Portnoy: "Não precisa de uma calculadora para se divertir"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Bravewords, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

A seguir você pode ler trechos de uma entrevista concedida pelo baterista Mike Portnoy à revista Rolling Stone Índia, enquanto ele estava na estrada com o ADRENALINE MOB.

2193 acessosAdrenaline Mob: tour manager tem 62% do corpo queimado5000 acessosYngwie Malmsteen: primeira namorada fala sobre o guitarrista

Rolling Stone: Como é a experiência de começar uma banda totalmente nova pela primeira vez em 25 anos?

Portnoy: “É interessante, porque o ADRENALINE MOB foi a primeira coisa que tive que começar do nada (desde o DREAM THEATER). Eu fiz muitos outros projetos, com o TRANSATLANTIC, LIQUID TENSION EXPERIMENT e OSI, mas em todos estes casos eu podia contar com o público do DREAM THEATER ou meu próprio público para nos acompanhar. O ADRENALINE MOB é um gênero completamente diferente onde nós temos que começar do nada, exceto talvez por um punhado de gente devido o meu nome ou o de Russel (Allen). É excitante e assustador. Há muitas preocupações, muitos ajustes, especialmente para mim e John (Moyer). Ele teve muito sucesso e conforto com o DISTURBED, como eu tive com o DREAM THEATER. Voltar a tocar em bares e dividir o mesmo ônibus com a equipe é algo que John e eu não fazemos há um bom tempo. Mas é em prol do amor por esta banda e esta música. Nós acreditamos nisto. As músicas são fortes, temos muita química. Quando você assistir o show você entende. As pessoas que estão indecisas sobre a banda pelo álbum saem do show felizes. A música não é prog, ela não é complexa, mas eu sinto que somos uma das bandas mais fortes do mundo. De qualquer gênero. Russel Allen é um mosntro. Mike Orlando é um Deus da Guitarra. John Moyer é um dos caras mais badass por aí. Sinto que faço parte de uma excitante nova onda.”

Rolling Stone: O seu trabalho com o AVENGED SEVENFOLD teve algo a ver com sua decisão de se juntar a uma banda de Hard Rock/Heavy Metal?

Portnoy: “Absolutamente. Foi minha experiência com eles que me fez perceber o quanto eu estava me divertindo e que eu precisava de um escape neste gênero após o meu tempo com o AVENGED SEVENFOLD chegasse ao fim. Foi muito divertido trabalhar com eles, e nós estávamos em turnê com o STONE SOUR, DISTURBED e HELLYEAH, estávamos envoltos por este tipo de música, que era orientada pelos riffs e pela própria música, e eu sabia que queria explorar este estilo mais a fundo. E isso não é uma mistura louca que não faz sentido para mim. Eu sempre fui um fã de Hard Rock e Metal, eu era o cara que trazia estas coisas ao DREAM THEATER. Eu cresci ouvindo BLACK SABBATH, JUDAS PRIEST, IRON MAIDEN e MOTORHEAD, é que tudo que eu fazia de mais pesado no passado ainda tinha uma raiz progressiva. Agora é sobre uma música que você pode ouvir apreciar. Você não precisa de uma calculadora para se divertir.”

Você pode ler a entrevista completa em:
http://rollingstoneindia.com/backstage-with-mike-portnoy/...

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 15 de outubro de 2012
Post de 25 de outubro de 2012

Adrenaline MobAdrenaline Mob
Tour manager tem 62% do corpo queimado; vaquinha é lançada

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Adrenaline Mob"

Mike PortnoyMike Portnoy
"Eu baixo músicas o tempo todo"

Metal HammerMetal Hammer
As dez piores capas de 2012 eleitas pela revista

Duran DuranDuran Duran
Top 5 de covers feitos por bandas de Rock/Metal

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Adrenaline Mob"

Yngwie MalmsteenYngwie Malmsteen
Primeira namorada fala sobre o guitarrista

Zakk WyldeZakk Wylde
Foto do arsenal de guitarras do músico

GuitarristasGuitarristas
E se os mestres esquecessem como se toca?

5000 acessosRolling Stone: as 10 melhores bandas de Heavy Metal5000 acessosEdu Falaschi: os dez vocalistas brasileiros preferidos dele5000 acessosMotorhead: a gafe nazista de Lemmy em Nuremberg5000 acessosGene Simmons: explicando por que álbum do Guns é um de seus favoritos3707 acessosAerosmith: E se isolassem o vocal de Steven Tyler em IDWTMAT?4974 acessosDesde criancinha: a recém nascida mais metal do mundo

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online