Kerry King: "nunca imaginei voltar a tocar com o Megadeth"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Carla Lisboa, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O Artisan News Service falou com o frontman do MEGADETH, Dave Mustaine e com o guitarrista do Slayer, Kerry King, pouco antes de King se juntar ao MEGADETH no palco na quinta-feira (21 de outubro) no Anfiteatro Gibson em Universal City, Califórnia, para tocar o clássico do Megadeth "Rattlehead".

3433 acessosMegadeth: cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica5000 acessosCornos do Rock: a dor e o peso do chifre em três belas canções

"Muitas pessoas não sabem disso, mas Kerry King tocava guitarra no Megadeth bem lá no começo", disse Mustaine. "David Ellefson [baixista do MEGADETH] ainda o elege [Kerry] como sendo o melhor guitarrista rítmico que o Megadeth já teve, o que eu acho muito legal."

Ele continuou: "É engraçado, porque quando Kerry tocou conosco, ele ainda vestia as cores do Slayer. Nós não, então poderíamos estar lá com tênis cano alto e Kerry estaria lá com pregos em todos os lugares. [risos] E eu me lembro de ir na sua casa e ele estava fazendo aquela coisa [um bracelete de pregos]. O pai dele sentado numa cadeira assistindo TV e Kerry lá martelando, fazendo um pentagrama como se não fosse nada - não era mesmo grande coisa. [risos] E nós nos divertimos, cara. Ele é realmente um músico muito inteligente e ele era capaz de aprender as coisas que eu escrevia muito rápido, o que causou uma enorme impressão sobre David, porque ele ainda fala sobre isso."

Quando perguntado sobre sua aparição com o MEGADETH 26 anos depois da primeira vez que tocou com a banda, Kerry disse, "nunca, nem em um milhão de anos pensei que iria acontecer. E [Mustaine] me perguntou no meio da estreia [das datas com o Slayer e MEGADETH]. E eu disse: 'Se nós vamos fazê-lo, vamos fazê-lo em Hollywood. E eu só peguei a música dois dias antes. Não é como em 'Am I Evil?' [DIAMOND HEAD] - Eu não posso pegá-la em 10 minutos; há riffs realmente intrincados que eu tenho que fazer". Então eu fui trabalhar nisso, este é o terceiro dia. Parece muito bom. Então, vai ser legal, cara. Tenho fotos minhas tocando com ele em 84... Que é isso? Foi há 26 anos? E agora nós vamos tirar fotos 26 anos mais tarde. É legal".

Em relação aos poucos shows que ele tocou com o MEGADETH em 1984, King disse: "Sim, foi depois que o primeiro álbum saiu [do SLAYER]. Eu era um admirador de Mustaine, porque eu vi o Metallica tocar com o Mustaine;. Não há muitos que se pode dizer isso. E eu fiquei pasmo de quão bom era aquele garoto. E eu acho que nós realmente não nos conhecíamos, mas nós dois tocávamos B.C. Rich [guitarra], então um conhecido trouxe a questão à tona, 'Ei, por quê você não vê se o Kerry toca com você?'. E [ele] me perguntou: 'Você estaria interessado em tocar com Mustaine?' E eu era um fã, admirava a forma como ele tocava. Então eu disse tipo: 'Sim, parceiro, eu vou ajudar o cara'. Então, eu toquei os cinco primeiros shows. Talvez seja onde a inimizade teve origem [entre Kerry e Mustaine], quando eu saí, eu não sei. Mas a minha banda sempre foi o SLAYER. Eu vi isso como uma oportunidade, porque nós [Megadeth e Kerry] tocamos mais na Bay Area - eu acho que foi somente onde tocamos. Mas se as pessoas me vêem, me associam ao Slayer. Eu sempre pensava: 'Como posso fazer do Slayer algo maior fazendo algo propriamente meu? E esse foi o meu pensamento quando eu fiz [a aparição como convidado no] o álbum dos Beastie Boys, também. Fui tipo: "esses caras provavelmente terão um vídeo. Nós nunca vamos conseguir fazer um vídeo do c***lho, nós estamos em uma banda de metal". E se as pessoas me vêem com meus pregos e outras coisas, eles vão associar o SLAYER com os Beastie Boys, eles vão pensar no SLAYER. É assim que eu penso".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 08 de novembro de 2010

MegadethMegadeth
Cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica

3084 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa522 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3526 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

Top 10Top 10
Músicas boas "escondidas" em discos não tão bons

MegadethMegadeth
Mustaine fala sobre religião, Metal e calúnias pela internet

MetallicaMetallica
Os 30 anos de lançamento do "Kill 'em All"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"0 acessosTodas as matérias sobre "Slayer"

Cornos do RockCornos do Rock
A dor e o peso do chifre em três belas canções

RodolfoRodolfo
100% arrependido das letras dos Raimundos

Mamonas AssassinasMamonas Assassinas
Músicos já sabiam que iam morrer?

5000 acessosBob Daisley: baixista dá detalhes de sua briga com Osbourne5000 acessosMike Terrana: "Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!"5000 acessosIron Maiden: A tour de Powerslave quase acabou com a banda5000 acessosOzzy Osbourne: "não queria morrer de overdose"4351 acessosConservadora e bairrista: por que a cena heavy metal no Brasil é assim?5000 acessosSlipknot: Os conselhos de Corey Taylor a jovens em depressão

Sobre Carla Lisboa

Carioca sobrevivente às obscuras tendências musicais de sua cidade natal, respira Rock n' Roll e descobriu no Guns n' Roses sua razão para viver. Maiores informações: @GirlnRoses.

Mais matérias de Carla Lisboa no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online