Megadeth: "Eu sei que tenho uma reputação terrível", diz Mustaine

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar Correções  

O líder do MEGADETH, foi entrevistado em 2013 pela revista Metal Hammer. Dave deu uma entrevista sem frescuras, falando sobre tudo, inclusive sobre a sua reputação controversa.

The Black Dahlia Murder: banda tentou entrar na trilha de filme com cover do Megadeth

Megadeth: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Metal Hammer: Existe uma pequena parte dentro de você que gosta de algumas provocações?

Dave: Não, eu não digo coisas para ter uma reação. As coisas que eu escrevo são importantes para mim. Alguns dos temas em Peace Sells ainda são relevantes, questões particularmente ambientais. E o lado pessoal é relevante. Tenho canções sobre perdas e sofrimentos - todo mundo passa por isso e... não, eu não estou sendo provocativo. Na verdade, temos músicas divertidas também. Se você está chateado, a faixa-título "Super Collider" ou "Symphony Of Destruction" pode fazer você se sentir melhor.

Metal Hammer: Seu senso de humor perniciosos e entrevistas retóricas parecem ter sempre um limite e ser auto-destrutivas.

Dave: Sim, e isso não se traduz bem, não é? Provavelmente a coisa mais importante que tem prejudicado minha carreira está sendo mal interpretada, mas é melhor ser compreendido ou ter que compreender? Eu entendo melhor agora, por isso estou menos disposto em ter que pregar ou reclamar que algo está sendo mal interpretado agora. Existem pessoas que me amam e pessoas que não me amam, mas todo mundo tem direitos. Eu tenho amor em meu coração por ambas. Eu não fico bravo com as pessoas que não gostam de mim. Você pode ficar obcecado com isso. Se alguém não gosta de mim? Me evitem!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Metal Hammer: Você parece estar bastante acessível hoje.

Dave: Eu sou acessível! Mas eu tenho uma reputação terrível. Tinha um cara que me gerenciava, e foi quando nós tivemos uma briga. Eu acho que ele começou a dizer rumores sobre eu ser difícil. Mas nós nos tornamos amigos de novo, fizemos as pazes. E isso era tudo parte de um processo de reconciliação, inclusive com o METALLICA e com Ellefson também. E sabe de uma coisa? Quando isso aconteceu, meu braço ferido e meu polegar machucado começaram a trabalhar de novo. Loucura né?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280