Matérias Mais Lidas

Angra: Não fosse pelo Rafael, Edu e Aquiles teriam sido demitidos antesAngra: "Não fosse pelo Rafael, Edu e Aquiles teriam sido demitidos antes"

Pink Floyd: Roger Waters revela a grande contribuição que ele pensa ter dado ao rockPink Floyd: Roger Waters revela a grande contribuição que ele pensa ter dado ao rock

Rage Against the Machine: Estados Unidos são uma nação construída na supremacia brancaRage Against the Machine: "Estados Unidos são uma nação construída na supremacia branca"

Machine Gun Kelly: ele soca homem após empurrão e é vaiado por público em festivalMachine Gun Kelly: ele soca homem após empurrão e é vaiado por público em festival

Rita Lee: Ela participou de suruba com o Yes e furtou a cobra de Alice CooperRita Lee: Ela participou de suruba com o Yes e furtou a cobra de Alice Cooper

Drogas: 4 músicos que não se lembram de terem feito alguns discosDrogas: 4 músicos que não se lembram de terem feito alguns discos

Trivium: vocalista esculacha Machine Gun Kelly nas redes sociaisTrivium: vocalista esculacha Machine Gun Kelly nas redes sociais

Rita Lee: era para a gente estar nos Jetsons e estamos voltando para os FlintstonesRita Lee: "era para a gente estar nos Jetsons e estamos voltando para os Flintstones"

Iron Maiden: foto de Paul Di'Anno em cadeira de rodas com perna inchada preocupa fãsIron Maiden: foto de Paul Di'Anno em cadeira de rodas com perna inchada preocupa fãs

Guns N' Roses: veja banda tocando Hard Skool ao vivo pela primeira vezGuns N' Roses: veja banda tocando "Hard Skool" ao vivo pela primeira vez

Rita Lee: pouco antes de tumor, ela passou a fumar o triplo devido à pandemiaRita Lee: pouco antes de tumor, ela passou a fumar o triplo devido à pandemia

Metallica: banda toca Black Album inteiro (na ordem inversa) durante festivalMetallica: banda toca "Black Album" inteiro (na ordem inversa) durante festival

Exodus: Gary Holt diz que metanfetamina foi um obstáculo na busca pelo sucessoExodus: Gary Holt diz que metanfetamina foi um obstáculo na busca pelo sucesso

Rolling Stones: Keith Richard diz qual música lado b da banda ele mais gostaRolling Stones: Keith Richard diz qual música "lado b" da banda ele mais gosta

KK's Priest: Tim Ripper diz que banda não tenta ser um novo Judas PriestKK's Priest: Tim Ripper diz que banda não tenta ser um novo Judas Priest


Tunecore 2

Linkin Park: duas resenhas da audição de seis faixas

Por Wesley Carlos
Fonte: LinkinPark:br
Em 04/05/12

O site HitFix teve acesso a seis músicas do novo álbum Living Things e divulgou a review delas:

Ao compor o seu novo álbum, Living Things, Mike Shinoda, do Linkin Park, disse, "era quase como uma viagem com drogas".

Shinoda tocou seis novas músicas do álbum, que será lançado dia 26 de junho, para a HitFix e para mais alguns outros blogueiros, em um estúdio no Norte de Hollywood há poucos dias atrás. Ele ainda antecedeu a audição musical, acrescentando, "Nós percebemos que tínhamos fugido de coisas que nós começamos". Mas ao invés de retornar ao som de seu primeiro álbum, Hybrid Theory de 2000, o Linkin Park, junto ao produtor Rick Rubin (que co-produziu com Shinoda), procurou trazer o melhor da banda, misturando rock e rap e adicionando novos sons, para criar alguma coisa.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Nós estávamos procurando redefinir tudo", disse Shinoda, quando disse quais e quantas músicas iria tocar. Depois de uma pequena amostra, Shinoda decidiu que queria nos mostrar as quatro primeiras músicas do álbum, em ordem: "Você está indo para uma pequena viagem… Há uma vibe muito específica", disse ele. Em seguida, ele pegou duas outras músicas que pareciam melhor representar algumas das experiências que a banda tentou no estúdio.

A abertura do álbum, Lost In a Echo começa grande e fica cada vez maior, e ao invés de seguir um padrão LP de tentativa-e-acerto, há um início discreto, e então, explode em cacofonia. Os raps de Shinoda aparecem no início, em seguida o vocalista Chester Bennington canta, tendo seus vocais contendo um eco, durante o decorrer da música. Os sinais da música, como Shinoda nos apontou no final, mostra o tanto que a banda progrediu, mas também obteve influências dos anos 80. Liricamente, o tema atravessa a música – e o álbum – dando um sentimento de desilusão e decepção. "These promised are broken, defeated. Each word gets lost in the echo", canta Bennington.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Seguindo a sintonia, na segunda música In My Remains, Bennington canta sobre o medo e sobre a dor, através de um som eletrônico, agressivo, sonoramente completa; discordante e pegajosa. Depois muda para uma precisa e militar batida rat-a-tat, com Bennington cantando "Like an Army falling, one by one". Ele repete a frase conforme a tensão aumenta e impulsiona a percussão de Rob Bourdon, tudo isso em sincronia.

Não vamos perder muito tempo em Burn It Down, já que é o primeiro single e você já deve ter escutado. Mas vamos apenas dizer que não vemos a hora de ouvir alguns remixes desta música.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

A música seguinte, Lies, Greed & Misery, foi a mais inovadora e cativante das seis que ouvimos. Tendo a sua abertura com raps de Shinoda, junto a sintonia e com detalhes em efeito ‘gagueira’, a música soa como o Linkin Park misturado Skrillex e misturado com M.I.A. O cortado e difuso som de teclado dá lugar a Bennington cantando "You Did It To Yourself", antes que ele comece a gritar mais e mais, num frenesi hipnótico.

Until It Breaks começa com Shinoda fazendo o seu rap sobre uma batida, cercada por outras batidas próximas, de todos os ângulos. A música muda para o estilo dos raps do Kanye West – com o rap junto a instrumentos reais – de cordas, teclas – juntamente com o vocal de Bennington, como se estivesse rezando pela "strength of the rising sun". A sonoridade ambiente fica mais alta e mais forte, e as vozes acabam sucumbindo ao som eletrônico.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com Lies e Castle Of Glass, senti como um maior divisor de águas. Com um melodia mais alternativa e country, Bennington canta "Take me down to the river bank… wash the poison off my skin…show me how to be whole again". É uma das músicas mais diretas que a banda fez, com uma estrutura tradicional de música. Bennington e Shinoda cantam juntos e suas vozes tem um tom de desespero, ascensão, "I’m on a crack in this castle of glass".

Mais tarde, Shinoda referencia as banda de hardcore sueca Refused e o grupo industrial Ministry, como pontos de referência e que contém elementos que são facilmente encontradas nessas músicas. Nas músicas que ouvimos, ficou claro a banda queria usar certos tipos sons, transformá-los em sua cabeça, distorcê-las e separá-las.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

"Nós estamos experimentando novas opções", disse Shinoda. "Nós não conseguiríamos fazer isso há cinco anos atrás".

E o blog Golden Mixtape também participou da audição de seis músicas do Living Things e divulgou o seu review:

Apenas meia dúzia de músicas foram apresentadas para oito pessoas, numa sala onde as ideias para elas foram criadas. LOST IN THE ECHO e IN MY REMAINS passavam uma incrível empolgação, que levam o ouvinte para uma explosão mudanças nas letras, onde apresentam ideias opostas. Uma hora dizia: I won’t back up. I won’t back down, enquanto outra hora dizia wash away the worst of me.

Em seguida veio o single BURN IT DOWN e os prováveis futuros singles LIES GREED MISERY e UNTIL IT BREAKS. Todos estavam curtindo juntos o single, que soava bastante familiar, mas essas duas outras músicas que queria que fossem tocadas mais uma ou duas vezes.

LIES GREED MISERY começa com uma vibe indie rock, mas depois aparece o som de hip hop, um sinônimo dos grandes sucessos do LP. Mike havia dito anteriormente que nunca quis que a banda fosse criticada usando com base, somente os dois primeiros álbuns, mas senti que essa música lembrava os velhos tempos, mostrando onde eles começaram e onde eles estão agora. Onde os motivos de irritações de seu trabalho anterior seriam de um adolescente fora de controle, e a raiva exibida em LIES GREED MISERY seria de um adulto, que transforma essa sua raiva em arte.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Quando a UNTIL IT BREAKS começou a ser tocada, lembrei de como estávamos organizando, há 20 anos atrás, um protesto em Los Angeles. Esta música me fez lembrar os tempos em que o rap falava sobre algo e não tinham coisas como "bling bling". Às vezes, estrutura da música soa como se você estivesse fugindo da polícia. As lembranças dos anos 90 é definitivamente destacada nela e fico empolgado com essa parte de LIVING THINGS. Vamos torcer para que tenha mais disso, no restante do álbum.

Esperávamos ouvir mais músicas do álbum e, em seguida, CASTLE OF GLASS, acabou encerrando a sessão. Dando uma olhada no meu texto rabiscado, consigo encontrar as palavras "Americana" e "Bayou". Pense nisso como se tivesse uma pitada de folk, no que você mais gosta no LP. Da mesma forma que no filme de horror em que Chester participou no ano passado, escutando essa música, é possível lembrar aquela cena. Conforme a música tocava, poderia imaginar os jovens apavorados e correndo, juntamente ao ritmo da música e as suas punições …take me down to the river bend. Ela passa uma sensação estranha.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Isso é apenas metade de LIVING THINGS e esperarei ansiosamente para ouvir o que a outra metade tem a mostrar, quando o álbum for lançado no dia 26 de junho. E parece que, cada vez mais, o Linkin Park procura produzir um álbum que possa ser tocado em uma turnê e, bem… dã, eles farão isso na Honda Civic Tour deste ano com o… Incubus! Isso não é um sonho de alguém que estava no ensino médio em 2001; eu que não passei por isso, sei o que isso significa.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Rock e Heavy Metal: 20 personalidades que faleceram antes dos 50 anos - Parte 1Rock e Heavy Metal: 20 personalidades que faleceram antes dos 50 anos - Parte 1

Chester Bennington: O Grey Daze merecia uma segunda chance, seu último desejoChester Bennington: O Grey Daze merecia uma segunda chance, seu último desejo

Lista: relembre 15 grandes músicas lançadas em 2007 (e veja como o tempo passou voando)Lista: relembre 15 grandes músicas lançadas em 2007 (e veja como o tempo passou voando)

Kerrang: as melhores músicas para o metaleiro soltar a voz no karaokêKerrang: as melhores músicas para o metaleiro soltar a voz no karaokê

Linkin Park: As letras mais poderosas de Chester Bennington, pelos leitores da Kerrang!Linkin Park: As letras mais poderosas de Chester Bennington, pelos leitores da Kerrang!

Slash: guitarrista relembra Chris Cornell e Chester Bennington em suas redes sociaisSlash: guitarrista relembra Chris Cornell e Chester Bennington em suas redes sociais

Chester Bennington: Sentimos sua falta todos os segundos de todos os dias, diz viúvaChester Bennington: "Sentimos sua falta todos os segundos de todos os dias", diz viúva

Youtube: Os 100 vídeos de Rock mais vistos na plataforma (vídeo e playlist)Youtube: Os 100 vídeos de Rock mais vistos na plataforma (vídeo e playlist)


Korn: Brian Welch, irritadíssimo, diz que suicídio é covardiaKorn: Brian Welch, irritadíssimo, diz que suicídio é "covardia"

Madonna Wayne Gacy: f*dam-se Kurt, Chris Cornell e ChesterMadonna Wayne Gacy: "f*dam-se Kurt, Chris Cornell e Chester"

Kerrang!: listando 30 bandas que mudaram sua vidaKerrang!: listando 30 bandas que mudaram sua vida


Metallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam Load e Reload?Metallica
Por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?

Out: os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revistaOut
Os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revista


Sobre Wesley Carlos

Fotógrafo e Produtor de Vídeo. Nasceu ouvindo Kiss e é fascinado pelo quarteto mascarado. Ouviu muito Hard Rock até o início dos anos 2000, quando conheceu o Linkin Park. O fanatismo é tão grande que se tornou membro do site oficial da banda no Brasil, o LinkinPark:br. De lá pra cá aprendeu a ouvir outros estilos de rock, como Avenged Sevenfold, Evanescence, System Of A Down, Slipknot, Stone Sour e outras, mas é claro, não deixando de lado suas raízes.

Mais matérias de Wesley Carlos.