Sammy Hagar: impressionado com a estagnação do Van Halen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

De acordo com The Pulse of Radio, Sammy Hagar está feliz com os rumos que sua atual banda, CHICKENFOOT, está tomando e não pode evitar comentar a falta de progresso do VAN HALEN. Ele falou para o jornal "The San Gabriel Valley Tribune" e pareceu impressionado com o fato de que o VAN HALEN não lançou nenhum álbum de estúdio novo em aproximadamente vinte anos, explicando, "A banda se separou em 1995. O último disco foi em 93. 17 anos e eles não fizeram nenhuma música nova. Isso é loucura... se isso mudasse e fosse como quando eu estava na banda, eu podia fazer uma reunião e um álbum, mas não nessas circunstâncias."

publicidade

Hagar recordou que em 2004 quando ele e o atual parceiro na banda CHICKENFOOT, Michael Anthony, gravaram três músicas novas para a compilação "Best Of Both Worlds" do VAN HALEN, o ritmo que a banda estava caminhando era lento demais para ele. "Tentamos fazer um disco, mas estava demorando demais, nós só tínhamos feito três músicas, e não era por minha causa, te digo de cara," ele disse, "Se alguém disser algo como se eu fosse o problema naquele disco, está louco. Eu tinha minhas coisas todas prontas. Eu entrava, mostrava minhas coisas, e então o Eddie [Van Halen] levava meses para fazer um solo de guitarra ou algo assim. Estava delongando demais. Eu não consigo trabalhar assim".

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Censura: 53 nomes que você não pode dizer em uma rádioCensura
53 nomes que você não pode dizer em uma rádio

Solos de guitarra: lista dos 50 melhores segundo a NMESolos de guitarra
Lista dos 50 melhores segundo a NME


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin