Megadeth: "Eu sei que tenho uma reputação terrível", diz Mustaine

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Comentários  | 

O líder do MEGADETH, foi entrevistado em 2013 pela revista Metal Hammer. Dave deu uma entrevista sem frescuras, falando sobre tudo, inclusive sobre a sua reputação controversa.

785 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa5000 acessosMonsters of Rock: a feijoada que quase derrubou King Diamond

Metal Hammer: Existe uma pequena parte dentro de você que gosta de algumas provocações?

Dave: Não, eu não digo coisas para ter uma reação. As coisas que eu escrevo são importantes para mim. Alguns dos temas em Peace Sells ainda são relevantes, questões particularmente ambientais. E o lado pessoal é relevante. Tenho canções sobre perdas e sofrimentos - todo mundo passa por isso e... não, eu não estou sendo provocativo. Na verdade, temos músicas divertidas também. Se você está chateado, a faixa-título "Super Collider" ou "Symphony Of Destruction" pode fazer você se sentir melhor.

Metal Hammer: Seu senso de humor perniciosos e entrevistas retóricas parecem ter sempre um limite e ser auto-destrutivas.

Dave: Sim, e isso não se traduz bem, não é? Provavelmente a coisa mais importante que tem prejudicado minha carreira está sendo mal interpretada, mas é melhor ser compreendido ou ter que compreender? Eu entendo melhor agora, por isso estou menos disposto em ter que pregar ou reclamar que algo está sendo mal interpretado agora. Existem pessoas que me amam e pessoas que não me amam, mas todo mundo tem direitos. Eu tenho amor em meu coração por ambas. Eu não fico bravo com as pessoas que não gostam de mim. Você pode ficar obcecado com isso. Se alguém não gosta de mim? Me evitem!

Metal Hammer: Você parece estar bastante acessível hoje.

Dave: Eu sou acessível! Mas eu tenho uma reputação terrível. Tinha um cara que me gerenciava, e foi quando nós tivemos uma briga. Eu acho que ele começou a dizer rumores sobre eu ser difícil. Mas nós nos tornamos amigos de novo, fizemos as pazes. E isso era tudo parte de um processo de reconciliação, inclusive com o METALLICA e com Ellefson também. E sabe de uma coisa? Quando isso aconteceu, meu braço ferido e meu polegar machucado começaram a trabalhar de novo. Loucura né?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 30 de maio de 2016

MegadethMegadeth
Dave Mustaine classifica os guitarristas da banda

785 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa477 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3397 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

Dave MustaineDave Mustaine
O Metallica não me quis no Hall da Fama

ClipesClipes
10 vídeos de rock/metal bem legais lançados em 2016

MegadethMegadeth
Dave Mustaine elogia Kiko mais um pouco

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Monsters of RockMonsters of Rock
A feijoada que quase derrubou King Diamond

PreçosPreços
Quanto custa para contratar a sua banda favorita

QueenQueen
A declaração musical de ódio de Freddie Mercury

5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19895000 acessosSlayer: cronologia de Hanneman, da picada da aranha até a morte5000 acessosJethro Tull: a fúria de Ian Anderson pra cima do Led Zeppelin5000 acessosDream Theater e Guns N' Roses: 30 anos, uma no auge, já a outra...5000 acessosMötley Crüe: "Ninguém consegue tocar como eu", diz Mick Mars4246 acessosHeadbang: 10 formas de bater cabeça (para iniciantes)

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online