Timo Tolkki: "Andre Matos pode escrever coisas incríveis!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Adelemberg Thiago, Fonte: BW&BK / Bravewords.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 11/11/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Recentemente o portal BW&BK entrevistou o controverso, porém talentoso guitarrista Timo Tolkki (ex-STRATOVARIUS/REVOLUTION RENAISSANCE). A conversa envolveu entre outras coisas, a sua saída do STRATOVARIUS, onde ele afirma não ter rancor contra seus ex-colegas, e fala de sua nova empreitada SYMFONIA onde ele exalta Andre Matos: “ele pode escrever coisas incríveis”. Confira alguns trechos da conversa.

1835 acessosAngra: Os primórdios de Angel's Cry antes da Demo Reaching Horizons5000 acessosRammstein: "Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann

Questionado se ele lembrava o momento que ele percebeu que estava cansado de ser guitarrista do STRATOVARIUS, Tolkki não hesita em momento algum.

“Isto foi no Wacken Open Air em 2007. Estava tocando ‘Last Night On Earth’ e olhando ao redor, pensei ‘É isso, não quero mais fazer isto’. Quatros meses depois eu enviei um e-mail explicando em detalhes o porquê que eu decidi sair.”

Não foi uma saída agradável de fato, tornando-se uma troca de aquecidos comunicados de imprensa e insultos pela internet.

“Aquilo foi algo que eu não deveria ter feito”, confessa Tolkki. “Foi estúpido, mas quando você está com raiva você faz todos os tipos de coisas idiotas. Não acho que os caras na banda perceberam, na verdade. Eu não acho que eles pensaram que realmente eu sairia, mas eu tinha que sair. Não foi por causa de minha saúde, pois eu estava melhorando, mas as emoções e comunicação na banda estavam muito estranhas para mim. O STRATOVARIUS não era mais algo vivo para mim”

O final do leva e traz de críticas ocorreu em maio de 2008 com Tolkki dando o nome STRATOVARIUS para seus ex-colegas de banda. Agora que a poeira baixou ele é capaz de fazer a situação se tornar positiva.

“Senti que eles ainda são meus amigos e não tenho rancor contra eles. Espero que eles sejam felizes e que façam a música que eles amam.”

Pode parecer ensaiado, mas o discurso de Kotipelto fazendo declarações abertas durante a coletiva de imprensa para o álbum “Polaris”, sobre como o álbum do STRATOVARIUS é melhor sem Tolkki, faz o guitarrista rir. De uma forma boa.

“Acho bom que Timo [Kotipelto] falou merda, pois ele nunca fez isso antes (risadas). Talvez seja um sinal que ele cresceu (risadas). Tive pequenos problemas com ele a respeito desse tipo de coisa porque ele sempre era tão politicamente correto, então quando leio alguma coisa a respeito dele dizendo que o STRATOVARIUS tem muito mais diversão no palco agora que eu não estou com eles, é como 'É isso aí cara...' (risadas). Não duvido por um minuto que eles se divertem mais sem mim."

Tolki está agora concentrando todas as suas energias no SYMFONIA. Na banda ele se verá trabalhando com o frontman Andre Matos (ex-ANGRA/SHAMAM), com o baterista Uli Kusch (ex-HELLOWEN/MASTERPLAN), com o tecladista Mikko Harkin (ex-SONATA ARCTICA), e se reunindo com o baixista original do STRATOVARIUS Jari Kainulainen.

“Nessa banda tenho caras como Andre e Uli, e eles podem escrever algumas coisas incríveis, então o princípio é o mesmo que era no STRATOVARIUS. Qualquer um pode trazer música, mas tem que ter alguém que decide se cabe ou não. De certeza, quando eu tenho alguém como o Andre Matos que é um cara de formação clássica, eu não posso apenas ignorar o que ele está trazendo para mim.”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 12 de novembro de 2010

AngraAngra
Banda reage à tragédia com Adrenaline Mob

1835 acessosAngra: Os primórdios de Angel's Cry antes da Demo Reaching Horizons930 acessosAngra: mais um vídeo das gravações do novo álbum1893 acessosBlind Guardian e Rhapsody: Como seria Hansi e Lione cantando juntos?2655 acessosAngra: Uma rara versão acústica de "Carry On" com Andre Matos0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

ViperViper
Fotos dos primórdios da carreira

AngraAngra
Rafael Bittencourt fala sobre o conceito de "Aqua"

Andre MatosAndre Matos
"Às vezes, acabar com uma banda é melhor que mantê-la!"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Symfonia"0 acessosTodas as matérias sobre "Andre Matos"0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"

RammsteinRammstein
"Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!"

VídeoVídeo
Ex-rockeiro explica o real significado da mão chifrada

GuitarristasGuitarristas
E se os mestres esquecessem como se toca?

5000 acessosMetallica: garoto de 10 anos destrói com Enter Sandman em programa de TV5000 acessosRatos de Porão: O elogio de João Gordo aos garotos do Restart5000 acessosNirvana: Polícia de Seattle libera novas fotos do corpo de Cobain5000 acessosDream Theater: "muito mais que Rock Progressivo"5000 acessosSerguei: comentários sobre a morte de Jimi Hendrix5000 acessosSuicidio: cinco clipes de Rock que abordam o tema

Sobre Adelemberg Thiago

Serratalhadense, pernambucano arretado, e terminando o curso de fisioterapia. Nasci em 1985, comecei a escutar rock através das baladas românticas dos "love metal" da vida!. De 2001 até hoje, curto quase todos os gênero do rock, desde o Queen e a velha guarda do hard rock, tipo Scorpions e Europe, aos grandes nomes alemães e chegando ao grande Dimmu Borgir. Sou apaixonado por futebol, meeeengo, corridas, adoro carros esportivos. Não sou um ás das palavras nem tampouco um Bach nas músicas, mas ajudar a divulgar o hard rock/heavy metal, contribuir com o site e ver a galera comentando sobre o que você posta é gratificante, por isso decidi a colaborar sempre que possível com o site. No twitter: @A_Thiago.

Mais matérias de Adelemberg Thiago no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online