Misfits: "o satanismo de Glenn me incomoda", diz Jerry Only

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá e Luciano Correa, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Eric Blair, do programa The Blairing Out With Eric Blair Show, entrevistou Jerry Only, do MISFITS, em 13 de novembro de 2010, no Galaxy Theatre, em Santa Ana, Califórnia. Confira a seguir um trecho.

Musas inspiradoras: as esposas mais lindas dos rockstarsPink Floyd: o maior concerto de rock já produzido

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre o ex-companheiro de banda, Glenn Danzig:

"Eu gosto do Glenn; eu nunca desgostei do Glenn como pessoa. Mas nós temos muita influênica sobre as pessoas e eu não vou - por lucro ou por fama - colocar em risco a segurança de meus fãs para ganhar dinheiro e promover algo que eu não acho certo para eles. O Glenn entrou nessa perspectiva toda Satânica e eu não faria isso com meus filhos e não vou fazer. Se o Glenn quiser ir à igreja e arrepender-se, acho que está tudo bem... Eu não acho que o Glenn seja o demônio e acho que ele meio que se promove como sendo o demônio e, para mim, isso soa absurdo. Parece para mim que se jovens estão comprando essa porcaria toda é como se [ele] estivesse fazendo marketing de algo que não deveria ser vendido, na minha opinião. Eu não sou disso. Eu fui criado totalmente católico com minha avó. Eu vejo esses meninos no show - eles se espelham em mim. Nós mantemos um programa limpo; nós não farreamos, não bebemos, não temos prostitutas e toda essa porcaria idiota. Nós somos uma banda familiar, e nós meio que mantemos o sonho americano bem, sólido e real. E os jovens gostam assim... Eu não estou dizendo que o Glenn é contra tudo isso, é uma mensagem que muitos jovens podem entender da forma errada e muitos jovens podem se machucar por causa disso. E muitos jovens podem discutir com seus pais sobre o assunto que trouxerem para casa e ter uma relação ruim com seus pais. Por que? Isso é algo que você quer impor a eles? Fazê-los ter uma relação amarga com seus pais por causa da minha música? Não... a coisa é que você pode ir ver um filme de terror - algo bem sangrento e tudo isso - e se divertir com seus amigos.

Não quer dizer que você vai ser comportar dessa maneira. E essa é a diferença entre o Glenn e eu - o Glenn está tentando impor o aspecto comportamental sobre as pessoas na vida real. E acontece que somos uma banda de ficção científica - temos assunto daqui pro Juízo Final - e não precisamos disso. O Glenn é muito talentoso. Não acho que musicalmente estejamos mais na mesma zona. Mas veja bem, eu tenho muito respeito pelo Glenn. Eu sempre achei que o Glenn tinha muito talento. E acho que o Glenn... Não quero dizer que ele tenha perdido o rumo, mas acho que ele tem uma mensagem que não é produtiva para as pessoas que a recebem."

Sobre o álbum "The Devil's Rain":

"É na minha opnião, provavelmente o álbum com mais músicas clássicas ao estilo Misfits. Tem um pouco de tudo nesse disco. Dez Cadena (guitarrista), escreveu um punhado de músicas que soarão diferentes - elas estão super thrash."

"Nós escrevemos uma música chamada 'Dark Shadows' que esperamos que esteja no próximo filme do Johnny Depp. Nós vamos enviá-la para o (diretor) Tim Burton. É uma balada muito forte. Esse é o meu foco agora, escrever músicas que só serão enormes do ponto de vista comercial e da mídia."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"O disco novo foi gravado em Colorado - Estados Unidos, com Ed Stasium, que fez tudo referente ao RAMONES. Algumas faixas do novo disco serão: 'Where did They Go?', que refere-se a cidade de Juarez no México, onde garotas desapareceram; 'Sleepwalking' que é uma espécie de gangue de cadeia, onde seu lema é sempre continuar; 'The Monkeys Paw' que é um tipo de canção de amor de alguém que quer trazer seu falecido amante de volta dos mortos; 'Land of the Dead' que contava com o ex-baterista ROBO e já tinha sido lançada, foi regravada; e a última música 'The Death Rain' que utilizou recursos sonoros de filmes como 'Guerra dos Mundos' e "Star Wars". É assim que nosso álbum termina, com uma cena da batalha entre os humanos e marcianos ao estilo 'Guerra dos Mundos', e isso meio que diz tudo".

Sobre a capa do disco criada pelo artista Arthur Suydam (autor da capa do single "Land Of The Deads" de 2009):

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"'The Devil's Rain' é o conceito de um grupo de pessoas que venderam suas almas ao diabo e após 300 anos, ele vem para recolhê-las. E a maneira como eles são recolhidos é atráves da chuva do diabo - ela derrete as pessoas. Então, basicamente a capa vai ser um trabalho de derreter os Misfits e o deixar preso na chuva do diabo".

Veja a matéria completa nos vídeos a seguir.

Parte 1 - O novo disco, a filha recém nascida e etc.

Parte 2 - Glen Danzig tem que se arrepender e Jesus é Deus




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Satanismo e Ocultismo"Todas as matérias sobre "Misfits"Todas as matérias sobre "Danzig"


Slipknot: A banda é satânica? O que diz Corey Taylor?Slipknot
A banda é satânica? O que diz Corey Taylor?

Therion: boa música, filosofia, ocultismo e mitologiaTherion
Boa música, filosofia, ocultismo e mitologia


Musas inspiradoras: as esposas mais lindas dos rockstarsMusas inspiradoras
As esposas mais lindas dos rockstars

Pink Floyd: o maior concerto de rock já produzidoPink Floyd
O maior concerto de rock já produzido


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Sobre Luciano Correa

Colaborador do Whiplash e apreciador de várias vertentes do Rock/Metal. Começou cedo ouvindo Queen, Nazareth e RPM no velho toca discos dos pais. Escutou muito Guns N' Roses, Bon Jovi, Scorpions, Metallica, Iron Maiden e Sepultura até descobrir Helloween, Blind Guardian e Gamma Ray. Ainda nesse meio tempo começou a ouvir Ramones, Misfits, Offspring, Angra, Rhapsody, Hammerfall, Stratovarius, Manowar, Motörhead, Pantera e Slayer para fechar a década de 90. No começo dos anos 2000, incluiu em sua lista bandas como Nightwish, Sonata Arctica, Within Temptation, System Of A Down, Rammstein, Dimmu Borgir, Cradle of Filth e atualmente - últimos 5 anos, tem escutado muito Children Of Bodom, Katatonia, Alestorm, Eluveitie, entre tantas outras. Rock/Metal é barulho para alguns e estilo de vida para tantos outros!

Mais matérias de Luciano Correa no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280