E ainda existem alguns problemas pessoais mal resolvidos, que eu espero, um dia, resolver. Mas a principal razão foi que em uma das músicas, o Tony (Iommi) me pediu para tocar de uma maneira mais simples que ia diretamente contra tudo que eu sei sobre o instrumento, e eu não pude tolerar este pedido. Fim da história.”

Sobre se ele se arrepende de ter desistido de se envolver com o HEAVEN AND HELL, e o que pensa sobre o trabalho atual da banda:

“Eu não faço parte disso, mas eles tem meu apoio. Eu já os vi tocando ao vivo. Eu achei que o Geezer (Butler) está incrível. Eu conheço o Vinnie (Appice) desde que ele era uma criança. Eu conheço todos os caras, por isso eles tem meu apoio, e eu espero que eles façam quantas múscias quiserem e que tenham muito sucesso”.

Sobre se ele estaria disposto a se reunir com os membros originais do BLACK SABBATH para uma nova turnê ou gravação:

“Se todo mundo estiver com a mesma disposição eu estou pronto para fazer várias turnês ou vários discos, com a banda original. Eu sempre estive disposto nos últimos trinta anos.”

Sobre o processo que Ozzy Osbourne moveu contra Tony Iommi alegando que este patenteou, individualmente e de forma ilegal, o nome do BLACK SABBATH:

“Você provavelmente sabe mais sobre isso do que eu. Eu não tenho a menor idéia. Eu apenas recebi um e-mail sobre o assunto e conversei com o Ozzy (Osbourne) brevemente sobre isso antes de falarmos sobre nossas famílias e filhos que é o que normalmente nós fazemos. Eu não tenho a menor idéia do que está acontecendo, mas também não sou idiota. Então, obviamente, todos nós temos nossos advogados e contadores, e eles estão observando o que está acontecendo. Então, se ocorrer alguma coisa que pode ter influência sobre mim, eu serei avisado. No mais, é apenas o caminho natural das coisas (risos)... Eu vi coisas bem piores acontecerem em nossa vida privada... Processos são como sentar para tomar uma chícara de chá quando comparado com o que todos nós passamos. É apenas uma coisa que está acontecendo agora, e eu sei que está mantendo a todos muito ocupados. Você me perguntou antes se me arrependo de não estar envolvido com o HEAVEN AND HELL, e a resposta é não. Estou muito feliz aonde estou. Eu aceito as conseqüências de tudo o que aconteceu, mas estou sempre aberto a tocar com os caras, quem não estaria?”

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 19 de outubro de 2012
Post de 19 de outubro de 2012

Kerry KingKerry King
O Deep Purple influenciou mais o Thrash que o Black Sabbath

1113 acessosBlack Sabbath: Assista trailer de The End Of The End1019 acessosBanda dos sonhos: qual seria a sua?188 acessosMarcos de Ros: Tony Iommi, Dois Dedos de Prosa0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

PilaresPilares
O início do Heavy Metal em 1969

Black SabbathBlack Sabbath
Ozzy exibe bandeira do Brasil em show na Argentina

Donald TrumpDonald Trump
A história do presidente dos EUA com o rock

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Heaven And Hell"0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"0 acessosTodas as matérias sobre "Dio"

GuitarristasGuitarristas
Os sete mais influentes de todos os tempos

HumorHumor
As 101 regras para ser um fã da NWOBHM

MetalheadMetalhead
As mulheres mais sexys do Heavy Metal

5000 acessosSarcófago: Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito mais5000 acessosGhost: De quais bandas brasileiras eles gostam?5000 acessosDébil Metal: quando os fãs assustam os ídolos5000 acessosBlind Faith: uma das capas mais polêmicas da história5000 acessosSlayer: tirando um som brutal de instrumentos infantis5000 acessosHeavy Metal: as 10 maneiras de se segurar a guitarra

Sobre Daniel Nusa

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online