Andreas Kisser: Jimi Hendrix, violência e harmonia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Emanuel Seagal, Fonte: Yahoo!
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 03/12/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Andreas Kisser, guitarrista do Sepultura, escreveu um novo texto em sua coluna no Yahoo!. Confira alguns trechos abaixo.

57 acessosButeco do Rock Podcast: álbuns de 20175000 acessosUSA Today: as 20 maiores bandas de todos os tempos nos EUA

As imagens e os sons que estão sendo mostrados pela mídia – nacional e mundial- dos graves acontecimentos no Rio de Janeiro nestes últimos dias, parecem imagens vindas da Palestina ou da Colômbia nas batalhas contra as Farc. Aliás, aqui no Brasil é muito pior, pois os traficantes estão mais armados e melhores equipados do que os palestinos, que atacam os tanques israelenses com pedras. Os tanques estão nas ruas cariocas e as imagens viajam o mundo, confirmando o caos brasileiro para o planeta.

A música e a violência sempre estiveram juntas. Letra e melodia, um tema em diferentes harmonias, muitas vezes, é a maneira mais potente e abrangente de se transmitir mensagens de injustiça, abusos e violência, que ultrapassam fronteiras e barreiras. Guerras e revoluções foram, ao mesmo tempo, glorificadas e condenadas através da música, e desta maneira, eternizadas na história.

Uma das manifestações mais espetaculares contra a violência da guerra sem sentido, se é que alguma guerra o tenha, foi o hino americano tocado pelo guitarrista Jimi Hendrix, em sua Fender Stratocaster, no famoso festival de Woodstock em 1969, em plena guerra do Vietnã. A melodia tão conhecida mundialmente foi intercalada por barulhos e distorções que representavam as bombas que caíam. Jimi mostrou uma imagem de nação decadente e perdida, um manifesto histórico que, apesar do tempo, ainda mantém uma energia fantástica, muito viva e atual.

Confira a matéria na íntegra no link abaixo.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

SepulturaSepultura
"Chaos A.D." e "Roots" ganharão versões expandidas

57 acessosButeco do Rock Podcast: álbuns de 20171185 acessosSepultura: completamente diferente, sem medo de arriscar!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sepultura"

SepulturaSepultura
Como Derrick lida com quem prefere os discos com Max?

SepulturaSepultura
Como foi o convite para tocar com o Motörhead?

PiratariaPirataria
Enquanto isso, em uma loja de CDs na Rússia...

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Andreas Kisser"0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"0 acessosTodas as matérias sobre "Jimi Hendrix"

USA TodayUSA Today
As 20 maiores de todos os tempos nos Estados Unidos

Heavy MetalHeavy Metal
Mapa revela os países com mais bandas do estilo

DécadasDécadas
Você percebe que ouve Heavy Metal há muito tempo...

5000 acessosGuns N' Roses: o "Chinese Democracy" que você nunca viu5000 acessosZakk Wylde: cinco momentos insanos do guitarrista5000 acessosReligião: Top 10 citações sobre Deus e o Diabo5000 acessosMax Cavalera sobre o Sepultura: "O vocalista deles não estava lá no começo, né?"5000 acessosGrunge: as 10 melhores músicas do movimento5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1984

Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online