Matt Sorum: falando sobre seu novo álbum acústico

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Julia Moioli, Fonte: Music Radar
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 18/01/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O baterista MATT SORUM (GUNS N’ ROSES, VELVET REVOLVER, THE CULT) entrou recentemente em estúdio para começar as gravações de seu novo álbum solo. Falando ao site Music Radar, SORUM contou como surgiu a ideia de gravar um novo CD solo: “Eu comecei a escrevê-lo nos últimos dois anos. Eu fui para o deserto por causa do Gram Parsons [CANTOR COUNTRY] e todos aqueles caras – você sabe, aquela área de Joshua Tree e Palm Springs – e tive momentos incríveis trabalhando lá. Eu fui a um hotel antigo super legal e escrevi oito músicas em cinco dias. Muitas pessoas não me conhecem como compositor, mas eu sempre toquei violão. Eu gosto de brincar com a acústica. As coisas que eu escrevi para o VELVET REVOLVER – como “Set Me Free” e Spectable” e algumas outras do primeiro álbum – foram todas feitas acusticamente.

886 acessosGuns N' Roses: visita dos músicos a Jerusalém é cancelada5000 acessosQuais são os rockstars mais chatos do mundo?

“Eu fiz um álbum com um outro cara chamado “Hollywood Zen” e essa foi a primeira tentativa de fazer minha própria coisa, do meu jeito. Mas eu estava um pouco nervoso, então não posso dizer que aquele foi o meu álbum – foi mais uma colaboração. Meu principal objetivo nesse disco novo é escrever todas as músicas sozinho.

O que tem acontecido comigo é que estou ficando mais velho, e agora sou um cara diferente... Não uso mais drogas, nem consumo álcool [risadas]. Sou mais espiritual. Estou pensando sobre o planeta e me importando mais com as outras pessoas, e tenho uma instituição de caridade... Isso me inspirou para compor muitas músicas. Eu tenho uma música que se chama “Lady Of The Stone”, que trata da perspectiva da Mãe Natureza sobre o que está acontecendo com o planeta. O que ela diria se estivesse assistindo?

Escrevi uma outra música chamada “Land Of The Pure”. Fiquei muito impressionado com o que aconteceu com a menina Malala [Yousafza] do Paquistão. Eu escrevi sobre as meninas no Paquistão – e garotas jovens do mundo inteiro – que não estão tendo acesso à educação. Nessa música, quem vai cantar será uma garota do Paquistão, Atif Aslam. A faixa é muito eclética. Vai ter muita percussão e orquestra. As pessoas vão viajar ouvindo isso.

Na segunda parte da minha viagem, eu fui à praia. Fiquei hospedado em um pequeno hotel chamado The Surf and Sand Hotel – eu costumava ir lá no começo dos anos 70 com meus avós. Quando estive lá recentemente, escrevi uma música chamada “The Sea”. Lembrei-me do quanto amava a praia quando era criança. Nada parece ter importância quando se está na praia.

Escrevi uma outra música chamada “Blue”. Eu estava pensando, por que a palavra “blue” sempre significa tristeza? Eu escrevi sobre ela com uma visão otimista – o céu, a água. É uma música tipo Tom-Petty-encontra-David-Gray. É muito legal.

E também escrevi uma chamada “Josephine”, que é nome da minha avó. Ela e meu avô foram casados por 69 anos. Essa música é sobre ele estar numa orquestra, porque ele fazia parte da banda, e ela ser uma bailarina. Eles se conheceram na década de 1920. Minha avó acabou de completar 100 anos. Essa música vai ser tocada orquestrada e com piano. É uma homenagem a eles.”

Quando perguntado sobre por que ele não toca bateria no álbum, MATT SORUM disse: “Eu sinto que isso não é certo para esse álbum. Eu quero ter a perspectiva de um produtor, e não estou a fim de sentar lá e analisar minha bateria. Estive ensaiando com a banda, eu formei uma grande banda. Tenho um baterista chamado Brian MacLeod, que já tocou com todo mundo de Sheryl Crow à Linda Perry. Ele esteve em uma infinidade de álbuns. É mais adequado para isso do que eu. Eu sou um baterista de rock, mas posso tocar outros estilos. Ele é mais orgânico. Por mais leve que eu toque, ainda sai um som mais próximo do rock.

A entrevista completa pode ser conferida no site do Music Radar:
http://www.musicradar.com/news/drums/matt-sorum-talks-songwr...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 18 de janeiro de 2013

Guns N RosesGuns N' Roses
Visita dos músicos a Jerusalém é cancelada após ataque terrorista

1429 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's1574 acessosFabio Lima: 13 músicas pelo Guns N' Roses0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Fênix do RockFênix do Rock
5 momentos que fizeram Axl Rose renascer na música

Dizzy ReedDizzy Reed
"Essa formação do GN'R é a melhor de todas"

Dave MustaineDave Mustaine
Sem Steven e Izzy não é uma reunião do GNR

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Velvet Revolver"0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"0 acessosTodas as matérias sobre "Cult"

HumorHumor
Quais são os rockstars mais chatos do mundo?

Sílvio SantosSílvio Santos
"The Number Of The Beast" em ritmo de festa, ôôôeeee

AC/DCAC/DC
As 10 melhores músicas da banda com Bon Scott

5000 acessosIron Maiden: Rachel Sheherazade é uma grande fã da banda5000 acessosDia do Rock: dez tentativas brasileiras de assassinar o gênero5000 acessosHeavy Metal: as piores capas dos grandes artistas do gênero5000 acessosEurope: confissões de Tempest sobre excessos dos anos 805000 acessosRush: o discurso mais criativo e engraçado da música4768 acessosBlack Sabbath: Ozzy seguirá em carreira solo após última turnê

Sobre Julia Moioli

Jovem paulistana estudante de relações públicas com alma de hard rocker. É muito, muito, muito fã de Guns N' Roses, Mötley Crüe, Skid Row e de inúmeras outras bandas do cenário hard rock oitentista. Além disso, é uma grande apreciadora de grunge, punk, rock progressivo e de várias vertentes do metal, como heavy metal clássico, power, prog, thrash e neoclassical metal. Se pergunta por que não começou a colaborar com o Whiplash.Net mais cedo.

Mais matérias de Julia Moioli no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online