Mötley Crüe: Nikki Sixx fala sobre turnê com o Kiss

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: blabbermouth.net, Tradução
Enviar Correções  

O baixista do MÖTLEY CRÜE, Nikki Sixx conversou recentemente com Matthew Wilkening, do UltimateClassicRock.com, sobre o adiamento do show da banda na região de Detroit no início de setembro após um caminhão que transportava equipamentos para a turnê do CRÜE com o KISS no valor aproximando de 6 milhões de dólares ter se envolvido em um acidente de trânsito.

publicidade

"A camaradagem entre as bandas e as equipes é realmente alta", disse Sixx. "Não fosse por isso, poderia ter sido um verdadeiro desastre, porque o caminhão todo estava carregando equipamento de ambos. Contratamos a mesma empresa de transporte, então tudo foi super fácil e se não fosse o trabalho duro de todos eles não teriam conseguido arrumar os negócios de novo por causa de algumas coisas, nunca vi nada igual. Quando o caminhão tombou, ele basicamente estourou como uma espinha e todo o equipamento caiu de cima e as coisas ficaram uma por cima das outras. Então essas barras de aço enormes puxaram todo material pirotécnico e caibros e tal. Aquele negócio estalou que nem um palito de dente; foi inacreditável".

publicidade

Perguntado se ainda há uma vibe de competitividade amigável entre o MÖTLEY CRÜE e outras bandas quando eles estão em turnê juntos, Nikki disse, "Eu falei disso com o Paul [Stanley, frontman do KISS]. Estamos nos bastidores, a gente passa o tempo juntos, a gente conversa sobre tudo e qualquer coisa que esteja sob o sol. Então a gente vai se preparar. Quando a gente sobe no palco, cara, é tudo ou nada. Tem sido assim desde o primeiro dia. Não importa com quem a gente esteja fazendo turnê. Para o MÖTLEY CRÜE, temos que dar 150 por cento e eu sei ao certo que os caras do KISS são assim também. Então, estamos competindo uns com os outros? Não tanto realmente o quanto competimos com nós mesmos para nos forçarmos. Agora, quando você tem uma banda com o KISS tocando com você, você não pode vacilar e eu sei que é assim para eles também. Sabe, estamos lá dando tudo. Não é como se você tivesse um moleirão tocando logo antes ou depois de você, então acho que isso é bem saudável. Nós não discutimos na realidade, como numa competição amigável, mas sei que ela existe. "

publicidade

Falando sobre os planos do MÖTLEY CRÜE de gravar e lançar material novo, Sixx disse, "Vamos fazer música. A primeira coisa é compor, então você grava, aí você tem música, então o que você faz com ela? Lançamos EPs? Lançamos álbuns? Lançamos duas músicas por semana? Ou, sabe lá, durante 16 semanas? Não sabemos ainda e isso é um tanto quanto empolgante. É meio que interessante naquela posição de não ter aquela coisa de, 'Bem, eis a data de lançamento, as 10 músicas inteiras tem de estar mixadas e masterizadas até essa data'. Não sabemos exatamente o que vamos fazer. Quero dizer, estamos gostando do que estamos fazendo nesse momento. É uma sensação boa. Parece orgânico. Gostamos do fato de termos esse corpo de trabalho que podemos escolher para tocar ao vivo. A banda provavelmente está se dando melhor do que, talvez, nunca."

publicidade

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Iron Maiden: o pior momento de Bruce Dickinson no palcoIron Maiden
O pior momento de Bruce Dickinson no palco

Metal Progressivo: os dez melhores álbuns do estiloMetal Progressivo
Os dez melhores álbuns do estilo


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin