Nevermore: Jeff Loomis abre o jogo sobre sua saída

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por João Renato Alves, Fonte: Blog Van do Halen
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 21/09/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em entrevista ao MetalSucks, Jeff Loomis falou sobre sua saída do Nevermore.

5000 acessosOzzy Osbourne: 7 guitarristas que quase entraram para a banda5000 acessosPantera: o surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell

De sua perspectiva, o que aconteceu com a banda?

Van (Williams, ex-baterista do grupo) e eu começamos a pensar em sair durante a turnê com o Symphony X pela Europa. Estávamos juntos desde 1993 e foi um tempo feliz por muitos anos. Com o excesso de viagens e gravações, fomos nos enchendo uns dos outros. Problemas com álcool – inclusive de minha parte – começaram a causar distúrbios. Não quero falar como se fosse o fim do Nevermore, seria errado, falsa informação. Conversamos com Warrel Dane e dissemos a ele que não queríamos continuar naquele momento. Preferíamos esperar Jim Sheppard se recuperar de sua cirurgia no cérebro e retornar. Ele não gostou da idéia, mas continuamos com nossa opinião, pois entendíamos que precisávamos de um tempo para acalmar os ânimos. Tudo desabou a partir dessa discussão. O promotor da tour que faríamos nos Estados Unidos ficou furioso e ameaçou nos processar. Foi quando decidimos sair. Eu estava realmente cansado, queria fazer coisas diferentes. A reação dos fãs foi incrível. É muito bom saber que afetamos tantas pessoas com nossa música.

Há quanto tempo os problemas vinham acontecendo?

Há certo tempo, já. Algumas coisas se tornaram assustadoras. Warrel teve um problema no pâncreas e diabetes em 2005. Depois a doença de Jim. Sempre tentávamos lidar com a situação. Mas chegou um momento que passou a ser ruim não ter a formação completa no palco. As pessoas nos perguntavam sobre isso e tínhamos que explicar, mas às vezes os fãs simplesmente não entendiam, não tinham noção exata do que estava acontecendo.

Warrel disse coisas terríveis sobre Van na imprensa, além de declarar que soube da saída de vocês através do Blabbermouth. Você imagina porque ele reagiu dessa forma?

Fiquei surpreso com o que ele disse. O conheço há vinte anos, falar daquela forma foi triste, especialmente após tantas turnês e discos juntos. Van é o tipo de cara que fala o que pensa, é o meu melhor amigo. Quando alguns problemas apareciam, ele acabava segurando seus pensamentos, então não sei do que Warrel pode não ter gostado. Muito disso começou há cinco ou seis anos, quando começamos a ser pagos através de Warrel e Jim. Isso foi ruim por vários motivos. Não se deve ter dinheiro administrado por membros da banda quando se tem um contrato igualitário. Van e eu fomos até os advogados e empresário e pedimos que eles passassem a nos dar o dinheiro. Era algo simples. Isso incomodou Warrel e Jim. Por alguma razão, Jim sempre achou que ele era o manager. Por um tempo funcionou, mas a longo prazo não. Quanto a Warrel ter sabido através da internet, não tenho certeza, mas pode ter sido mesmo.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
7 guitarristas que quase entraram para a banda dele

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nevermore"

VH1VH1
Os vinte guitarristas mais influentes da era moderna

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
7 guitarristas que quase entraram para a banda dele

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Nevermore"

PanteraPantera
O surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell

Heavy MetalHeavy Metal
"Cristãos podem aprender muito com o gênero"

Top 5Top 5
Os roqueiros mais chatos da história

5000 acessosSeparados no nascimento: Lady Gaga e Eddie5000 acessosOs Headbangers não praticantes5000 acessosChris Cornell: relatório policial descreve últimas horas e morte5000 acessosMegadeth: as 10 melhores músicas com Nick Menza5000 acessosAC/DC: Axl diz que namorada obrigava Slash a ouvir a banda5000 acessosDream Theater: quando um tecladista autografa uma guitarra

Sobre João Renato Alves

27 anos, jornalista formado pela Universidade de Cruz Alta. Kissmaníaco inveterado, um verdadeiro apaixonado pela banda de Gene Simmons e Paul Stanley. Idolatra com quase a mesma paixão Queen, Van Halen e Black Sabbath. Aprecia desde o Rock dos anos 50 (Elvis, Little Richard, Chuck Berry, entre outros) e 60 (Beatles, Rolling Stones, The Who, Led Zeppelin...), Hard Rock dos 70's (AC/DC, Deep Purple, Alice Cooper...) e 80's (Mötley Crüe, Def Leppard, Europe, Talisman...), Metal Tradicional (Judas Priest, Dio, Ozzy...), NWOBHM (Iron Maiden, Saxon, Angel Witch...) e Thrash oitentista (Slayer, Destruction, Kreator...). Já teve um programa de rádio, chamado "Lavagem Cerebral", na Unicruz FM. Solteiro e seguidor das idéias de Gene Simmons em relação ao casamento.

Mais matérias de João Renato Alves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online