Christopher Lee: o Metal é a evolução do som de Wagner

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar Correções  

A lenda hollyodiana, Sir CRISTOPHER LEE (Lord Of The Rings), lançou seu segundo álbum de heavy metal em 27 de maio, data de seu 91º aniversário, em CD, vinil duplo e downloads por MP3. O sucessor de "Charlemagne: By The Sword", de 2010, é intitulado "Charlemagne: The Omens Of Death" e traz arranjos musicais de Richie Faulkner, guitarrista do JUDAS PRIEST.

publicidade

Lee recentemente conversou com o Skullbanger.net sobre seu novo disco. Um trecho desta entrevista está disponível abaixo:

Skullbanger: Você obviamente foi uma grande influência nos músicos de Metal através de sua filmografia, com Tony Iommi (BLACK SABBATH), dando-lhe crédito por ajudar a criar o gênero do metal. Como você se sente sendo creditado por ser esta influência no gênero e ser também um parte dele?

Christopher Lee: "Lembrando do início da minha carreira, meu trabalho, minha atuação, sempre foram influenciadas pelo compositor alemão Wagner. Agora que eu já pude ouvir vários álbuns de metal, eu entendo que o gênero é uma direta evolução do mundo e do som que Wagner imaginava. Eu sou, claro, muito feliz e honrado de ter conseguido carregar estes temas."

publicidade

Skullbanger: Você trabalhou com o RHAPSODY e o MANOWAR e agora você parece ter despertado a besta interior do Metal e está fazendo seus próprios álbuns com o Charlemagne. Há outros artistas de Metal que trariam seu interesse para uma colaboração?

Christopher Lee: "É justo dizer que desde os anos 1970 eu fui convidado para colaborar com várias bandas e até mesmo agora eu ainda recebo convites de várias bandas. Acho que a diferença entre esta época e agora é que eu tenho mais tempo para explorar projetos novos e diferentes. Eu tenho a mesma abordagem quando surge uma oferta de cinema, eu olho para a história e o personagem que estou sendo convidado para interpretar, e se ele tem apelo para mim, eu o faço. Eu já estou comprometido em participar de vários projetos, um dos quais será anunciado muito em breve."

publicidade

Leia a entrevista completa, em inglês, em:

http://skullbanger.net/2013/06/22/my-interview-with-sir-chri...

Charlemagne: The Omens Of Death tracklisting com tempo de cada faixa:

The Portent' (4:29)
'Charles The Great' (6:23)
'The Siege' (7:09)
'Massacre Of The Saxons' (5:41)
'Dawning Of A New Age' (4:40)
'Let Legend Mark Me as the King' (5:45)
'The Betrayal' (5:02)
'The Devil's Advocate' (4:54)
'The Ultimate Sacrifice' (5:09)
'Judgement Day' (3:41)

publicidade

publicidade



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Christopher Lee: conheça trabalho do lendário ator no heavy metalChristopher Lee
Conheça trabalho do lendário ator no heavy metal

Épico & Histórico: Tony Iommi e Christopher Lee se entrevistamÉpico & Histórico
Tony Iommi e Christopher Lee se entrevistam


Guns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise CityGuns e Sabbath
Semelhança entre "Zero the Hero" e "Paradise City"

Batom, laquê...: Como formar uma banda de Hard Rock em 69 liçõesBatom, laquê...
Como formar uma banda de Hard Rock em 69 lições


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin