K. K. Downing: guitarrista fala sobre Geoff Tate e sofá assassino

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Comentários  | 

O ex-guitarrista do JUDAS PRIEST, K.K. Downing, publicou recentemente uma nota em seu blog oficial sobre a sua contribuição no novo álbum do QUEENSRYCHE de Geoff Tate, "Frequency Unknown". Muitas críticas e muita polêmica estão girando em torno de Tate, e Downing dá sua perspectiva quanto à nova colaboração. Na nota, o guitarrista também conta uma história engraçada, sobre como quase foi morto por um sofá.

5000 acessosBill Ward: os dez discos de metal favoritos do baterista5000 acessosEmos: 23 músicas que já estiveram na sua playlist

Downing escreveu:

"Bem, já se passou um tempo. Eu não hibernei neste inverno, mas muitas vezes pensei em fazer isso. Espero que a pior parte tenha passado para que possamos olhar para a frente para uma grande temporada de festivais.

Eu fui convidado por um dos maiores vocalista do mundo, Geoff Tate, e eu acho que ele sabia que eu estaria disponível para contribuir em uma das faixas em seu novo álbum. Apesar da triste divisão que a banda sofreu, em nome da música eu decidi ir em frente. O Queensryche, como você sabe, há muito tempo se manteve em sua posição no metal e são conhecidos e respeitados pelo trabalho duro que eles sempre dedicaram à música ao longo de tantos anos. O Priest já teve o prazer de tocar ao lado da banda várias vezes e posso dizer abertamente que eu tenho grandes memórias das boas diversões e dos momentos loucos que nós compartilhamos, em turnê. Lembro-me de um incidente que quase me matou ou pelo menos quase me mutilou - quase fui morto por um sofá!

Deixe-me explicar. Uma noite, depois do show - sem mencionar nomes - um dos caras do Queensryche teve a idéia de querer fazer um sofá enorme levitar com apenas quatro de nós o segurando, usando apenas um dedo cada um. Depois de algumas cervejas algo estava destinado a dar muito errado. De qualquer forma, aconteceu e foi incrível, até que o móvel ficou sobre as nossas cabeças. Em seguida, dois dos caras desistiram. Com todo aquele peso vindo em minha direção, na hora eu me vi em uma cama de hospital. De alguma forma, consegui escapar do sofá voador. Minha turnê poderia ter terminado bem naquele momento! De qualquer forma, alguém disse: 'Quem quer uma cerveja?' e a noite continuou. No entanto, muitas vezes eu acho que o título poderia ter sido: 'músico de rock morto por um sofá!'.

De qualquer forma, agora estou de volta em um lugar mais seguro, no Reino Unido. Eu estou tentando criar um circuito com bandas independentes, onde elas possam tocar sem pagar para entrar. Não é fácil. Então, se você passar perto do Wolverhampton Slade no dia 16 de maio ou no Birmingham Asylum no dia 17, por favor curtam uma noite com muito metal com Hostile, Moray Firth (da França), Under Blackened Skies e Left Unscarred para dar início ao Future of Metal.

Falando em grandes vocalistas, eu falei com Ripper recentemente e ele me disse sobre seus planos de abrir seu próprio espaço, maior e melhor, em breve em sua cidade natal. Então fiquem ligados para qualquer atualização sobre isso. Tenho certeza que a festa de abertura vai ser muito metal e não poderá passar em branco.

Tenham uma ótima temporada com os festivais de verão e obrigado por manterem a chama acesa!"

Fonte original da matéria:
http://loudwire.com/former-judas-priest-guitarist-k-k-downin...

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 01 de maio de 2013

Bill WardBill Ward
Os dez discos de metal favoritos do baterista

1430 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's436 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta1359 acessosPhil Campbell: solo terá Dee Snider e Matt Sorum, além de Halford1010 acessosVocalistas: 5 famosas falhas ao vivo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Judas Priest"

LGBTLGBT
Confira alguns músicos que não são heterossexuais

Ao vivoAo vivo
Álbuns clássicos que você deveria conhecer

Speed ClothesSpeed Clothes
Roupas de banho trues para musas headbangers

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Judas Priest"0 acessosTodas as matérias sobre "Queensryche"

EmosEmos
23 músicas que já estiveram na sua playlist

Dave NavarroDave Navarro
Conheça a filha atriz pornô do músico

Andreas KisserAndreas Kisser
"Eloy Casagrande talvez não seja humano"

5000 acessosCretin: transexual rompe barreiras no metal extremo5000 acessosBayley, Wilson e Cherone: grandes erros na história de grandes bandas5000 acessosHistóricas: Fotos de encontros inusitados entre rockstars5000 acessosBabymetal: O "kawaii metal" que conquistou o planeta5000 acessosJon Bon Jovi: quando ele levou um fora de Bruna Lombardi5000 acessosBruce Dickinson: sua carreira como esgrimista profissional

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online