Matérias Mais Lidas

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemCopa do Mundo do Rock: uma banda de cada país que vai disputar a Copa do Catar

imagemDave Mustaine diz que perdoa Ellefson, mas nunca mais fará música com o baixista

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagem"Ninguém imaginava que o Metallica seria maior que o Iron Maiden", diz Scott Ian

imagemRaimundos: Digão acusa Instagram de censura após poucas curtidas em post

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemEsposa de Rafael Bittencourt revela o que mais a atraiu no começo do namoro

imagemJohn Frusciante responde qual foi o motivo de seu retorno ao Red Hot Chili Peppers

imagemDave Mustaine quis tirar foto com moça que usava vestido do Megadeth, mas...

imagemNovo clipe do Megadeth ultrapassa meio milhão de visualizações no Youtube

imagemSepultura faz primeiro show com o guitarrista Jean Patton

imagemOzzy Osbourne libera clipe da nova música "Patient Number 9", faixa do novo álbum


Stamp

Paul Gray: "raridade neste negócio que chamamos de música"

Por Karina Detrigiachi
Fonte: Bravewords.com
Em 26/05/10

Paul Dedrick Gray, de 38 anos, co-fundador do SLIPKNOT foi encontrado morto em um hotel perto de Des Moines, Iowa, cidade de origem da banda, na segunda-feira (24 de maio). Um porta-voz do Departamento de Polícia de Urbandale disse que não havia provas de crime, mas a investigação está em andamento.

O redator do BraveWords.com, David Perri fez seus comentários sobre a morte de Paul:

"Eu não posso dizer que conheci Paul Gray de uma forma significativa. Os caminhos de nossas vidas convergiram em um período muito breve, apenas meia hora de conversa no dia 14 de julho de 2008, quando o SLIPKNOT estava promovendo seu mais recente álbum ‘All Hope Is Gone’. Paul e eu nem sequer nos conhecemos pessoalmente, mas somente através da linha telefônica, mas uma coisa ficou muito clara: Paul Gray era um cara autêntico.

Gray poderia ter sido um idiota. Afinal, ele era parte de uma banda vencedora do Grammy, que já vendeu milhões de discos em todo o mundo e saiu em turnê com as bandas mais conhecidas e amadas do planeta. Mas Gray não era um idiota. Ele era um cara afável, genuíno e realmente sensível, cujo uso quase constante da palavra ‘cara’ me fez sorrir durante todos os nossos 30 minutos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Gray não estava sendo legal somente por ser. Nossa entrevista foi cortada várias vezes em conseqüência do seu novo iPhone que estava apresentando as falhas que há nas novas tecnologias. Mas cada vez que seu telefone desligava, ele me ligava de volta e pedia profundas desculpas por nossa conversa ter sido cortada.

Depois de mais de uma década no ramo do jornalismo musical, posso dizer que, sem dúvida, isso é algo muito raro. Gray, através desse gesto de me ligar de volta várias vezes em um dia de julho há quase dois anos, provou que ele se importava.

Gray foi uma genuína estrela do rock - um dos membros fundadores do SLIPKNOT - mas no telefone ele era um cara despretensioso, falando apaixonadamente sobre música comigo, um estranho.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Depois da nossa entrevista, eu esperava um dia encontrar o Gray pessoalmente para lhe dizer o quão legal ele foi. Eu queria dizer a ele que eu tinha entrevistado pessoas com egos e atitudes descontroladas e que tinham até agora, conseguido atingir pouco do sucesso que ele possuía. A disposição amigável e simpática de Gray foi uma espécie de exceção e raridade neste negócio louco que chamamos de música."

No dia 14 de julho de 2008, Gray concedeu uma entrevista para o site Bravewords.com e abaixo pode ser conferido um trecho da conversa.

Quando perguntado se há saudades do álbum homônimo de 1999:

"Oh cara, mas é claro. Estou nessa banda desde que eu era um adolescente e com o álbum homônimo lançado em 99, eu penso em todas as merdas pelas quais passamos antes de assinar um contrato de gravação. Tudo o que tínhamos feito antes, que nós mesmos fizemos e produzimos, tivemos que vender pois eles não estavam disponíveis nas lojas. Nós tivemos que ir à loja de música local e vender nosso CD. Em todo lugar que fomos, quando tínhamos shows, íamos para a cidade e conversávamos com as lojas locais sobre a venda de nosso CD".

"Grandes redes como Best Buy não se interessavam por nada referente a músicos de bandas locais ou sem gravadoras, então após passar por todo esse trabalho e finalmente chegar ao ponto onde você é reconhecido, assinar um contrato de verdade e saber que seu álbum será lançado em massa... isto é incrível".

"E tudo que vem junto com isso, como excursionar pelo mundo todo e conhecer todas as pessoas que conheci ao longo dos anos é incrível. Na época daquele álbum, ir para o Japão, Austrália, Europa, Canadá e América do Sul e descobrir que as pessoas fora da nossa cidade estavam realmente gostando da banda foi um puta sentimento".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"É difícil de descrever".

"É definitivamente um lugar no meu coração que vai viver comigo para sempre".

"Nós achávamos que sabíamos o que estava acontecendo, e depois descobrimos que era uma coisa completamente diferente (risos)".

"Aparecíamos na frente das pessoas e fizemos os fãs e amigos em todos os lugares, e foi incrível. Aquele álbum, e aquelas músicas, elas foram uma sensação incrível. Esse foi um momento especial para todos na banda. Além disso, desistir da minha porra de trabalho convencional como garçom para ser realmente um músico foi incrível".

"Eu costumava ter que pagar para fazer música, porque eu tinha que tirar uma folga do trabalho perdendo assim o meu dinheiro do aluguel e tinha que falar com o meu patrão para ele não me demitir, para que eu pudesse tocar em alguns shows. E depois ainda tinha que pagar por um lugar pra tocar? Foi simplesmente fantástico. Essa época foi e será sempre um dos momentos mais especiais da minha vida".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Há apenas algumas outras coisas que são tão especiais. Eu me casei recentemente, conhecer a minha esposa e ter entrado para a banda foi a coisa mais especial na minha vida. Eles são de longe a das coisas mais especiais na minha vida".

"Aquela época e mais recentemente minha esposa, definitivamente são momentos muito especiais".


Morte de Paul Gray

Slipknot: Baixista Paul Gray é encontrado morto

Sepultura: chocados e tristes com a morte de Paul Gray

Slipknot: produtor está chocado com morte de baixista

Slipknot: autópsia não revela causa da morte de Paul Gray

Dream Theater: Mike Portnoy dá adeus a Paul Gray

Slipknot: integrantes do Hatebreed falam sobre Paul Gray

Dave Ellefson: "Paul Gray foi um cara fantástico"

Korn: guitarrista fala sobre a morte de Paul Gray

Lamb of God: guitarrista chocado com a morte de Paul Gray

Slipknot: morte de Gray repercute na imprensa internacional

Paul Gray: Sharon Osbourne manda condolências via Twitter

Slipknot: coletiva sobre a morte de Paul Grey

Slipknot: tirando máscara para prestar homenagem a baixista

Paul Gray: funcionário diz ter visto seringa e pílulas

Slipknot: Lacuna Coil dedica "Heaven's A Lie" a Paul Gray

Paul Gray: chamada 911 sobre a morte postada online

Tim "Ripper" Owens: vocalista comenta morte de Paul Gray

Otep Shamaya: "Paul Gray foi fiel ao seu próprio espírito"

Slipknot: vídeo legendado de coletiva sobre Paul Gray

Bill Ward: "Paul Gray tocava numa banda incrível"

In Flames: "Paul Gray será carinhosamente lembrado!"

Slipknot: banda libera vídeo em homenagem a Paul Gray

Shadows Fall: "Paul Gray, uma perda enorme para o metal"

Stone Sour: "entristecidos pela perda de Paul Gray"

Hellyeah: "muito tristes sobre a perda de Paul Gray"

Machine Head: Paul Gray fará falta para todos nós

Buckcherry: sentiremos muito a falta de Paul Gray

Scott Ian sobre Paul Gray: "sentirei de fato a sua falta"

Hail!: cover de Slipknot em homenagem a Paul Gray

Slipknot: viúva de Paul Gray agradece apoio dos fãs

Daniel Piquê: prestando última homenagem a Paul Gray

Paul Gray: causa da morte foi overdose acidental de morfina

Vinnie Paul: relembrando Dio, Pete Steele e Paul Gray

Slipknot: Corey Taylor dedica "Snuff" a Paul Gray

Kerrang! Awards: Dio, Paul Gray e outros são homenageados

Corey Taylor: "não teria havido um Slipknot sem Paul Gray"

Joey Jordison: "Slipknot era a vida de Paul Gray"

Slipknot: vocal dedica performance acústica a ex-baixista

Slipknot: nasce a filha do falecido músico Paul Gray

Slipknot: ítens foram roubados do túmulo de Paul Gray

Slipknot: Corey e Vinnie falam sobre Paul Gray e Dimebag

Dimebag e Paul Gray: documentário sobre mortes (em inglês)

Slipknot: "Paul iria querer que continuássemos", diz Corey

Paul Gray: viúva diz que ele não era apenas um viciado

Slipknot: Ibanez lança baixo em homenagem a Paul Gray

Slipknot: camiseta beneficente em homenagem a Paul Gray

Slipknot: Paul Gray é lembrado um ano após sua morte

Slipknot: Corey Taylor faz tatuagem de Paul Gray na perna

Slipknot: os primeiros shows desde a morte de Paul Gray

Slipknot: dois minutos de silêncio em memória de Paul Gray

Slipknot: dois minutos de silêncio para Paul Gray

Slipknot: Clown posta foto da lápide de Paul Gray

Slipknot: membros visitam túmulo de Paul Gray

Slipknot: médico de Paul Gray acusado de sete mortes

Slipknot: banda se pronuncia sobre acusações a médico de Paul Gray

Slipknot: viúva de Paul Gray diz que amigos não o ajudaram

Slipknot: médico absolvido pela morte de Paul Gray e 8 pacientes

Slipknot: suprema corte vai decidir destino do processo de Paul Gray

Slipknot: Jay Weinberg deixa baqueta em túmulo de Paul Gray

Todas as matérias sobre "Morte de Paul Gray"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

In-Edit
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Câncer na língua: entenda a doença de Bruce Dickinson


Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi.