Jason Newsted: A única coisa original no Metal é o Black Sabbath

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Lucil dos Reis Alves Junior, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Rick Florino, diretor chefe do site ARTISTdirect, conversou em abril de 2013 com Jason Newsted (ex- METALLICA, VOIVOD, FLOTSAM AND JETSAM) sobre seu novo EP “Metal” e outros assuntos. Confira alguns trechos abaixo:

339 acessosKirk Hammett: abaixou R$10 milhões pra ver se vende a mansão5000 acessosIndústria: 17 coisas que bandas novas simplesmente não entendem

ARTISTdiretct.com: É importante para você contar histórias com as letras? Podemos ver as canções tanto quanto podemos ouvi-las.

Newsted: Essa é uma grande constatação. É isso mesmo. Tem que ser algo que as pessoas possam se lembrar e entrar de cabeça. Não quero embromar. Aprendi muito sobre isso com Snake, do VOIVOD. Em minha opinião ele é o maior letrista no Metal e possivelmente da música Pop. John Lennon era muito bom. James Hetfield é bom. Há alguns outros que mandam bem também, mas Snake é o melhor. O inglês é a sua segunda língua, e mesmo assim ele cria de uma maneira mágica. Como você disse, vemos as palavras e a história e ouvimos as músicas. Aprendi isso com ele. Escrevo letras há anos. As letras do FLOTSAM AND JETSAM são todas minhas. Tentei pintar quadros de coisas como aquelas. Tem que ser algo que faça sentido. Não há palavras desperdiçadas nas canções.

ARTISTdirect.com: Vem a pintura de uma mentalidade diferente da música?

Newsted: Com certeza há um ritmo. Eu sempre tenho música tocando quando pinto. Muitas vezes as letras das canções se encontram na pintura. É uma ligação direta com a música. Por exemplo, por causa de várias cirurgias nos ombros, utilizei apenas um braço por quase quatro anos, com três diferentes cirurgias – braço direito, esquerdo e direito. Tive que aprender a usar as duas mãos igualmente. Todas as minhas pinturas são feitas com as duas mãos e com os dois lados do meu cérebro. É como se duas pessoas se encontrassem na tela. É uma ligação direta. As pinturas são tão intensas quanto as músicas e o colorido é como meu modo de tocar baixo. É a mesma coisa, apenas a mídia é diferente. Tem a ver com canalizar e encontrar o lugar. Nada disso vem do nada. Tento ouvir uma grande variedade de músicas, e é o que tenho feito por anos. Ouço a todos os tipos de músicas em diferentes línguas e com diferentes instrumentos para fazer de mim mesmo um músico melhor.Quanto mais livros, documentários e boa música você absorve, mais você externaliza de seus filtros; isso se torna você. Coisas sempre serão externalizadas. A única coisa original no Heavy Metal é o Black Sabbath. Tudo deriva deles. Em meu estilo de pintura, tudo deriva de Picasso. Há certas pessoas que são tão inovadoras que não há escolha a não ser derivar delas ou tomar seu lugar. Tento tomar o lugar de muitos grandes heróis, externalizando isso através de meus filtros [...]. Mantenho altos padrões. Se me encaixo ou estou perto desses padrões, outras pessoas conseguem também.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Kirk HammettKirk Hammett
Abaixou R$10 milhões pra ver se vende a mansão

1011 acessosMetallica: Lars Ulrich detalha como é compor junto de James Hetfield525 acessosMetallica: rádio dos EUA transmitirá áudio de show inédito de 19860 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

MetallicaMetallica
Homem que matou Bin Laden usou faixas em tortura

MetallicaMetallica
Coisas que talvez você não saiba sobre o novo álbum

MetallicaMetallica
"Eles eram bons em tudo", diz Corey Taylor

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Jason Newsted"0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"


IndústriaIndústria
17 coisas que as bandas novas não entendem

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Lemmy, do Motorhead, muito antes da fama

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
25 coisas que você talvez não saiba sobre o Madman

5000 acessosCreed: nomeada pior banda dos anos 1990 pela Rolling Stone5000 acessosClassic Rock: revista elege 100 melhores músicas de rock5000 acessosAC/DC: a história do nome e a idéia do uniforme de Angus5000 acessosMegadeth: os 10 bens mais preciosos de Dave Mustaine5000 acessosSepultura: Andreas gostaria de reunir todos os ex-membros em um palco5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1992

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 26 de abril de 2013
Post de 25 de dezembro de 2014


Sobre Lucil dos Reis Alves Junior

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online