The Beatles: a relação de Liverpoll com a banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Luiz Otávio D. Pinheiro, Fonte: Studio41
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 23/06/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

(LIVERPOOL -THE WORLD CAPITAL CITY MUSIC, but....)

40 acessosThe Beatles: canal oficial do youtube publica vídeo de "Hey Bulldog"5000 acessosLemmy: "as pessoas se tornam melhores quando morrem"

A cidade de Liverpool X Beatles é um relacionamento no mínimo complicado. Cheguei a essa conclusão quando estive lá no mês passado pesquisando para o livro que estou escrevendo sobre Beatles. Dentre os livros que lá encontrei me chamou atenção "Bigger than the Beatles" de Bill Harry (oportunamente farei uma resenha sobre o livro) onde é descrita a frustação do meio musical local com o pequeno resultado efetivo para o Mersey sound que a fama alcançada pelos Beatles proporcionou.
Realmente o pouco afeto e conhecimento que a cidade tem para com os Beatles é flagrante, tanto que,em conversa com uma moradora, ela disse, apontando para o rio Mersey, que "Ferry Cross the Mersey" era uma excelente música dos Beatles... Isso para mim soou tão estranho como se uma pessoa de Ipanema dissesse que "Garota de Ipanema " é de Toquinho e Vinícius. Num dos mais visitados pontos turíticos da cidade, o Albert Dock, vemos uma estátua homenageando um músico local, um certo Billy Fury, para mim, um ilustre desconhecido. Mas e os Beatles....?

A mudança dos Beatles para Londres criou uma falsa expectativa para o pessoal do Mersey Sound. Eles- cerca de 400 conjuntos/artistas ficaram na esperança que portas seriam abertas. Porém foi o "music business" londrino que que capitalizou a "marca Liverpool", a ponto do "Dave Clark Five" (de Londres) ter sido chamado de conjunto de Liverpool nos EUA.

O Cavern Club, localizado na Mathew Street, conhecido como "berço dos Beatles", onde eles se apresentaram 292 vezes, tem tudo para capitalizar a marca Beatles, através do uso adequado dos fatores básicos para lastrear uma marca de impacto mundial (brand) tais como: icones, jargão, rituais e crenças, acaba hoje não passando de um pub subterrâneo com música ao vivo. Muito pouco para um local com a história que tem. O mesmo pode-se dizer em relação ao hotel na esquina da Mathew Street que, se não soubéssemos que se chama "A Hard day´s night", acharíamos apenas que é um local que tem música ambiental de Lennon e MacCartney...

As lojas na cidade, com excessão da "Beatles Story", anexa ao museu Beatles no Albert Dock, são largadas, parecem que estão sempre num “mutirão de entrega das chaves” e vendem um bando de suvenirs “Beatles” (canequinhas, chaveiros, camisetas, etc.) que também são encontrados aqui no shopping da Gávea. Mesmo com a globalização, o fato de uma pessoa estar em Liverpool deveria proporcionar a oportunidade de adquirir e observar algo especial, só encontrado em Liverpool, em relação aos Beatles.

O binômio Liverpool-Beatles tem muito o que aprender (e a lucrar) com o business aplicado em Orlando/Disney/Mikey, dispensando um tratamento especial a marca The Beatles. Fotos sobre nossa viagem a Liverpool (21/05/2011) são encontradas no nosso site - beatles41.webnote.com.br.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

John LennonJohn Lennon
Álbum que foi autografado para seu assassino irá a leilão

40 acessosThe Beatles: canal oficial do youtube publica vídeo de "Hey Bulldog"775 acessosVinil: os 10 discos mais caros do mundo1494 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify418 acessosRingo Starr: novo álbum sai em setembro, e traz Paul McCartney0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

Phil CollinsPhil Collins
Após conversa "arrogante", não gostou de McCartney

VegetarianismoVegetarianismo
Nomes do Rock e do Metal que não comem carne

Keith RichardsKeith Richards
Stone fala de relacionamento com os Beatles

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"

MotorheadMotorhead
Lemmy fala sobre Metallica, Ozzy, Randy Rhoads e mulheres

New MetalNew Metal
Raiva, calças folgadas, problemas na infância...

HeadbangersHeadbangers
O preconceito mostrado em vídeo bem-humorado

5000 acessosHall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do Metal5000 acessosSeparados no nascimento: Phil Lynott e Tiririca5000 acessosHeavy Metal: o Diabo e personagens bíblicas nas capas5000 acessosSeparados no nascimento: Ozzy Osbourne e Renato Aragão5000 acessosDave Ellefson: quem é o maior baixista de metal da história?4409 acessosUltimate Classic Rock: Os 10 melhores singles de estreia

Sobre Luiz Otávio D. Pinheiro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online