Matérias Mais Lidas

imagemRichard Fortus diz que Axl Rose danificou as cordas vocais

imagemSlash explica porque o Guns N' Roses faz shows de 3 horas e meia

imagemGuns N' Roses cancela show na Escócia por razões médicas

imagemO mega sucesso do Led Zeppelin que era pra ser uma piada mas se tornou um hino

imagemDave Mustaine perde a compostura e xinga membro da equipe do Judas Priest

imagemFã joga sutiã no palco durante show do Slipknot no México; veja vídeo

imagem"Master Of Puppets" apareceu em comédia há 19 anos, muito antes de "Stranger Things"

imagemA banda de hard rock dos anos 1970 que é a queridinha de Xande de Pilares

imagemGuitarrista original do Mercyful Fate solta os cachorros por ter ficado fora de reunião

imagemLed Zeppelin ou Pink Floyd, qual dos dois vendeu mais discos de estúdio?

imagemDave Mustaine rasga elogios e fala sobre amizade com Ice-T, vocalista do Body Count

imagemResenha - Angra (Circo Voador, Rio de Janeiro - RJ, 01/07/2022)

imagemMetallica em "Stranger Things" deixa fãs preocupados com a "popularização" da banda

imagem"Master Of Puppets" entra no top 30 global do Spotify depois de "Stranger Things"

imagemO que Lemmy Kilmister aprendeu trabalhando como roadie de Jimi Hendrix


Airbourne 2022

Far Beyond Driven: em 1994 o Pantera currava a indústria

Por Nacho Belgrande
Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Em 23/03/12

No dia de hoje, em 1994, o PANTERA lançava seu disco mais estupidamente pesado, vanguardista e bem-sucedido até hoje: FAR BEYOND DRIVEN. A capa original, censurada na versão em CD, era uma metáfora para a indústria fonográfica que se vendia babas com Jewel como sendo ‘rock’ e chorões sem causa como Kurt Cobain: uma broca industrial reto acima do mundo. A faixa de abertura, ‘Strength Beyond Strength‘ não poderia ter um nome melhor, ela representava um nível de força ainda maior do que a banda já tivera estabelecido com o antecessor, ‘Vulgar Display of Power‘ (que por sua vez já era um enorme salto em relação a 'Cowboys From Hell').

Se com ‘Vulgar Display of Power’ a banda texana já se afirmara como uma das grandes potências do Metal na década de 90, foi com ‘Far Beyond Driven’ que Phil Anselmo, Rex, Vinnie Paul e Dimebag Darrell derrubaram a cerca que a cena mainstream dos EUA TENTA impor à música extrema e chegaram ao topo das paradas da Billboard, algo que uma semana antes do lançamento do disco, era simplesmente INCONCEBÍVEL mesmo para a imprensa especializada. Se o Metallica tinha aberto a década de 90 se diluindo para alcançar as massas, o Pantera fez contrário: jogou mais farinha e pimenta no pirão, e aliado ao SEPULTURA – com quem excursionou para divulgar o disco quando a entourage brasileira ainda promovia ‘Chaos A.D.’ – remodelaria o Metal por toda aquela década, redefinindo desde os timbres de guitarra que o nu metal usaria até o modo de os fãs de metal se vestirem.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp




Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.